Capítulo 2: Diretrizes gerais
    Notas de rodapé

    2.9 Como gerenciar prestadores de serviço de construção e manutenção

    Os prestadores de serviço de construção e manutenção podem executar trabalhos de longo ou curto prazo que talvez coloquem em risco funcionários ou propriedades, exponham os funcionários dos prestadores de serviço a riscos nas áreas em que o contrato é executado e incluam operações perigosas. A gerência deve fazer o seguinte para ajudar a gerenciar possíveis riscos para a saúde e segurança durante o trabalho contratado:

    • Assegure-se de que exista um contrato e que o contrato inclua a exigência de que os padrões de segurança e saúde sejam seguidos, ofereça cobertura de seguro adequada e exija outros itens de segurança. Os itens que poderiam estar no contrato incluem a exigência de que o contratado:

      • Siga e aplique todos os padrões regulatórios locais em relação à segurança e saúde.

      • Crie e envie um plano de segurança específico do local do serviço para o projeto. Esse exercício ajudará o contratado a examinar o âmbito do projeto, identificar perigos e relacionar os controles que planeja usar para reduzir os riscos.

      • Use as licenças de segurança aplicáveis, como trabalho a quente, etiqueta vermelha (comprometimento do sistema de supressão de incêndio) e espaço confinado.

      • Use o EPI apropriado para o trabalho.

      • Verifique se as ferramentas e os equipamentos estão em boas condições e devidamente protegidos.

      • Assegure-se de que os superintendentes ou supervisores do local de trabalho tenham participado de um curso de certificação apropriado para a segurança do local de trabalho para projetos de construção de médio a grande porte.

      • Forneça fichas de dados de segurança (FDS) dos produtos químicos que o prestador de serviço planeja trazer para o projeto.

      • Realize treinamentos regulares de segurança e saúde e documente os que ocorrerem.

      • Relate todos os incidentes ao representante do proprietário. O representante do proprietário está autorizado pela Igreja a tomar decisões referentes ao projeto, ao contrato e às finanças.

      • Indique um representante de segurança do local de trabalho para fins de treinamento e comunicação.

    • Designe um representante do proprietário para coordenar as questões de segurança e saúde por toda a duração do projeto. Alguns deveres desse representante podem incluir:

      • Participar de reuniões de pré-construção para garantir que o prestador de serviços compreenda os requisitos mínimos de segurança e saúde do proprietário.

      • Realizar reuniões regulares de coordenação com o prestador de serviços e garantir que sejam abordadas as questões de segurança e saúde.

      • Receber relatórios de incidentes e resolvê-los.

      • Garantir que licenças de segurança sejam emitidas e usadas.

      • Percorrer o local do projeto regularmente para observar práticas seguras de trabalho.

      • Ajudar a coordenar o trabalho de risco entre o prestador de serviços, o proprietário e os ocupantes; exemplos desse trabalho são atividades que produzam elevado nível de ruído ou pó ou envolvam produtos químicos.

      • Identificar o representante de segurança do prestador de serviços e se comunicar regularmente com ele.

      • Ser o contato designado caso agências governamentais, reguladoras ou outras visitem o projeto.

    • Realizar reuniões de pré-construção ou pré-reparos. Essas reuniões devem ser realizadas no início do projeto ou na elaboração do contrato de manutenção. Elas devem fornecer uma oportunidade para que o representante do proprietário informe ao prestador de serviços os requisitos mínimos de segurança e o plano de ação de emergência específico do local de trabalho do proprietário. Nessa reunião o prestador de serviços também pode discutir e obter aprovação para seu plano de segurança específico do local de trabalho antes do início do serviço. Esse plano deve incluir o âmbito do projeto, os riscos identificados e os controles. Alguns itens de segurança no plano podem incluir o seguinte:

      • Orientação do prestador de serviços

      • Organização e limpeza

      • Equipamentos móveis

      • Agentes físicos, como poeira e ruído

      • Gestão de resíduos

      • Trabalho em altura

      • Segurança em relação a produtos químicos

      • Trabalho a quente e detecção de incêndio

      • Riscos elétricos, incluindo travamento/identificação

      • Relatórios de lesões e emergências

      • Equipamentos de proteção individual

      • Espaços confinados

      • Outros riscos específicos do local de trabalho

    • Realizar reuniões regulares de coordenação com o prestador de serviços que incluam a segurança como um dos itens da agenda.

    • Considerar o prestador de serviço responsável pela segurança. Isso pode ser feito pela aplicação dos termos do contrato e pela solicitação de que prestadores de serviços abordem as violações de segurança. Não se deve impor aos prestadores de serviço o modo de solucionar o risco à segurança (meios e métodos), mas eles devem ser informados de que precisam corrigir o risco e que, caso não o façam, estarão violando o contrato e podem ser removidos do trabalho.