Blasfemar, Blasfêmia
    Notas de rodapé

    Blasfemar, Blasfêmia

    Falar desrespeitosa ou irreverentemente de Deus ou de coisas sagradas.

    Jesus foi acusado diversas vezes pelos judeus de blasfemar, por ter Ele afirmado que tinha o direito de perdoar pecados (Mt. 9:2–3; Lc. 5:20–21), por intitular-Se o Filho de Deus (Jo. 10:22–36; 19:7) e por afirmar que eles O veriam assentado à direita do Poder e vindo sobre as nuvens do céu (Mt. 26:64–65). Tais acusações seriam verídicas não fosse Ele realmente o que dizia ser. A acusação apresentada contra Ele pelas falsas testemunhas no julgamento perante o Sinédrio (Mt. 26:59–61) foi a de blasfemar contra o templo de Deus. A blasfêmia contra o Espírito Santo, que é negar a Cristo após ter recebido um perfeito conhecimento Dele, é o pecado imperdoável (Mt. 12:31–32; Mc. 3:28–29; D&C 132:27).