Capítulo 2: Diretrizes gerais
    Notas de rodapé

    2.6 Como lidar com incidentes e relatá-los

    Um incidente é qualquer ocorrência não planejada que resulte em lesões físicas ou danos à propriedade, ao equipamento ou ao ambiente, inclusive um quase acidente. Os incidentes podem resultar de desastres naturais — como terremotos, tempestades ou inundações — ou de coisas como incêndio, falha estrutural, mau funcionamento do equipamento ou falha em seguir as diretrizes de segurança. Um incidente pode afetar funcionários, voluntários, membros da Igreja ou visitantes. É importante fazer planos para lidar com incidentes, seja qual for a causa. Esta seção contém procedimentos recomendados para lidar com incidentes e relatá-los.

    2.6.1 Investigação e relatórios de incidentes

    Os funcionários devem informar aos supervisores todos os incidentes relacionados ao trabalho, sejam eles graves ou insignificantes.

    Os supervisores devem investigar todos os incidentes para determinar as causas. Os incidentes geralmente têm uma ou mais causas contribuintes, e a remoção de uma das causas pode impedir outro incidente. Um formulário Relatório de incidente (ver capítulo 7) pode ser usado para coletar informações antes que o supervisor preencha o relatório online em incidents.churchofjesuschrist.org. Certifique-se de proteger o local do incidente, tirar fotografias, obter qualquer vídeo de vigilância, reunir declarações de testemunhas e documentar todas as recomendações ou ações corretivas. Outros ferimentos em pessoas que não sejam funcionários e que envolvam instalações ou operações da Igreja também podem ser relatados dessa maneira (ver “Incidentes ou ferimentos envolvendo pessoas que não sejam funcionários” a seguir para mais detalhes). O mesmo portal online incidents.churchofjesuschrist.org deve ser usado para relatar todos os incidentes referentes a acidentes ou danos em veículos automotores. Além disso, um formulário Relatório de acidente de trânsito (ver capítulo 7) deve ser preenchido pelo motorista. Alguns tipos de incidentes podem exigir que mais de um relatório seja preenchido.

    Os incidentes geralmente se enquadram em uma das cinco categorias a seguir:

    2.6.2 Requisitos dos relatórios da OSHA nos EUA

    (A seção a seguir se aplica somente a operações localizadas nos Estados Unidos e em seus territórios.)

    Para lesões relacionadas ao emprego, a OSHA (Occupational Safety and Health Administration) exige que os incidentes sejam relatados dentro dos seguintes prazos:

    • Todas as fatalidades relacionadas ao trabalho devem ser relatadas em até 8 horas

    • Todas as internações hospitalares, amputações ou perda de olho relacionadas ao trabalho devem ser relatadas dentro de 24 horas

    Os seguintes incidentes devem ser registrados no Formulário 300 da OSHA no prazo de sete dias corridos depois de terem ocorrido, se forem relacionados ao trabalho, e após terem sido relatados à supervisão. Obtenha uma cópia do formulário com seu gerente ou coordenador de segurança, saúde e meio ambiente ou com a Divisão de Gestão de Riscos.

    Observação: As agências estaduais de segurança e saúde ocupacional podem ter exigências de notificação mais restritivas, como nos casos em que um incidente resulte no seguinte:

    • Perda de consciência

    • Atividade de trabalho restrita ou transferência de trabalho

    • Tratamento médico além dos primeiros socorros

    2.6.3 Lesões e doenças relacionadas ao emprego

    Os gerentes ou supervisores devem investigar todos os incidentes para determinar as causas. Os incidentes geralmente têm uma ou mais causas contribuintes, e a remoção de uma das causas pode impedir outro incidente. Entreviste as testemunhas e o funcionário ferido ou doente, e registre ou relate tudo o que descobrir. Forneça cópias para a devida gerência (o gerente ou coordenador de segurança e saúde e o encarregado do comitê de segurança e saúde) e guarde uma cópia no arquivo do funcionário.

    Lesões e doenças menos graves que não exigem cuidados médicos fora do local

    Lesões e doenças menos graves que exigem cuidados médicos fora do local

    Doenças e lesões graves

    Para lesões e doenças graves que exigem tratamento hospitalar além dos primeiros socorros, os gerentes ou supervisores devem:

    • Notificar imediatamente a devida gerência (inclusive o gerente ou coordenador de segurança e saúde designado e o encarregado do comitê de segurança e saúde) sobre o incidente. O gerente ou coordenador de segurança e saúde, trabalhando diretamente com a Divisão de Gestão de Riscos, relatará o incidente, conforme adequado, à administração local de segurança e saúde ocupacional dentro do período de tempo exigido (pode ser de oito horas ou menos) após a ocorrência do incidente. O relatório deve descrever as circunstâncias e a extensão das lesões ou doenças.

    • Certifique-se de que a equipe de investigação conclua as etapas listadas em “Lesões e doenças menos graves” e digite as informações exigidas em incidents.churchofjesuschrist.org. Se for prático, a Divisão de Gestão de Riscos pode ajudar na realização de uma investigação sobre as causas do incidente. A equipe responsável pela investigação deve incluir o supervisor de qualquer pessoa ferida e um representante do comitê de segurança e saúde.

