Guias e chamados
Elaborar aulas a partir de discursos de conferência e outras fontes
anterior seguinte

32

Elaborar aulas a partir de discursos de conferência e outras fontes

Não existe um manual específico para cada ocasião de ensino da Igreja. Em algumas situações, você vai dar aula utilizando um livro que contenha perguntas de estudo, mas não um plano de lições.

Quando preparar aulas a partir desses recursos, siga as sugestões contidas em “Preparar a Aula”. (Páginas 98–99) Ao fazêlo, o Espírito vai guiá-lo em suas decisões sobre o que ensinar e como ensinar.

Exemplo de Como Planejar uma Aula a Partir de um Discurso de Conferência

Leia o trecho a seguir, retirado de um discurso do Élder Joseph B. Wirthlin:

“A parte final da 13ª regra de fé afirma: ‘Se houver qualquer coisa virtuosa, amável, de boa fama ou louvável, nós a procuraremos’.

O verbo procurar significa buscar, esforçar-se por alcançar ou conseguir. Envolve uma atitude positiva e dinâmica em relação à vida. Abraão, por exemplo, ‘[buscou] as bênçãos dos pais (…) e ser maior seguidor da retidão e possuir maior conhecimento’. (Abraão 1:2) É o contrário de esperar passivamente que algo bom nos advenha sem esforço algum de nossa parte.

Podemos preencher nossa vida de coisas boas, sem deixar assim espaço para nada mais. Temos tantas coisas louváveis para escolher que não há nenhum motivo para optarmos pelo mal”. (Conference Report, abril de 1992; ou Ensign, maio de 1992, p. 86)

O exemplo a seguir mostra uma possível forma de preparar uma aula baseada nessa declaração.

1. Leia a declaração do Élder Wirthlin.

Em espírito de oração, pense em seus alunos, ponderando como essa passagem pode aplicar-se a eles.

2. Decida o que deve acontecer na vida de seus alunos em decorrência da aula.

Se der aula para os jovens, por exemplo, talvez seja o caso de estabelecer metas que os ajudarão a sair em busca de coisas louváveis. Isso pode incluir metas relativas ao estudo das escrituras, a atividades recreativas sadias ou a programas edificantes com os amigos.

3. Determine o princípio ou princípios fundamentais que vai ensinar, junto com possíveis idéias secundárias.

Seu ponto de interesse dependerá das necessidades de seus alunos. Se for diligente e estiver constantemente em espírito de oração, você receberá a orientação do Espírito para tomar as decisões mais acertadas.

Para ensinar aos jovens a importância de buscar coisas louváveis, por exemplo, você pode dar ênfase à declaração do Élder Wirthlin de que “temos tantas coisas louváveis para escolher que não há nenhum motivo para optarmos pelo mal”. Uma das idéias secundárias pode ser a que devemos procurar avidamente as coisas boas e que podemos rogar o auxílio do Senhor nesse nosso empenho.

Ao preparar-se para ensinar esses princípios, você pode ler Doutrina e Convênios 6:7, que diz não devermos “[buscar] riquezas, mas sabedoria”, e Doutrina e Convênios 46:8, que diz devermos “[procurar] com zelo os melhores dons”. Ao estudar essas passagens, você poderá identificar quais serão mais úteis para ensinar os princípios da lição.

4. Avalie como você pretende ensinar as idéias principais e secundárias escolhidas.

Estude com cuidado os métodos didáticos descritos nas páginas 159–184. Ao refletir sobre a forma de dar suas aulas, idéias poderão vir-lhe à mente.

Por exemplo, você pode realizar uma atividade no quadro-negro na qual os alunos escrevam as diferentes formas de usar o tempo. Isso poderá fazer com que discutam se estão cumprindo o conselho dado pelo Élder Wirthlin de “preencher [a] vida de coisas boas, sem deixar assim espaço para nada mais”.

Ao planejar essas discussões, comece pensando nas perguntas que fará. (Ver “Ensinar com Perguntas”, páginas 68–70.) Ao falar da importância de viver de acordo com o conselho do Élder Wirthlin, por exemplo, você pode perguntar: “Que mudanças podemos fazer que podem ajudar-nos a encher nossa vida de coisas louváveis?”

Quanto mais detalhadamente você refletir sobre as necessidades específicas de seus alunos e quanto mais estudar os diversos métodos didáticos encontrados neste livro, mais confiante e criativo você será ao desenvolver idéias para ensinar.

Preparar aulas a partir de discursos de conferência geral e outros recursos exigirá doses maiores de criatividade. Caso se prepare diligentemente e busque o Espírito, você será inspirado na preparação dessas aulas. Você e seus alunos serão abençoados por causa de sua preparação.