Auxílios de Estudo
Isaías
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Isaías

Profeta do Velho Testamento que profetizou de 740–701 a.C. Como principal conselheiro do rei Ezequias, Isaías exerceu grande influência política e religiosa.

Jesus citou Isaías com maior frequência do que citou qualquer outro profeta. Isaías também é frequentemente mencionado por Pedro, João e Paulo no Novo Testamento. O Livro de Mórmon e Doutrina e Convênios contêm mais citações de Isaías do que de qualquer outro profeta e fornecem muita ajuda na interpretação de Isaías. Néfi ensinou o seu povo com os escritos de Isaías (2 Né. 12–24; Isa. 2–14). O Senhor disse aos nefitas que “grandes são as palavras de Isaías” e que todas as coisas profetizadas por Isaías seriam cumpridas (3 Né. 23:1–3).

Livro de Isaías

Livro do Velho Testamento. Muitas profecias de Isaías tratam da vinda do Redentor, tanto no Seu ministério terreno (Isa. 9:6) quanto como o Grande Rei, no último dia (Isa. 63). Ele também profetizou muito sobre o futuro de Israel.

O capítulo 1 serve de prólogo ao restante do livro. Isa. 7:14; 9:6–7; 11:1–5; 53; e 61:1–3 anunciam a missão do Salvador. Os capítulos 2, 11, 12 e 35 tratam dos acontecimentos dos últimos dias, quando o evangelho seria restaurado, Israel seria reunida e a terra sedenta floresceria como a rosa. O capítulo 29 contém uma profecia sobre o surgimento do Livro de Mórmon (2 Né. 27). Os capítulos 40–46 proclamam a superioridade de Jeová, como o verdadeiro Deus, sobre os ídolos adorados pelos pagãos. Os capítulos restantes, do 47 ao 66, relatam acontecimentos da restauração final de Israel e o estabelecimento de Sião, quando o Senhor habitará no meio de Seu povo.