Guias e chamados
O ensino feito pelas professoras visitantes
anterior seguinte

10

O ensino feito pelas professoras visitantes

Quando vocês são designadas professoras visitantes, parte importante de sua responsabilidade é “[inteirar-se] das necessidades espirituais e temporais da irmã e sua família” e “[dar] instruções espirituais por meio de uma mensagem mensal”. (Manual de Instruções da Igreja, Volume 2: Líderes do Sacerdócio e das Auxiliares [1998], p. 203) Você é uma professora do evangelho.

A fim de ensinar as irmãs que lhes foram designadas, vocês precisam preparar-se espiritualmente e aprender a aplicar os princípios do evangelho discutidos neste livro. Devem também empenhar-se continuamente para aperfeiçoar suas habilidades didáticas. (Ver “Elaborar um Plano para Melhorar o Ensino”, nas páginas 24–27.)

Essa preparação lhes será de grande valia, pois vocês podem ser chamadas para ensinar irmãs que estejam nas mais diversas situações. Poderão ensinar irmãs jovens, idosas, casadas, solteiras, divorciadas, recém-convertidas ao evangelho, muito ativas na Igreja, menos ativas, instruídas, com dificuldade de aprendizado, atarefadas, solitárias, receptivas ou arredias. Por serem todas diferentes umas das outras, precisam ser ensinadas de forma personalizada. Sejam quais forem as circunstâncias das irmãs a quem ensinam, vocês podem ajudálas a conhecer melhor o Salvador e viver Seu evangelho de modo mais pleno e fiel.

Quando estava servindo como presidente geral da Sociedade de Socorro, a irmã Elaine L. Jack contou a seguinte história:

“Priscila Samson-Davis, uma irmã de Gana, tem enfrentado dificuldades. Encontrou muitas pedras no caminho de sua vida. Como professora, observou famílias alimentarem crianças durante crises de disenteria e malária, trabalhar com afinco, negociar diariamente para conseguir sacos de arroz, cebolas, tomates, qualquer comida para manter vivos os seus entes queridos. Ela trabalha como professora visitante e viaja de ônibus regularmente para visitar uma irmã do outro lado da cidade. Quando lhe perguntaram se a tarefa era difícil, devido a tudo o que precisava enfrentar, ela simplesmente respondeu: ‘Não é difícil. A irmã que visito não sabe ler. Leio as escrituras para ela quando a visito’.

A resposta simples confirmou sua fé e segurança de que estava no caminho certo. Embora o itinerário do ônibus fosse tortuoso e interrompido por muitas paradas, aos olhos do Senhor era verdadeiramente reto e apertado, pois seguia na direção certa. Ela estava tratando dos negócios de Seu Pai”. (Conference Report, abril de 1994, p. 19; ou Ensign, maio de 1994, p. 16; A Liahona, julho de 1994, pp. 16–19.)

Escolher a Mensagem

Ao escolherem a mensagem que vão dar, lembrem-se da diretriz a seguir: “As professoras visitantes dão instruções espirituais por meio de uma mensagem mensal. As mensagens publicadas em A Liahona devem ser usadas como guia e adaptadas às necessidades de cada irmã”.

(Manual de Instruções da Igreja, Volume 2: Líderes do Sacerdócio e das Auxiliares [1998], p. 203) Busquem a orientação do Espírito ao estudarem cuidadosamente a mensagem do mês com sua companheira e então, em espírito de oração, pensem em cada irmã que visitam. Além da mensagem, utilizem as escrituras e os ensinamentos dos profetas modernos como recursos principais para planejarem a visita. Vocês podem complementá-los com outros materiais produzidos pela Igreja.

Preparar a Mensagem

Preparem cada mensagem das professoras visitantes com o mesmo cuidado que preparariam uma aula a ser dada na Igreja. As sugestões a seguir podem ser úteis:

  • Estudem a lição. Conversem com a companheira para decidir o que cada uma fará na visita.

  • Sigam as instruções contidas em “Elaborar Aulas a Partir de Discursos de Conferência e Outras Fontes”, nas páginas 100–101.

  • Adaptem a mensagem e os métodos didáticos de acordo com as circunstâncias, formação, idade e interesses de cada irmã que visitarem.

Apresentar a Mensagem

As sugestões a seguir as ajudarão a ensinar as irmãs a quem visitam:

  • Sempre que possível, orem e leiam as escrituras juntas. Utilizem adequadamente as escrituras em cada oportunidade que surgir. Tragam-nas para cada visita. Usem-nas para responder a perguntas ou dar conselhos.

  • Sigam os sussurros do Espírito ao ensinarem.

  • Sejam sensíveis às limitações de tempo das irmãs que visitarem.

  • Busquem meios de fazer com que as irmãs a quem visitam participem das discussões. Demonstrem interesse genuíno pelo que elas tiverem a dizer.

  • Testifiquem das verdades que ensinarem. Dêem exemplos de como aplicá-las no dia-a-dia.