    Fatalidades ou prováveis fatalidades

    Para incidentes que resultem em fatalidade ou fatalidade provável, os gerentes e supervisores devem também:

    • Assegurar-se de que o equipamento envolvido em um incidente com uma fatalidade imediata não seja movido até que tenha sido concedida permissão para isso pela agência reguladora local. No entanto, o equipamento pode ser movido, se necessário, para evitar mais incidentes ou remover a vítima.

    • Digite imediatamente as informações solicitadas em incidents.churchofjesuschrist.org.

    2.6.4 Quase incidentes

    Um quase incidente é qualquer perigo ou evento não planejado que poderia ter causado ferimentos ou danos materiais. Os supervisores devem investigar as causas, registrar o que aconteceu e tomar medidas corretivas para evitar futuros incidentes. Os supervisores podem usar o incidents.churchofjesuschrist.org, os formulários de Relatório de incidentes ou os formulários de Relatório de riscos (ver capítulo 7) para registrar o perigo ou incidente.

    2.6.5 Incidentes ou lesões envolvendo pessoas que não sejam funcionários

    • Quando outras pessoas, como voluntários, membros, clientes ou visitantes, visitam ou usam os serviços ou as instalações da Igreja e estão envolvidas em um incidente ou sofrem um ferimento, o gerente ou supervisor da unidade ou instalação operacional local deve seguir estes procedimentos.

    • Quando ocorrer um incidente ou uma lesão, chame imediatamente o atendimento médico de emergência ou forneça os primeiros socorros, o que for apropriado. Forneça primeiros socorros somente dentro de seu nível de habilidade e treinamento. Não direcione tratamento médico adicional para pessoas que não sejam funcionários.

    • No caso de uma fatalidade, uma lesão grave ou uma ação legal em potencial, entre imediatamente em contato com a Divisão de Gestão de Riscos pelo telefone 1-801-240-4049 ou 1-866-LDS-RISK, ou digite prontamente as informações exigidas em incidents.churchofjesuschrist.org.

    • Mostre empatia e preocupação.

      • Pergunte especificamente o que ocorreu e como isso aconteceu.

      • Pergunte qual foi a extensão dos ferimentos sofridos.

      • Seja observador em relação às condições do entorno.

    • Não admita falhas nem faça declarações sobre qualquer falha ou negligência associada às instalações ou aos serviços.

    • Não assuma nenhum compromisso financeiro em nome da Igreja.

    • Reúna evidências iniciais, como nomes de testemunhas, números de telefone, endereços e relatos do que aconteceu. Colete também as fitas de videovigilância se disponíveis.

      • Tire fotografias do local do incidente e de quaisquer objetos que alegadamente causaram ferimentos ou danos materiais.

      • Guarde todas as evidências físicas para inspeção posterior.

      • Evite especulações ou opiniões. Reúna descrições narrativas baseadas em fatos de testemunhas ou de outras pessoas cientes de algum aspecto do incidente. Utilize o formulário Relatório de incidente — Declaração (ver capítulo 7).

    • Faça um relatório online usando o portal global de relatório de incidentes incidents.churchofjesuschrist.org. Isso exige uma conta SUD. Se não tiver acesso online, você pode preencher manualmente um Relatório de incidente (ver capítulo 7). Se estiver usando uma versão em papel do Relatório de incidentes, incluindo declarações de testemunhas, encaminhe-o imediatamente ao seu representante de segurança e saúde e à Divisão de Gestão de Riscos. Guarde uma cópia no arquivo local.

    2.6.6 Programa de assistência médica em atividades da Igreja

    (A seção a seguir se aplica somente a operações localizadas nos Estados Unidos e no Canadá.)

    Se um incidente envolver lesão em um participante em uma atividade patrocinada pela Igreja ou a alguém que esteja cumprindo uma designação de serviço da Igreja, esse indivíduo pode estar qualificado para participar do programa de Assistência Médica de Atividades da Igreja (CAMA).

    • O CAMA não é um programa de seguro empresarial, indenização de funcionários ou seguro de instalações. Está disponível seja de quem for a culpa, mas é secundário em relação a qualquer outro seguro disponível.

    • Espera-se que as pessoas tenham seu próprio seguro de saúde e empresarial (ver Manual 2: Administração da Igreja, 2010, 13.6.9).

    • Se você achar que o CAMA se aplica às pessoas, incentive-as a entrar em contato com seu líder eclesiástico local para solicitar a inscrição no CAMA.

    • O manual vigente do CAMA contém os benefícios, as limitações e as exclusões específicas do programa.

    • A Deseret Mutual Benefit Administrators (DMBA) é o administrador do programa para o CAMA. Para dúvidas sobre o CAMA, ligue para a DMBA pelo telefone 801-578-5650 (localmente) ou 1-800-777-1647 (ligação gratuita), envie um e-mail para churchactivity@dmba.com, ou acesse o endereço dmba.com/churchactivity.