Auxílios de Estudo
Elias, o Profeta
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Elias, o Profeta

Profeta do Velho Testamento, que voltou nos últimos dias para conferir as chaves do poder selador a Joseph Smith e a Oliver Cowdery. Em sua época Elias, o profeta, exerceu o seu ministério em Israel, no Reino do Norte (1 Re. 17–22; 2 Re. 1–2). Ele tinha grande fé no Senhor e é conhecido pelos muitos milagres que operou. A seu pedido, Deus conteve a chuva por três anos e meio. Ele levantou um menino dentre os mortos e fez descer fogo do céu (1 Re. 17–18). O povo judeu ainda espera que Elias, o profeta, retorne, como profetizado por Malaquias (Mal. 4:5). Ele permanece como um convidado especial nas Festividades da Páscoa Judaica, onde uma porta aberta e um lugar reservado sempre o aguardam.

O Profeta Joseph Smith disse que Elias, o profeta, possuía o poder selador do Sacerdócio de Melquisedeque e que foi o último a portá-lo antes da época de Jesus Cristo. Ele apareceu no Monte da Transfiguração, juntamente com Moisés, e conferiu as chaves do sacerdócio a Pedro, Tiago e João (Mt. 17:3). Ele apareceu novamente, com Moisés e outros, em 3 de abril de 1836, no Templo de Kirtland, Ohio, conferindo as mesmas chaves a Joseph Smith e a Oliver Cowdery (D&C 110:13–16). Tudo isso aconteceu em preparação para a Segunda Vinda do Senhor, conforme profetizado em Mal. 4:5–6.

O poder de Elias, o profeta, é o poder selador do sacerdócio, pelo qual todas as coisas que são ligadas ou desligadas na Terra são ligadas ou desligadas nos céus (D&C 128:8–18). Atualmente servos escolhidos do Senhor, na Terra, possuem esse poder selador e realizam as ordenanças salvadoras do evangelho pelos vivos e mortos (D&C 128:8).