Tópicos
Templos
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Templos

Os templos são literalmente casas do Senhor. São lugares sagrados de adoração que o Senhor pode visitar. Somente o lar pode comparar-se com os templos em santidade.

Ao longo da história, o Senhor ordenou a Seu povo que construísse templos. Hoje a Igreja está dando ouvidos à ordem do Senhor de construir templos em todo o mundo, tornando as bênçãos do templo disponíveis para um maior número de filhos do Pai Celestial.

Ordenanças para os Vivos

O principal propósito dos templos é proporcionar as ordenanças necessárias à nossa exaltação no reino celestial. As ordenanças do templo levam às maiores bênçãos que se tornaram disponíveis por meio da Expiação de Jesus Cristo. Tudo o que fazemos na Igreja—nossas reuniões e atividades, os esforços missionários, as aulas que ensinamos e os hinos que cantamos—devem apontar-nos o Salvador e a obra que fazemos nos templos sagrados.

Uma das ordenanças que recebemos no templo é a investidura. Essa ordenança é uma verdadeira dádiva de Deus. Ela consiste de uma série de instruções e inclui convênios que fazemos de viver em retidão e de acordo com os requisitos do evangelho. A investidura ajuda-nos a focalizar mais no Salvador, em Seu papel no plano de nosso Pai Celestial e no nosso compromisso de segui-Lo.

Outra ordenança do templo é o casamento celestial, no qual marido e mulher são selados um ao outro por toda a eternidade. Um selamento feito no templo continua para sempre se marido e mulher forem fiéis aos convênios feitos.

Os filhos nascidos de pais que já foram selados no templo nascem dentro do convênio. Esses filhos automaticamente se tornam parte de uma família eterna. Os filhos que não nasceram no convênio podem também tornar-se parte de uma família eterna, desde que seus pais biológicos ou adotivos tenham sido selados um ao outro. A ordenança do selamento dos filhos aos pais é feita no templo.

Caso você já tenha recebido as ordenanças do templo, lembre-se sempre dos convênios feitos ali. Volte ao templo sempre que for possível. Se já tiver filhos, ensine-lhes o significado do templo e ajude-os a preparar-se para serem dignos de entrar na casa do Senhor.

Caso ainda não tenha recebido as ordenanças do templo, comece a preparar-se agora. Quando as circunstâncias o permitirem, freqüente o templo e participe dos batismos e confirmações para os mortos.

Ordenanças para os Mortos

As pessoas que morreram sem receber as ordenanças essenciais do evangelho podem receber essas ordenanças por meio do trabalho feito nos templos. Você poderá fazer essa obra em favor de seus antepassados falecidos. Agindo como procurador, você pode ser batizado e confirmado, receber a investidura e participar dos selamentos de marido e mulher e dos filhos aos pais.

É seu dever procurar ativamente os registros de seus antepassados falecidos para que a obra do templo seja feita por eles.

Para obter maiores informações sobre a obra do templo em favor dos mortos e sobre o trabalho de história da família, ver “História da Família e Genealogia, O Trabalho de”, páginas 94–98.

Dignidade para Entrar no Templo

É preciso ser digno para entrar no templo. A certeza dessa dignidade é verificada por meio de duas entrevistas—uma com um membro do seu bispado ou com o presidente do ramo e outra com um membro da presidência da estaca ou com o presidente da missão. Seus líderes do sacerdócio manterão essas entrevistas particulares e confidenciais. Em cada uma dessas entrevistas, o líder do sacerdócio fará perguntas sobre a sua conduta e dignidade pessoais. Ele lhe perguntará sobre o seu testemunho do Pai Celestial e da Expiação de Jesus Cristo. Também perguntará se você apóia os líderes gerais e locais da Igreja. Ele pedirá que você confirme que é moralmente limpo e que guarda a Palavra de Sabedoria, se paga o dízimo completo, se sua vida está em harmonia com os ensinamentos da Igreja e se não mantém afiliação a grupos apóstatas ou tem simpatia por eles.

Se as respostas que der forem satisfatórias e se você e seu líder do sacerdócio ficarem certos de que você é digno de entrar no templo, você receberá uma recomendação. Essa recomendação deverá ser assinada por você e pelos líderes do sacerdócio e ela lhe permitirá entrar no templo nos dois anos seguintes, desde que continue digno.

Na entrevista para solicitar a recomendação para o templo, você tem uma ótima oportunidade de analisar sua dignidade e seu modo de viver. Se algo não estiver correto em sua vida, procure falar com o seu bispo ou presidente de ramo bem antes da entrevista de recomendação para o templo, pois assim ele o ajudará a preparar-se para tornar-se digno.

Roupas do Templo

Para ir ao templo, você deve usar suas melhores roupas, como faz para ir à Igreja. Dentro do templo, trocamos nossas roupas pelas roupas brancas do templo em um vestiário, onde usamos armários com chave e nos trocamos em compartimentos individuais. No templo, mantemos todo o recato.

Ao colocar suas roupas no armário, deixe para trás todas as preocupações mundanas. Com as roupas brancas, você poderá sentir a unidade e o sentido de igualdade em relação a todas as outras pessoas que estiverem no templo, pois todas estarão vestidas de maneira similar.

O Uso das Roupas do Templo [Garment]

Depois de receber a investidura, você terá a bênção de usar as roupas do templo [o garment] por toda a vida. Você deve usá-las de acordo com as instruções que receber na investidura. Lembre-se de que as bênçãos relativas a esse privilégio sagrado dependem de sua dignidade e da fidelidade em cumprir os convênios do templo.

As roupas do templo [ou garments] servem de lembrete constante dos convênios feitos no templo. Você deve tratá-las sempre com respeito; não deve deixá-las à vista de quem não entende o que significam e não deve modificá-las para que se adaptem à moda. Quando usadas da maneira certa, essas roupas são uma proteção contra as tentações e o mal. O seu uso é uma manifestação exterior do compromisso íntimo de seguir o Salvador.

As Bênçãos da Freqüência ao Templo

Além de ser um lugar onde se realizam cerimônias sagradas do sacerdócio, o templo é um lugar de paz e revelação. Quando você estiver aflito ou quando decisões cruciais pesarem muito em sua mente, você pode levar suas preocupações ao templo. Ali você poderá receber orientação espiritual.

Pode ser que às vezes, você sinta dificuldade de pensar com clareza devido ao grande número de problemas em sua mente e de muitas outras coisas que clamam por sua atenção. No templo, seus pensamentos podem-se acalmar, sua visão aclarar-se e você pode entender coisas que não entendia antes; pode encontrar novas maneiras de lidar com as dificuldades que enfrenta.

O Senhor o abençoará à medida que você participar das ordenanças sagradas do templo. E as bênçãos que Ele concede não se limitarão ao tempo que você passar no templo. Ele o abençoará em todos os aspectos da vida. Seu trabalho no templo o fortalecerá e o refinará espiritualmente.