José, Filho de Jacó
    Notas de rodapé
    Theme

    José, Filho de Jacó

    No Velho Testamento, primogênito de Jacó com Raquel (Gên. 30:22–24; 37:3).

    José obteve a primogenitura em Israel porque Rúben, primogênito de Jacó com a primeira esposa, perdeu esse privilégio devido a transgressão (1 Crôn. 5:1–2). José, sendo o primogênito de Jacó com a segunda esposa e em virtude de sua dignidade, era quem tinha direito àquela bênção. José também recebeu uma bênção de Jacó, pouco antes de seu pai falecer (Gên. 49:22–26).

    José foi um homem de grande integridade, “entendido” e “sábio” (Gên. 41:39). Sua recusa em ceder ao assédio da mulher de Potifar é um exemplo de fé, castidade e integridade pessoal (Gên. 39:7–12). No Egito, quando José revelou sua verdadeira identidade a seus irmãos, agradeceu a eles em vez de condená-los pelo tratamento que lhe deram, acreditando que a atitude deles ajudara a cumprir a vontade de Deus (Gên. 45:4–15).

    As revelações modernas mostram a missão maior da família de José nos últimos dias (TJS, Gên. 50:24–38 [Apêndice da Bíblia]; 2 Né. 3:3–24; 3 Né. 20:25–27).