4.12 Primeiros socorros
    Notas de rodapé

    4.12 Primeiros socorros

    Deve-se prover prontamente um tratamento de primeiros socorros para os funcionários feridos. Você pode garantir que esse tratamento seja oferecido treinando os funcionários em primeiros socorros ou assegurando que haja serviços de pronto socorro a uma proximidade razoável do local de trabalho. Devem estar disponíveis primeiros socorros adequados nos minutos críticos entre a ocorrência de uma lesão e a disponibilidade de atendimento médico ou hospitalar.

    Para lesões graves, como as que envolvem parada respiratória, parada cardíaca ou hemorragia descontrolada, o tratamento de primeiros socorros deve ser realizado nos primeiros minutos para evitar danos permanentes ou morte. Portanto, nas áreas em que acidentes graves sejam possíveis — tais como acidentes envolvendo quedas, sufocamento, eletrocussão ou amputação —, os funcionários treinados para prestar primeiros socorros devem estar disponíveis no local, a menos que haja serviços médicos de emergência disponíveis dentro de 3 a 4 minutos. Um tempo de resposta um pouco mais longo, de até 15 minutos, é razoável em locais de trabalho como escritórios, onde a possibilidade de tais lesões graves relacionadas ao trabalho é mais remota.

    Projete e implemente um programa de primeiros socorros no local de trabalho que atenda às necessidades de cada local e que:

    • Vise a minimizar os efeitos de acidentes ou exposições.

    • Cumpra as práticas recomendadas relativas a primeiros socorros.

    • Inclua quantidades suficientes de material e equipamentos de primeiros socorros adequados e de fácil acesso.

    • Designe e treine provedores de primeiros socorros que (1) recebam treinamento em primeiros socorros adequado ao local de trabalho específico e (2) façam cursos periódicos de atualização em aptidão e conhecimento em primeiros socorros.

    Para informações sobre como obter ou posicionar desfibriladores externos automáticos (DEAs) como parte de um programa de primeiros socorros no local de trabalho, entre em contato com seu representante de segurança, saúde e meio ambiente no departamento ou consulte o “Folheto informativo sobre o desfibrilador externo automático (DEA)”.

    4.12.1 Kits de primeiros socorros

    A seguir estão os itens recomendados para serem incluídos nos kits de primeiros socorros. Todo prédio deve ter um kit para cada 50 pessoas. Esses kits são projetados para lidar com os tipos mais comuns de acidentes de trabalho. Verifique periodicamente as datas de validade dos produtos e os substitua quando necessário. Para obter um kit de primeiros socorros, consulte seu guia de referência de compras (GRC) ou consulte seu agente de compras local. Suprimentos de substituição podem ser adquiridos localmente. (Observação: Medicamentos, incluindo aqueles que não precisam de receita médica, não devem ser guardados nos estojos de primeiros socorros ou pelos responsáveis por primeiros socorros.)

    Estoque mínimo exigido

    Quantidade

    Item

    10

    Lenços antissépticos (cloreto de benzalcônio)

    10

    Pomada antibiótica, aplicação individual

    1

    Curativos para queimaduras, embebidos em gel

    10

    Tratamento para queimaduras, aplicação individual

    16

    Esparadrapos, 2,5 x 7,5 centímetros

    2

    Gaze estéril, 7,5 x 7,5 centímetros

    2

    Tapa-olho não aderente, com meios de fixação

    2

    Bandagem para traumas, 12,5 x 23 centímetros

    1

    Bandagem triangular, 1 metro

    1

    Rolo de bandagem, gaze, 5 centímetros x 5,5 metros

    1

    Esparadrapo, 2,5 centímetros x 2,3 metros

    1

    Soro fisiológico para lavagem de olhos/pele, 30 ml

    1

    Bolsa de gelo ou “cold-pack”, 10 x 12,5 centímetros

    1

    Guia de primeiros socorros

    1

    Tesoura, ponta romba, 10 centímetros

    1

    Máscara de RCP

    4

    Luvas cirúrgicas, vinil ou nitrilo

    6

    Higienizador de mãos, aplicação individual

    4.12.2 Treinamento — Primeiros socorros e RCP

    O provedor de primeiros socorros no local de trabalho é alguém treinado para executar os procedimentos iniciais de emergência médica. Ele usa uma quantidade limitada de equipamentos para realizar uma avaliação e intervenção primária enquanto espera a chegada da equipe do serviço de atendimento móvel de urgência (SAMU).

    Treinamento inicial e reciclagem periódica devem ser fornecidos por meio de um provedor credenciado e reconhecido. O treinamento deve enfocar as necessidades específicas do local de trabalho, as prováveis lesões em potencial e o tempo médio até a chegada da equipe do SAMU. O treinamento pode se concentrar nas seguintes condições:

    • Dor no peito

    • Derrame

    • Problemas respiratórios

    • Choque anafilático

    • Hipoglicemia em diabéticos em uso de insulina

    • Convulsões

    • Complicações da gravidez

    • Ferimento abdominal

    • Baixo nível de consciência

    • Objeto empalado

    • Outras emergências sem risco de vida