Guias e chamados
Ouvir
anterior seguinte

15

Ouvir

Ouvir é uma demonstração de amor. Em geral, exige sacrifícios. Quando verdadeiramente ouvimos as pessoas, costumamos abdicar do que queremos dizer para dar-lhes a oportunidade de expressarem-se.

Como Ouvir Atenciosamente Pode Beneficiar Seus Alunos

Como professor, você proporciona muitas coisas boas ao ouvir. Quando ouve, você volta a atenção para as necessidades e interesses das pessoas. Você demonstra respeito por suas idéias, opiniões e experiências. Mostra que se importa com elas individualmente. Quando percebem que as idéias delas são importantes para você, é mais provável que elas:

  • Sejam receptivas e se entusiasmem;

  • Externem pensamentos e contem experiências;

  • Se empenhem para aprender;

  • Vivam o que aprendem.

Algumas pessoas acham que ouvir atenciosamente outro membro do grupo significa ignorar os demais e assim prejudicá-los. Não é o caso. Ouvir atenciosamente uma pessoa ajuda as outras a saberem que você se importa com todos. E quando você ouve os membros da família ou os alunos um de cada vez, dá-lhes o exemplo para que façam o mesmo.

Como Ouvir Atenciosamente Pode Beneficiá-lo como Professor

Ouvir atenciosamente vai beneficiá-lo como professor. Ao ouvir com amor e respeito os comentários dos alunos, você conseguirá: • Avaliar até que ponto eles estão envolvidos no processo de aprendizado;

  • Avaliar o quanto eles estão aprendendo;

  • Entender melhor as necessidades deles;

  • Detectar e remover obstáculos que possam limitar o aprendizado deles, como o desânimo ou a preocupação com outras coisas;

  • Compreender melhor as dúvidas que os estejam incomodando para poder conduzi-los às respostas;

  • Saber quando dar continuidade ao estudo de um ponto importante para eles;

  • Saber quando eles precisam de uma oportunidade para falar;

  • Decidir quando repetir princípios específicos ou dar mais explicações;

  • Saber quando adaptar a forma de dar determinada aula;

Ouvir também trará grandes benefícios para você pessoalmente. Ao ouvir seus alunos, você verá que eles têm muito a ensinar-lhe.

Sugestões para Ouvir de Modo Mais Eficaz

Como seus alunos saberão que você está ouvindo? Você pode demonstrá-lo por meio de uma expressão de interesse. Olhe para seus interlocutores e não para o manual ou outros objetos da sala. Incentive-os a completarem seus pensamentos, sem interrompê-los. Evite, ao conversar, precipitar-se e dar conselhos e emitir julgamentos prematuramente. Quando entender o que está sendo dito, faça comentários que mostrem que está compreendendo. Quando você não entender, pergunte.

Cogite aplicar as idéias a seguir ao empenhar-se para aumentar sua capacidade de ouvir.

Fazer Perguntas

Perguntas semelhantes às que estão abaixo podem mostrar que você se importa com as idéias e sentimentos de cada aluno:

  • Você poderia falar mais sobre isso? • Como você se sentiu quando isso aconteceu?

  • Acho que não entendi muito bem. Você está dizendo que (…)?

  • Poderia explicar-me isso?

Fazer Pausas

Não tenha medo do silêncio. As pessoas muitas vezes precisam de tempo para pensar nas perguntas, responder a elas ou externar seus sentimentos. Você pode fazer uma pausa depois de lançar uma pergunta, após o relato de uma experiência espiritual ou quando uma pessoa estiver tendo dificuldade para expressar-se. Antes de fazer uma intervenção, não deixe de dar aos alunos tempo suficiente para completarem o raciocínio. Obviamente, não convém fazer pausas longas demais, principalmente quando uma pessoa estiver pouco à vontade ou sentindo-se pressionada a pronunciar-se.

Prestar Atenção ao que o Interlocutor Está Dizendo

Às vezes, temos a tendência de pensar no que vamos dizer em seguida, em vez de ouvir as pessoas. Certifique-se de estar com a atenção voltada para seu interlocutor, e não planejando sua próxima fala.

Prestar Atenção às Mensagens Não-Verbais do Interlocutor

As pessoas muitas vezes comunicam seus sentimentos pela forma de sentar-se, pelas expressões faciais, pelo que fazem com as mãos, pelo tom de voz e pelo movimento dos olhos. Essas mensagens não-verbais podem ajudá-lo a compreender os sentimentos de seus alunos.

Parafrasear o que o Interlocutor Disser

Depois de atentar para as mensagens verbais e nãoverbais, diga com as próprias palavras o que entendeu, a fim de verificar que compreendeu corretamente. Depois disso, pergunte à pessoa: “É isso o que você estava dizendo?” ou “Precisamos falar mais a respeito disso?” Ao proceder dessa forma, tenha cuidado para não falar com tom de superioridade.

Ensinar os Alunos a Ouvirem Uns aos Outros

Lembre os alunos de que ouvir é uma demonstração de amor. As sugestões a seguir podem incentivá-los a ouviremse mutuamente:

  • Depois que uma pessoa responder a uma pergunta ou fizer um comentário, peça às demais que complementem o que foi dito ou expressem uma opinião diferente.

  • Quando alguém fizer uma pergunta, devolva-a à turma em vez de responder. Diga, por exemplo: “Alguém gostaria de responder a essa pergunta?”

  • Com certa antecedência, peça a uma ou mais pessoas que se preparem para resumir as idéias expressas durante uma discussão.

O Salvador observava e ouvia constantemente Seus discípulos, adaptando Seus ensinamentos às necessidades que detectava. Por exemplo, depois de dirigir-se ao povo nefita, Ele disse: “Portanto ide para vossas casas, meditai sobre as coisas que eu disse”. (3 Néfi 17:3) Contudo, quando estava prestes a partir, “olhou novamente para a multidão que o cercava e viu que estavam em lágrimas e olhavam-no fixamente, como se quisessem pedir-lhe que permanecesse um pouco mais com eles”. (3 Néfi 17:5) Ele percebeu quais eram as necessidades deles e ficou mais tempo para ministrar-lhes e instruí-los. Ao ouvir seus alunos atenciosamente e reagir de maneira adequada, você ajuda a atender às necessidades deles no aprendizado do evangelho.