Tópicos
Dia do Senhor
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Dia do Senhor

O Dia do Senhor, o domingo, é dedicado semanalmente para descanso e adoração. Na época do Velho Testamento, o povo do convênio de Deus observava o Dia do Senhor no sétimo dia da semana, porque Deus descansou no sétimo dia depois de criar a Terra. O Senhor enfatizou a importância da observação do Seu dia nos Dez Mandamentos:

“Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.

Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.

Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.

Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Senhor o dia do sábado, e o santificou”. (Êxodo 20:8–11)

Após a Ressurreição de Jesus Cristo, que ocorreu no primeiro dia da semana, os discípulos do Senhor começaram a observar o Dia do Senhor no primeiro dia da semana, o domingo. (Ver Atos 20:7.)

Nos últimos dias, o Senhor ordenou-nos a continuar a observar o Seu dia. Ele prometeu-nos que se formos obedientes a esse mandamento, receberemos “a plenitude da terra”. (Ver D&C 59:16–20.)

Sendo o Dia do Senhor um dia sagrado, ele deve ser reservado para atividades dignas e sagradas. Não é suficiente nesse dia nos abstermos do trabalho ou de diversão. De fato, se ficarmos simplesmente sem fazer nada no domingo, não estaremos santificando esse dia. Em uma revelação dada a Joseph Smith em 1831, o Senhor ordenou: “(…) para que mais plenamente te conserves limpo das manchas do mundo, irás à casa de oração e oferecerás teus sacramentos no meu dia santificado; porque em verdade este é um dia designado para descansares de teus labores e prestares tua devoção ao Altíssimo”. (D&C 59:9–10) Em harmonia com essa revelação, assistimos à reunião sacramental semanalmente. Outras atividades apropriadas para o Dia do Senhor podem incluir orar, meditar, estudar as escrituras e os ensinamentos dos profetas modernos, escrever cartas para membros da família e amigos, ler material edificante, visitar os doentes e oprimidos, além de participar de outras reuniões da Igreja.