Seminário
Unidade 6: Dia 4, Gênesis 25–27
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Unidade 6: Dia 4

Gênesis 25–27

Introdução

Antes de morrer, Abraão deu tudo o que tinha a Isaque. Rebeca, a mulher de Isaque, deu à luz dois filhos, Esaú e Jacó. Esaú vendeu a primogenitura a Jacó, e Isaque concedeu, posteriormente, a bênção da primogenitura — que incluía as bênçãos do convênio abraâmico — a Jacó.

Gênesis 25:1–18

Abraão dá tudo o que tem a Isaque

Abraham and Isaac Look at the Stars

Abraão e Isaque estudando as estrelas

Gênesis 25:1–18 relata os anos finais de Abraão na Terra, sua morte e a morte de Ismael, filho de Abraão e Agar. No final da vida, Abraão casou-se com uma mulher chamada Quetura, que lhe deu seis filhos. As escrituras referem-se a Quetura como uma concubina (ver I Crônicas 1:32). A palavra concubina é usada para descrever as mulheres no Velho Testamento que, na época e cultura em que viviam, eram legalmente casadas com um homem, mas tinham uma posição social inferior. A posição social inferior poderia significar que elas e os filhos não receberiam o mesmo tipo de heranças que as mulheres de posição social superior e seus filhos.

Leia Gênesis 25:5–6 e identifique o que Abraão deu aos filhos antes de morrer.

Isaque recebeu mais do que os outros filhos de Abraão por causa de sua primogenitura. Um filho que possuía a primogenitura herdava não apenas as terras e os bens do pai, mas também a posição do pai como o patriarca e líder espiritual da família (ver Guia para Estudo das Escrituras, “Primogenitura”). O filho era então responsável por usar esses recursos para cuidar das necessidades da família. A “primogenitura era passada de pai para filho, que era geralmente, mas não sempre, o filho mais velho. A retidão era um fator mais importante do que o fato de ter sido o primeiro a nascer” (O Velho Testamento, Manual do Aluno: Gênesis a II Samuel, manual do Sistema Educacional da Igreja, 1984, pp. 37–40. A primogenitura que Isaque recebeu de Abraão também incluía todas as bênçãos e responsabilidades do convênio abraâmico.

Gênesis 25:19–34

Esaú vende a primogenitura a Jacó

Pense no que você mais gosta de comer. Se alguém lhe oferecesse um pouquinho agora ou a quantidade que quisesse se você esperasse uma hora, o que escolheria? Por quê?

Ao estudar as escolhas de alguém que trocou um bem precioso por algo de valor muito menor, porém imediato, procure os princípios que podem guiá-lo em situações semelhantes.

Leia Gênesis 25:20–21 e identifique como o Senhor abençoou Isaque e Rebeca. Enquanto lê, pode ser útil saber que a palavra estéril significa que não podia ter filhos.

Depois de engravidar, Rebeca ficou preocupada porque os filhos lutavam dentro dela. Leia Gênesis 25:22–23 e identifique o que Rebeca fez quando percebeu essa luta.

O Senhor deu a Rebeca esclarecimentos importantes sobre os dois filhos que ela teria. A frase “o maior servirá ao menor” em Gênesis 25:23 indica que o filho mais novo herdaria futuramente a primogenitura do mais velho.

Leia Gênesis 25:24–28 e identifique os nomes e as características dos dois filhos de Rebeca e Isaque. Você pode marcar o que encontrar. [Observe que, em Gênesis 25:27, nota de rodapé b na Bíblia SUD em inglês, o significado hebraico de simples aqui é “inteiro, completo, perfeito”. Palavras semelhantes foram usadas para descrever Noé (ver Gênesis 6:9) e Abraão (ver Gênesis 17:1) e nos ajudam a entender mais claramente que tipo de homem era Jacó.]

Lembre-se de que Esaú pode ter herdado naturalmente a primogenitura porque ele foi o primeiro a nascer. Leia Gênesis 25:29–31 e identifique o que Jacó pediu a Esaú em troca de um pouco de guisado. Pode ser útil saber que dizer que Jacó “cozera um guisado” (Gênesis 25:29) significa que ele fez um ensopado.

