Guias e chamados
Convidar o espírito ao ensinar
anterior seguinte

8

Convidar o espírito ao ensinar

Como professor, compete-lhe preparar um ambiente que convide o Espírito a fazer parte de seu ensino. Assim, o Espírito poderá prestar testemunho da veracidade dos princípios que ensinar. As sugestões a seguir o ajudarão a convidar o Espírito durante as aulas.

Orar

O Senhor disse: “Ora sempre e derramarei meu Espírito sobre ti e grande será tua bênção — sim, até maior do que se obtivesses tesouros da Terra e corruptibilidade na mesma medida”. (D&C 19:38) A oração ajuda-nos a ser reverentes e a preparar-nos para aprender o evangelho. Cada aluno seu deve ter a oportunidade de orar no início e fim das aulas. Em suas orações, eles podem rogar a orientação do Espírito durante a aula e ao aplicar o que aprenderam.

Ao ensinar, ore em seu coração pedindo o Espírito para guiá-lo, abrir o coração dos alunos e testificar e inspirar. Ocasionalmente, peça também aos alunos que orem no coração por você como professor, por eles mesmos e por outras pessoas que estejam empenhadas em aprender. (Ver 3 Néfi 20:1.)

Se você der aula para crianças pequenas, há muito que pode fazer para ajudá-las a ter reverência ao prepararem-se para orar. Lembre-as da importância de sentarem-se em silêncio. Cruze os braços para dar o exemplo. Ensine o tipo de linguagem usado na oração, ajudando-as a utilizar os pronomes de respeito adequados. Até elas aprenderem a orar sozinhas, indique-lhes o que dizer. Agradeça-lhes pelas orações que fizerem e elogie-as de forma breve e carinhosa.

Ensinar a Partir das Escrituras e das Palavras dos Profetas Modernos

Os ensinamentos das escrituras e as palavras dos profetas modernos ajudam-nos imensamente a sentir a influência do Espírito. (Ver “O Poder da Palavra”, páginas 50–51.) O Senhor disse:

“Estas palavras não são de homens nem de um homem, mas são minhas; portanto vós testificareis que são minhas e não de um homem;

Pois é minha voz que vo-las diz; pois vos são dadas pelo meu Espírito; e pelo meu poder vós as podeis ler uns para os outros; e se não fosse pelo meu poder, não as poderíeis ter;

Portanto podeis testificar que ouvistes minha voz e conheceis minhas palavras.” (D&C 18:34–36)

Prestar Testemunho

Quando você presta testemunho dos princípios que ensina, o Espírito Santo pode testificar a cada aluno da veracidade do que você diz. (Ver “Ensinar com o Testemunho”, pp. 43–44.) Testifique sempre que o Espírito o inspirar a fazê-lo e não só no fim das aulas. Crie oportunidades para seus alunos prestarem testemunho.

Relatar Experiências

Nosso testemunho é fortalecido por causa das experiências que vivemos. Talvez você tenha tido uma experiência que fortaleceu seu testemunho de que o Pai Celestial responde às orações. Ou talvez tenha sido abençoado por obedecer a determinado mandamento. Ao relatar essas experiências, você será uma testemunha viva das verdades do evangelho, e o Espírito poderá prestar testemunho às pessoas da veracidade do que você diz. Além de relatar suas experiências pessoais, incentive seus alunos a contarem experiências deles, caso se sintam à vontade para fazê-lo. (Ver “Histórias”, pp. 179–182.)

Utilizar Música

A música permite-nos expressar sentimentos espirituais que talvez nos seja difícil traduzir pela palavra escrita. (…) O Élder Boyd K. Packer disse que “podemos sentir e aprender com grande rapidez por meio da música (…) algumas coisas espirituais que levaríamos muito tempo para conseguir de outra forma”. (“The Arts and the Spirit of the Lord”, Ensign, agosto de 1976, p. 61)

Os hinos da Igreja e as músicas da Primária ensinam princípios do evangelho. Você pode utilizá-los em quase todas as aulas para apresentar ou resumir uma idéia. As músicas da Primária permitem às crianças prestar testemunho de maneira simples e bela. (Ver “Música”, páginas 172–174.)

No prefácio do hinário, há mais idéias sobre como utilizar músicas sacras nas reuniões da Igreja, no lar e em sua vida pessoal. (Ver Hinos, páginas ix–x.)

Expressar Amor pelo Senhor e pelas Pessoas

Você pode expressar seu amor por seus alunos ouvindoos com atenção e interessando-se sinceramente pela vida deles. O amor cristão tem o poder de abrandar o coração das pessoas e ajudá-las a serem receptivas aos sussurros do Espírito. (Ver “O Amor Enternece o Coração”, pp. 31–32.)

Outras Informações

Na lição 3 do curso Ensinar o Evangelho (pp. 198–202) há mais sugestões sobre como ensinar pelo Espírito.