Restauração e história da Igreja
Winter Quarters
Notas de rodapé
Tema

“Winter Quarters”, Tópicos da história da Igreja

“Winter Quarters”

Winter Quarters

Em 1846, alguns meses depois de partirem de Nauvoo, Illinois, em uma lenta e penosa caminhada de quase 500 quilômetros pelo território de Iowa, Brigham Young e o Quórum dos Doze Apóstolos pausaram a migração dos santos para o Oeste em preparação para o inverno. Young esperava chegar à Grande Bacia naquele verão, mas um grande número de refugiados tinha sido afetado pelo lamaçal e por doenças.1 O assassinato de Joseph Smith e a subsequente expulsão de Nauvoo levaram muitos santos a acreditarem que não podiam mais confiar na proteção da justiça americana.

Os líderes da Igreja selecionaram um local no território indígena, na região de Council Bluffs, perto do rio Missouri, e fizeram um acordo com as tribos omaha (umonhon) e potawatomi (bodéwadmik) e com os agentes indígenas dos Estados Unidos para construir um assentamento temporário.2 A margem oeste do rio, um local privilegiado para a travessia de balsa, também ficava no território indígena. Aproximadamente 7 mil santos chegaram em 1846, enquanto cerca de 3 mil permaneceram nos acampamentos ao longo da trilha de Iowa.3 Com a chegada do inverno, enquanto começavam a construir abrigos e cabanas de toras de madeira, os santos enfrentaram escassez de alimentos e suprimentos. A fome, a desnutrição e as condições de superlotação aumentaram a disseminação de doenças.4

Enquanto planejavam a vindoura jornada, uma campanha de recrutamento do Exército dos Estados Unidos trouxe a oportunidade de melhorar os recursos dos santos. Embora estivessem desencantados com o governo dos Estados Unidos e relutantes em se alistar em uma guerra contra o México, 500 homens integraram o Batalhão Mórmon a fim de receber salários que poderiam ajudar a Igreja.5 A maior parte do soldo foi entregue ao bispo Newel K. Whitney como doação. Ele, então, comprou comida e suprimentos em St. Louis, Missouri, para o armazém de Winter Quarters.6

Brigham Young buscou a orientação do Senhor e recebeu uma revelação que instruía os santos sobre como organizar o êxodo.7 Por meio de diversos sonhos, Young também recebeu inspiração sobre como colocar a casa de Israel no caminho do convênio. Ele estava tranquilo quando partiu de Winter Quarters no dia 7 de abril de 1847 para se juntar aos outros membros da companhia de vanguarda que iniciavam sua jornada.8

Os santos que permaneceram em Winter Quarters concentraram seus esforços em preparar a migração em larga escala. No decorrer do verão e do outono de 1847, mais refugiados chegaram provenientes de Iowa. Novos bispos foram chamados para ajudar a cuidar dos pobres e necessitados — um para cada quarteirão da cidade.9 As mulheres, que eram em número maior do que os homens na cidade, oravam e abençoavam umas às outras.10 Quando as condições climáticas melhoraram, os santos construíram casas mais resistentes, semearam e cercaram as plantações, que seriam deixadas para os futuros migrantes.

Ao chegar a Winter Quarters no outono de 1847, retornando de sua expedição à Grande Bacia, Brigham Young encontrou um povoado próspero. Contudo, ele sabia que teria de abandoná-lo, pois o contrato de arrendamento das terras com os índios omaha expiraria em poucos meses. Os santos começaram a ir para o Leste, atravessando o rio de volta para Iowa, e deram o nome de Kanesville ao novo centro de emigração, em homenagem a Thomas L. Kane, que os ajudou depois que foram expulsos de Nauvoo.11

Em dezembro de 1847, em Kanesville, os santos se reuniram num tabernáculo construído com toras para apoiar a nova Primeira Presidência, com Brigham Young como presidente. Orson Hyde se tornou o novo presidente do Quórum dos Doze.12 Young e seus conselheiros lideraram as companhias para o Oeste na primavera; Hyde permaneceu em Kanesville para supervisionar as chegadas, os preparativos e as saídas dos santos provenientes do leste dos Estados Unidos e da Europa.

Em Winter Quarters, os santos tiveram dificuldades para se equipar para a jornada para o Oeste, mas em Kanesville a corrida do ouro de 1849 desencadeou uma grande entrada de dinheiro.13 Os emigrantes a caminho da Califórnia que passavam por Kanesville estavam dispostos a pagar mais do que o normal por comida e suprimentos. Brigham Young e os outros líderes novamente aconselharam os santos a se reunirem em Sião e, em 1852, 21 comboios de carroções com 10 mil santos partiram para Utah. Kanesville logo foi renomeada Council Bluffs, e Winter Quarters se tornou Florence, Nebraska.14