Tópicos
Graça
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Graça

A palavra graça, como é utilizada nas escrituras, refere-se principalmente à ajuda divina e à força que recebemos por meio da Expiação do Senhor Jesus Cristo. O Apóstolo Pedro ensinou que devemos crescer “na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo”. (II Pedro 3:18)

Salvação pela Graça

Devido à Queda, todos nós passaremos pela morte temporal. Por meio da graça, que o sacrifício expiatório do Salvador colocou ao nosso alcance, todas as pessoas ressuscitarão e receberão a imortalidade; (ver 2 Néfi 9:6–13) mas a ressurreição por si só não nos qualifica para a vida eterna na presença de Deus. Nossos pecados tornam-nos impuros e indignos de viver na presença de Deus; portanto precisamos que Sua graça nos purifique e aperfeiçoe “depois de tudo o que pudermos fazer”. (2 Néfi 25:23)

As palavras “depois de tudo o que pudermos fazer” ensinam que temos de nos esforçar para receber a plenitude da graça do Senhor e tornar-nos dignos de viver com Ele. O Senhor ordenou-nos que obedecêssemos ao Seu evangelho, e a fé Nele, o arrependimento de nossos pecados, o batismo, o dom do Espírito Santo e perseverar até o fim fazem parte disso. (Ver João 3:3–5; 3 Néfi 27:16–20; Regras de Fé 1:3–4.) O profeta Morôni escreveu a respeito da graça que recebemos quando nos achegamos ao Salvador e obedecemos aos Seus ensinamentos:

“Vinde a Cristo, sede aperfeiçoados nele e negai-vos a toda iniqüidade; e se vos negardes a toda iniqüidade e amardes a Deus com todo o vosso poder, mente e força, então sua graça vos será suficiente; e por sua graça podeis ser perfeitos em Cristo; e se pela graça de Deus fordes perfeitos em Cristo, não podereis, de modo algum, negar o poder de Deus.

E novamente, se pela graça de Deus fordes perfeitos em Cristo e não negardes o seu poder, então sereis santificados em Cristo pela graça de Deus, por meio do derramamento do sangue de Cristo, que está no convênio do Pai para a remissão de vossos pecados, a fim de que vos torneis santos, sem mácula”. (Morôni 10:32–33)

Como Receber a Graça por Toda a Vida

Você precisa da graça para alcançar a salvação definitiva, mas também precisa dela todos os dias de sua vida, pois ela é o poder que torna todas as coisas operantes e nos permite agir. À medida que você se achegar ao Pai Celestial com diligência, humildade e mansidão, Ele o edificará e o fortalecerá por meio da graça. (Ver Provérbios 3:34; I Pedro 5:5; D&C 88:78; 106:7–8.) A confiança na graça de Deus permitirá que você faça progresso e que sua retidão aumente. O próprio Jesus “a princípio não recebeu da plenitude, mas continuou de graça em graça, até receber a plenitude”. (D&C 93:13) A graça o tornará capaz de ajudar a edificar o reino de Deus, um serviço que você não conseguiria realizar se contasse somente com sua própria força e meios. (Ver João 15:5; Filipenses 4:13; Hebreus 12:28; Jacó 4:6–7.)

Se em algum momento você se sentir desanimado ou sem forças para continuar a viver o evangelho, lembre-se da força que pode receber por meio do poder revitalizante da graça. É possível encontrar consolo e segurança nestas palavras do Senhor: “Minha graça basta a todos os que se humilham perante mim; porque caso se humilhem perante mim e tenham fé em mim, então farei com que as coisas fracas se tornem fortes para eles”. (Éter 12:27)