Hebreus, Epístola aos
    Notas de rodapé
    Theme

    Hebreus, Epístola aos

    Livro do Novo Testamento. Paulo escreveu esta carta aos membros da Igreja de origem judia, a fim de persuadi-los de que os aspectos significativos da lei mosaica tinham sido cumpridos em Cristo, sendo aquela substituída pela lei maior do evangelho do Salvador. Retornando a Jerusalém no final de sua terceira viagem missionária (cerca de 60 d.C.), Paulo viu que muitos membros judeus da Igreja ainda se achavam comprometidos com a lei de Moisés (At. 21:20). Isso aconteceu pelo menos dez anos depois de ter sido realizada uma conferência da Igreja em Jerusalém, determinando que certas ordenanças da lei mosaica não eram necessárias à salvação dos gentios cristãos. Aparentemente, logo depois disso Paulo escreveu aos hebreus a fim de mostrar-lhes, por suas próprias escrituras e por meio de raciocínio sadio, por que não mais deviam apegar-se à prática da lei de Moisés.

    Os capítulos 1 e 2 explicam que Jesus é maior do que os anjos. Os capítulos 3–7 comparam Jesus a Moisés e à lei mosaica e testificam que Ele é maior do que ambos. Eles também ensinam que o Sacerdócio de Melquisedeque é maior do que o Aarônico. Os capítulos 8–9 descrevem como as ordenanças mosaicas prepararam o povo para o ministério de Cristo e de que modo Jesus é o mediador do novo convênio (Al. 37:38–45; D&C 84:21–24). O capítulo 10 é uma exortação à diligência e à fidelidade. O capítulo 11 é um discurso sobre a fé. O capítulo 12 traz advertências e saudações. O capítulo 13 diz respeito à natureza honrosa do casamento e à importância da obediência.