O que você acha que teria feito se estivesse na situação de Esaú? Leia Gênesis 25:32–34 e identifique o que Esaú escolheu fazer.

Você pode marcar a frase “Esaú desprezou a sua primogenitura” em Gênesis 25:34. Isso indica que Esaú tratava a primogenitura como algo de muito pouco significado ou valor.

Gênesis 26

O Senhor guia e abençoa Isaque

Gênesis 26 nos diz que o Senhor guiou Isaque e o abençoou tanto espiritual quanto temporalmente. Ao destacar a bênção de Isaque, esse capítulo pode nos ajudar a entender o que Esaú perdeu quando vendeu a primogenitura a Jacó.

Leia Gênesis 26:2–5, 12–14 e identifique as maneiras pelas quais o Senhor abençoou a Isaque.

“Sob a ordem patriarcal, o direito ou herança do filho primogênito é chamado de primogenitura. Isso inclui geralmente uma herança da terra e também da autoridade para presidir. (…)

Só a linhagem não garante as bênçãos (…), mas as oportunidades são oferecidas ao primogênito da linhagem escolhida. Há muitos exemplos nas escrituras do filho que era o primogênito perder a primogenitura por causa da iniquidade e o ofício ser dado a outro; como é o caso de Esaú (Gênesis 25:24–34; 27)” (Guia para Estudo das Escrituras, “Primogenitura”).

Esaú perdeu bênçãos não apenas pela escolha de vender a primogenitura, mas também por outras escolhas que ele fez. Leia Gênesis 26:34–35 e identifique as outras escolhas que Esaú fez que o destituíram das bênçãos.

Observe que Gênesis 26:34 declara que Esaú se casou com filhas de heteus. Os heteus eram um povo que não acreditava em Deus e adorava ídolos. Isaque e Rebeca ficaram tristes porque as escolhas de casamento de Esaú privaram a ele, as mulheres e os filhos de receber as bênçãos do convênio abraâmico — que inclui o convênio do casamento eterno que é exigido de nós para recebermos a vida eterna e nos tornarmos como o Pai Celestial.

Como a escolha de Esaú em se casar com mulheres heteias foi semelhante à escolha que ele fez de vender a primogenitura?

Pondere o que Esaú perdeu por concentrar-se nos prazeres temporários ou mundanos. (Se tivesse permanecido fiel, Esaú poderia ter herdado a bênção da primogenitura.) Complete o seguinte princípio com base no que podemos aprender com as escolhas de Esaú e suas consequências: Se dermos mais valor aos prazeres mundanos ou temporários do que às bênçãos espirituais, então .

Devido aos convênios que fizemos como membros da Igreja de Jesus Cristo, nós também temos bênçãos prometidas se permanecermos fiéis.

  1. Pencil Icon
    Faça as seguintes atividades em seu diário de estudo das escrituras:

    1. Liste alguns prazeres temporários ou mundanos que você pode ser tentado a valorizar mais do que as bênçãos eternas.

    2. Escolha um item da lista e explique como ir em busca daquele prazer poderia fazer você perder suas bênçãos.

Gênesis 27

Isaque abençoa Jacó para presidir os irmãos

Embora Esaú tenha perdido a primogenitura devido à infidelidade, o pai, Isaque, ainda tinha a responsabilidade de conferir a bênção da primogenitura a um dos filhos. Em Gênesis 27:1–33, aprendemos que Isaque pretendia dar a bênção da primogenitura a Esaú. Lembre-se de que Rebeca havia aprendido anteriormente por revelação que Jacó receberia a primogenitura (ver Gênesis 25:23). Rebeca instruiu Jacó a aproximar-se de Isaque, que estava cego, e se apresentar como se fosse Esaú para que Jacó pudesse receber a bênção da primogenitura. Jacó executou esse plano com relutância e recebeu a bênção.

Isaac Deceived by Jacob

Isaque deu a bênção da primogenitura a Jacó.

Depois que Isaque descobriu que ele havia conferido a bênção da primogenitura, sem saber, a Jacó, ele poderia ter revogado a bênção e amaldiçoado Jacó, mas ele não fez isso.

Leia Gênesis 27:33 e identifique o que Isaque disse depois de perceber que havia conferido a bênção da primogenitura a Jacó em vez de Esaú.

