Tópicos
Plano de Salvação
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Plano de Salvação

Na existência pré-mortal, o Pai Celestial preparou um plano para dar-nos a possibilidade de nos tornar semelhantes a Ele e receber a plenitude da alegria. As escrituras referem-se a esse plano como “o plano de salvação”. (Alma 24:14; Moisés 6:62), “o grande plano de felicidade”. (Alma 42:8), “o plano de redenção”. (Jacó 6:8; Alma 12:30) e como “o plano de misericórdia”. (Alma 42:15)

O plano de salvação é a plenitude do evangelho. Inclui a Criação, a Queda, a Expiação de Jesus Cristo e todas as leis, ordenanças e doutrinas do evangelho. O arbítrio moral, a habilidade de escolhermos e agirmos por nós mesmos, também é essencial ao plano do Pai Celestial. Por causa desse plano, podemos ser aperfeiçoados por meio da Expiação, receber a plenitude da alegria e viver para sempre na presença de Deus. Também por meio desse plano, nossos relacionamentos familiares podem durar por todas as eternidades.

Você é um participante do plano do Pai Celestial e a sua experiência eterna pode ser dividida em três partes principais: a vida pré-mortal, a vida mortal e a vida após a morte. À medida que compreender o plano, você encontrará respostas para as perguntas feitas por tantas pessoas: De onde vim? Por que estou aqui? Para onde vou após esta vida?

Vida Pré-Mortal

Antes de nascer nesta Terra, você vivia na presença do Pai Celestial como filho espiritual Dele. Nessa existência pré-mortal, você e os outros filhos e filhas do Pai Celestial participaram de um conselho em que o Pai Celestial apresentou Seu grande plano de felicidade. (Ver Abraão 3:22–26.)

Em harmonia com o plano de felicidade, ainda na vida pré-mortal, Jesus Cristo, o Filho Primogênito do Pai em espírito, fez convênio de ser o Salvador. (Ver Moisés 4:2; Abraão 3:27.) Aqueles que seguiram o Pai Celestial e Jesus Cristo receberam permissão de vir a esta Terra para experimentar a mortalidade e para progredir rumo à vida eterna. Lúcifer, outro filho espiritual de Deus, rebelou-se contra o plano e procurou “destruir o arbítrio do homem”. (Moisés 4:3) Ele tornou-se Satanás e, juntamente com seus seguidores, foi lançado para fora dos céus e a eles foram negados os privilégios de receber um corpo físico e experimentar a mortalidade. (Ver Moisés 4:4; Abraão 3:27–28.)

Ao longo de sua vida pré-mortal, você desenvolveu a sua identidade e aumentou a sua capacidade espiritual. Abençoado com o dom do arbítrio, você tomou importantes decisões, tal como a de seguir o plano do Pai Celestial. As decisões tomadas afetaram a sua vida naquela época e a afetam agora. Você cresceu em inteligência, aprendeu a amar a verdade e preparou-se para vir à Terra, onde poderia continuar a progredir.

A Vida Mortal

Você está agora experimentando a vida mortal. O seu espírito está unido ao seu corpo, dando-lhe oportunidades de crescer e se desenvolver de modos que não eram possíveis na vida pré-mortal. Esta parte da sua existência é uma época de aprendizagem na qual você pode ser provado, pode escolher vir a Cristo e preparar-se para ser digno da vida eterna. É também uma ocasião na qual você pode ajudar outros a encontrarem a verdade e a ganharem um testemunho do plano de salvação.

Vida Após a Morte

Quando você morrer, o seu espírito entrará no mundo espiritual e aguardará a ressurreição. Na ressurreição, o seu espírito e o seu corpo serão reunidos e você será julgado e será recebido em um reino de glória. A glória que você herdará dependerá de seu grau de conversão e de sua obediência aos mandamentos do Senhor. (Ver “Reinos de Glória”, páginas 147–150.) Ela dependerá da maneira que você recebeu “o testemunho de Jesus”. (D&C 76:51; ver também os versículos 74, 79 e 101.)

Bênçãos por Meio do Conhecimento do Plano

O testemunho do plano de salvação pode dar-lhe esperança e propósito ao lutar com as dificuldades da vida. Você pode encontrar segurança no conhecimento de que é um filho de Deus e de que viveu em Sua presença antes de nascer nesta Terra. Saber que as suas ações durante a mortalidade influenciarão o seu destino eterno dará significado à sua vida atual. Com esse conhecimento, você poderá tomar as decisões importantes com base em verdades eternas, em vez de fazê-lo baseando-se nas circunstâncias instáveis da vida. Você poderá melhorar continuamente as suas relações com seus familiares regozijando-se na promessa de que a sua família pode ser eterna. Poderá encontrar alegria em seu testemunho da Expiação e nos mandamentos, ordenanças, convênios e doutrinas do Senhor, sabendo que “aquele que pratica as obras de retidão receberá sua recompensa, sim, paz neste mundo e vida eterna no mundo vindouro”. (D&C 59:23)