2017
Quatro das Melhores Estratégias de Satanás e Como Resistir a Elas

Quatro das Melhores Estratégias de Satanás e Como Resistir a Elas

Chess Pieces

Como Satanás despende seus dias, sabendo que não tem tempo a perder? O Apóstolo Pedro escreveu que “o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar” (1 Pedro 5:8). Precisamos estudar as táticas do inimigo para derrotá-lo. Vou compartilhar quatro estratégias comprovadas de Satanás e algumas sugestões sobre como resistir a elas.

1. Tentação

Satanás incita-nos a ceder a impulsos que viciam e a nutrir o egoísmo e a ganância. Como podemos resistir a essa tentação direta? Jesus usava uma técnica defensiva de dois passos: primeiro, Ele ordenava a Satanás que se retirasse; depois citava as escrituras. Vocês têm o direito de dizer a Satanás que vá embora quando se depararem com a tentação. Há grande poder em memorizar as escrituras, como fez Jesus. O poder das escrituras não apenas intimida Satanás, mas também traz o Espírito para o seu coração.

2. Mentiras e Enganos

O diabo é chamado de “o grande enganador”. Ele tenta imitar todo princípio verdadeiro que o Senhor apresenta. Embora Satanás vá lhes contar mentiras, vocês podem contar com o Espírito, que lhes dirá a verdade. É por isso que o dom do Espírito Santo é tão essencial.

3. Contenda

Satanás é o pai da discórdia. Ele se deleita em ver pessoas boas brigando. Quando houver contenda no lar ou no local de trabalho, pare imediatamente o que estiver fazendo e procure fazer as pazes. Não importa quem começou.

4. Desânimo

Satanás usa eficazmente essa ferramenta contra a maioria dos santos fiéis quando tudo o mais falha. O Presidente Ezra Taft Benson (1899–1994) deu sugestões de como lutar contra o desânimo. Elas incluem servir ao próximo; trabalhar arduamente e evitar a ociosidade; ter bons hábitos de saúde; pedir uma bênção do sacerdócio; ouvir música inspiradora; contar as bênçãos e traçar metas. E, acima de tudo, conforme ensinam as escrituras, devemos orar sempre para podermos vencer Satanás (ver D&C 10:5).