As palavras de Isaque declarando que Jacó “será bendito” (Gênesis 27:33) indicam que a vontade do Senhor havia sido cumprida, e a bênção da primogenitura havia sido dada a quem o Senhor desejava. Por que o Espírito do Senhor o estava guiando, Isaque soube que tinha dado a bênção ao filho certo. Com esse relato aprendemos que o Senhor é capaz de realizar Sua vontade a despeito das fraquezas de Seus servos.

Pondere como essa verdade se relaciona às circunstâncias da Igreja em nossos dias. O Presidente Dieter F. Uchtdorf, da Primeira Presidência, ensinou:

Uchtdorf, Dieter F.

“E para ser perfeitamente honesto, houve ocasiões em que membros ou líderes da Igreja simplesmente cometeram erros. Talvez tenha havido algo que foi dito ou feito e que não estava em harmonia com nossos valores, princípios ou nossa doutrina.

Suponho que a Igreja seria perfeita somente se nela só houvesse pessoas perfeitas. Deus é perfeito, e Sua doutrina é pura. Mas Ele trabalha por nosso intermédio — Seus filhos imperfeitos — e as pessoas imperfeitas cometem erros. (…)

Esse é o modo como sempre foi e como sempre será até o dia perfeito em que o próprio Cristo reinará pessoalmente na Terra.

É triste que alguns tenham tropeçado por causa dos erros cometidos pelos homens. Mas a despeito disso, a verdade eterna do evangelho restaurado encontrado em A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias não foi maculada, diminuída ou destruída.

(…) Esta é a Igreja de Jesus Cristo. Deus não permitirá que Sua Igreja seja desviada de seu caminho traçado ou que falhe em cumprir seu destino divino” (“Venham, Juntem-se a Nós”, A Liahona, novembro de 2013, p. 21).

  1. Pencil Icon
    Responda à seguinte pergunta em seu diário de estudo das escrituras: Por que você acha importante saber que o Senhor é capaz de realizar Sua vontade a despeito das fraquezas de Seus servos?

Estude Gênesis 27:34–38 e identifique as palavras ou frases que indicam como Esaú se sentiu ao descobrir que as bênçãos da primogenitura haviam sido dadas a Jacó.

Com base na resposta de Esaú ao perder as bênçãos, complete o princípio a seguir: Colocar os desejos mundanos ou imediatos acima das prioridades eternas vai acabar levando a .

Assim como Esaú, podemos não sentir imediatamente a tristeza e o pesar pelas escolhas erradas e pelos pecados. Entretanto, qualquer escolha errada que você fizer pode ser sobrepujada por meio da fé em Jesus Cristo e do arrependimento. Lembre-se de que se você pecou, quanto mais cedo se arrepender, mais cedo começará a trilhar o caminho de volta e mais cedo encontrará a paz e a alegria que vêm com o perdão (ver Para o Vigor da Juventude, livreto, 2011, p. 28).

Gênesis 27:39–46 explica que Esaú recebeu uma bênção de Isaque. No entanto, em sua ira por perder a bênção da primogenitura, Esaú decidiu matar Jacó. Rebeca orientou Jacó a viajar para Harã, onde poderia estar livre de Esaú.

  1. Pencil Icon
    A seguinte declaração feita pelo Élder Richard G. Scott, do Quórum dos Doze Apóstolos, pode ajudá-lo a lembrar-se de alguns princípios que você aprendeu ao estudar Gênesis 25–27. Em seu diário de estudo das escrituras, explique como esta declaração pode incentivá-lo a fazer escolhas certas. Escreva esta declaração em um papel e coloque-o num lugar bem visível.

    “Reflitam sobre a vida, não apenas sobre o que vai acontecer hoje ou amanhã. Não desistam do que mais desejam na vida por causa de alguma coisa que vocês pensam querer agora” (“Jesus Cristo, Nosso Redentor”, A Liahona, maio de 1997, p. 65).

  2. Pencil Icon
    Escreva o seguinte no final das designações de hoje, em seu diário de estudo das escrituras:

    Estudei Gênesis 25–27 e concluí esta lição em (data).

    Perguntas, pensamentos e ideias adicionais que gostaria de comentar com meu professor: