Tópicos
Convênio Abraâmico
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Convênio Abraâmico

Abraão recebeu o evangelho e foi ordenado sumo sacerdote. (Ver D&C 84:14; Abraão 1:2.) Mais tarde, ele entrou no convênio do casamento celestial, que é o convênio da exaltação. (Ver D&C 131:1–4; 132:19, 29.) Juntamente com os convênios que fez, Abraão recebeu grandes promessas do Senhor relativas à sua família. Entre essas promessas, encontravam-se as seguintes:

  • Sua posteridade seria numerosa. (Ver Gênesis 17:5–6; Abraão 2:9; 3:14.)

  • Sua semente, ou seja, seus descendentes, receberiam o evangelho e portariam o sacerdócio. (Ver Abraão 2:9.)

  • Por meio do ministério de sua semente, “(…) serão abençoadas todas as famílias da Terra, sim com as bênçãos do evangelho, que são as bênçãos da salvação, sim, da vida eterna”. (Abraão 2:11)

No conjunto, todos os convênios e promessas que Abraão recebeu do Senhor chamam-se o convênio abraâmico. É um convênio eterno que se estende a toda a semente de Abraão. (Ver Gênesis 17:7.) A fim de ser contada com a semente de Abraão, a pessoa deve obedecer às leis e ordenanças do evangelho. Dessa forma, a pessoa pode receber todas as bênçãos do convênio abraâmico, mesmo não sendo descendente literal de Abraão. (Ver Gálatas 3:26–29; 4:1–7; D&C 84:33–40.)

Como membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, você é filho do convênio. (Ver 3 Néfi 20:25–26.) Você recebeu o evangelho eterno e herdou as mesmas promessas feitas a Abraão, Isaque e Jacó. Você tem direito às bênçãos do sacerdócio e da vida eterna, de acordo com a sua fidelidade em receber as ordenanças de salvação e do cumprimento dos convênios associados a esse sacerdócio. Nações da Terra serão abençoadas pelos seus esforços e pelos labores de sua posteridade.