4.2 Elevadores aéreos
    Notas de rodapé

    4.2 Elevadores aéreos

    Estas diretrizes fornecem procedimentos operacionais-padrão para uso de elevadores aéreos (ver glossário).

    Os gerentes e supervisores têm a responsabilidade de examinar estas diretrizes e de se empenhar para garantir que sejam seguidas.

    • Ao operar elevadores aéreos abaixo, acima ou perto de linhas de energia elétrica, mantenha as seguintes folgas mínimas:

      • 3 metros para linhas classificadas em 50 quilovolts (kV) ou menos.

      • Um mínimo de 3 metros para linhas com classificação acima de 50 kV. Recomenda-se adicionar 2,5 centímetros de distância para cada quilovolt acima de 50 kV.

    • Os elevadores de plataforma devem ser protegidos travando-se o dispositivo na posição de deslocamento inferior antes que o elevador seja transportado.

    • Os controles do elevador devem ser testados todos os dias antes de serem usados para garantir que estejam em condições seguras de funcionamento.

    • Somente pessoas treinadas podem operar um elevador aéreo. Um supervisor ou outro indivíduo qualificado determinará o nível de treinamento necessário para operar um elevador. Todo treinamento deve ser documentado.

    • Os funcionários devem sempre ficar firmemente de pé no chão do elevador e não devem se sentar nem subir na borda da cesta ou nas grades de proteção.

    • Pranchas, escadas de mão ou outros dispositivos de extensão não devem ser usados em um elevador de plataforma ou de tesoura.

    • Ao trabalhar em um elevador aéreo, os funcionários devem usar equipamentos de proteção contra queda ou detenção de queda e prender um talabarte a um ponto de fixação aprovado na cesta. A proteção contra quedas não é necessária em elevadores do tipo tesoura, a menos que a cesta não esteja completamente fechada ou que a proteção contra quedas seja especificada pelo fabricante.

    • Não exceda o limite de carga especificado pelo fabricante do elevador.

    • Os freios devem ser ajustados e os estabilizadores, quando usados, devem ser posicionados em almofadas ou em uma superfície sólida. Calços de rodas devem ser instalados antes de se usar um elevador aéreo em uma inclinação.

    • Os prestadores de serviço não devem ser autorizados a usar ou operar elevadores aéreos da Igreja.

    • Os operadores de elevadores aéreos devem ler todas as instruções e recomendações do fabricante e estar familiarizados com elas.

    • O elevador aéreo não pode ser movido quando a lança estiver elevada a uma posição de trabalho com uma pessoa na cesta, a menos que o equipamento seja especificamente projetado para esse tipo de operação.

    • As plataformas de lança articulada e de lança extensível, projetadas principalmente como transportadores de funcionários, devem ter controles de plataforma (superiores) e controles inferiores. Os controles inferiores devem ser capazes de substituir os controles superiores. Os controles inferiores não devem ser usados a menos que o funcionário que se encontra no elevador tenha dado permissão, exceto no caso de uma emergência.

    • Não use um elevador aéreo se a velocidade do vento exceder 48 km/h.

    • Ao usar uma empilhadeira projetada para elevar funcionários em uma plataforma de segurança:

      • Prenda firmemente a plataforma de segurança ao carro ou aos garfos de elevação.

      • Providencie uma maneira para que os funcionários que se encontram na plataforma desliguem a empilhadeira.

      • Providencie proteção contra queda de objetos.

    • As áreas abaixo dos elevadores aéreos são áreas de risco de queda de objetos e devem ser controladas por barricadas ou por outros meios para impedir a entrada não autorizada na área.

    • Os voluntários não devem ter permissão para operar elevadores aéreos, a menos que tenham o mesmo nível de experiência e treinamento que a equipe contratada conforme determinado por um supervisor.