Auxílios de Estudo
Isaías
anterior seguinte


Isaías

Profeta do Velho Testamento que profetizou de 740–701 a.C. Como principal conselheiro do rei Ezequias, Isaías exerceu grande influência política e religiosa.

Jesus citou Isaías com maior frequência do que citou qualquer outro profeta. Isaías também é frequentemente mencionado por Pedro, João e Paulo no Novo Testamento. O Livro de Mórmon e Doutrina e Convênios contêm mais citações de Isaías do que de qualquer outro profeta e fornecem muita ajuda na interpretação de Isaías. Néfi ensinou o seu povo com os escritos de Isaías (2 Né. 12–24; Isa. 2–14). O Senhor disse aos nefitas que “grandes são as palavras de Isaías” e que todas as coisas profetizadas por Isaías seriam cumpridas (3 Né. 23:1–3).

Livro de Isaías

Livro do Velho Testamento. Muitas profecias de Isaías tratam da vinda do Redentor, tanto no Seu ministério terreno (Isa. 9:6) quanto como o Grande Rei, no último dia (Isa. 63). Ele também profetizou muito sobre o futuro de Israel.

O capítulo 1 serve de prólogo ao restante do livro. Isa. 7:14; 9:6–7; 11:1–5; 53; e 61:1–3 anunciam a missão do Salvador. Os capítulos 2, 11, 12 e 35 tratam dos acontecimentos dos últimos dias, quando o evangelho seria restaurado, Israel seria reunida e a terra sedenta floresceria como a rosa. O capítulo 29 contém uma profecia sobre o surgimento do Livro de Mórmon (2 Né. 27). Os capítulos 40–46 proclamam a superioridade de Jeová, como o verdadeiro Deus, sobre os ídolos adorados pelos pagãos. Os capítulos restantes, do 47 ao 66, relatam acontecimentos da restauração final de Israel e o estabelecimento de Sião, quando o Senhor habitará no meio de Seu povo.