5.4 Programa de ergonomia de segurança e saúde
    Notas de rodapé

    5.4 Programa de ergonomia de segurança e saúde

    Estas instruções fornecem informações sobre como criar um programa de saúde e segurança ergonômica que ajudará a prevenir distúrbios musculoesqueléticos (DME) no local de trabalho.

    5.4.1 Introdução

    Ergonomia é um esforço para identificar características que permitam que as pessoas trabalhem de maneira segura e eficaz com ferramentas, equipamentos e em sua área de trabalho. Os funcionários que se envolvem em tarefas com movimentos repetitivos podem desenvolver distúrbios musculoesqueléticos.

    O programa de ergonomia de segurança e saúde ajudará a identificar possíveis problemas nos métodos e processos de trabalho. Assim que os possíveis problemas forem identificados, devem ser efetuadas ações corretivas. O plano deve incluir:

    • Apoio da gerência

    • Análise do local de trabalho

    • Prevenção e controle de riscos

    • Gerenciamento médico

    • Treinamento

    As seguintes atividades também devem fazer parte do programa:

    • Relato e análise de registros de lesões e doenças

    • Análise de reivindicações de indenização de funcionários

    • Observação dos métodos e processos de trabalho

    • Interrogar os funcionários

    • Identificar serviços com fatores de risco ergonômicos em potencial

    • Efetuar ação corretiva

    Os gerentes e supervisores de propriedades da Igreja com exposição a riscos ergonômicos devem implementar um programa ergonômico conforme descrito nestas instruções.

    Envolvimento dos funcionários

    Os gerentes e supervisores devem incentivar os funcionários a:

    • Relatar riscos, preocupações ou sugestões à gerência sem medo de represálias.

    • Comunicar de forma rápida e precisa os sinais e sintomas de DME para que possam ser avaliados e tratados. A gerência deve designar um médico para realizar avaliações.

    • Participar do comitê de segurança e saúde para ajudar a formular, avaliar e testar possíveis soluções.

    Análise e avaliação do programa

    Os gerentes e supervisores devem:

    • Examinar o programa regularmente.

    • Preparar relatórios de progresso e atualizações do programa por escrito.

    5.4.2 Elementos do programa

    A seguir estão os elementos essenciais de um programa eficaz de segurança e saúde ergonômica.

    Apoio da gerência

    O apoio do gerente e do supervisor é importante para reduzir DME e comunicar o apoio aos funcionários. O apoio da gerência melhora a capacidade de manter um esforço sustentado — alocando recursos necessários — e acompanhar a implementação.

    Análise do local de trabalho

    Os gerentes e supervisores devem iniciar uma análise do local de trabalho para identificar riscos. As atividades a seguir fazem parte de uma análise do local de trabalho:

    • Os gerentes e supervisores devem revisar os registros de primeiros socorros, registros de lesões e relatórios de incidentes para identificar as tendências dos DME.

    • O comitê de segurança e saúde deve (1) identificar cargos que exijam uma análise detalhada dos riscos ergonômicos, (2) conduzir pesquisas regularmente ou quando as operações mudarem e (3) identificar posições com fatores de baixo risco para atividades de trabalho restrito.

    • Pode-se solicitar a pessoas qualificadas que identifiquem e analisem os serviços no tocante ao estresse ergonômico e recomendem soluções.

    Prevenção e controle de riscos

    Os riscos ergonômicos podem ser reduzidos por meio de projetos eficazes de estações, ferramentas e funções de trabalho. Os gerentes e supervisores devem estabelecer um programa piloto de ergonomia para avaliar e testar possíveis soluções. As medidas testadas com sucesso no programa piloto devem ser implementadas em toda a propriedade. Considere os seguintes controles para o programa piloto:

    • Mude as estações de trabalho, os métodos de trabalho e as ferramentas para ajudar a eliminar o esforço excessivo e as posturas inadequadas, e reduzir os DME. Isso pode incluir:

      • Instalar estações de trabalho ajustáveis.

      • Alterar os métodos de trabalho para reduzir posturas estáticas, extremas e inadequadas, movimentos repetitivos e força excessiva.

      • Projetar ferramentas e empunhaduras eficazes.

    • Desenvolver uma cultura em que técnicas de trabalho adequadas, condicionamento de funcionários, feedback regular, manutenção, ajustes, modificações e fiscalização sejam todos componentes importantes. As técnicas de trabalho adequadas podem incluir:

      • Levantamento correto de pesos.

      • Uso e manutenção de ferramentas e equipamentos adequados.

      • Períodos de condicionamento ou adaptação para funcionários novos ou para os que retornam.

    • Reduzir a duração, a frequência e a gravidade das condições ou ações que causam DME.

    Gerenciamento médico

    Os gerentes e supervisores devem designar um médico ou outros profissionais de saúde para ajudar a identificar e tratar DMEs. O programa de gerenciamento médico deve abordar os seguintes itens:

    • Manter registros de lesões e doenças

    • Reconhecer e relatar problemas

    • Criar um sistema de avaliação e encaminhamento para tratamento

    • Empregar tratamento conservador e aceito

    • Os funcionários que retornam ao trabalho devem ter deveres de trabalho restritos

    • Monitorar os funcionários tratados

    Treinamento

    Treine os supervisores e funcionários sobre o controle de riscos ergonômicos.

    Aqueles que recebem o treinamento inicial devem incluir: funcionários afetados, engenheiros e equipe de manutenção, gerência e provedores de assistência médica. Os funcionários afetados devem receber treinamento geral e específico para o trabalho.

    O programa deve ser ministrado por pessoas qualificadas. Providencie treinamento contínuo para funcionários novos, para os funcionários que são realocados e para todos os funcionários quando forem introduzidas novas operações.