2017
Quatro Maneiras de Parar o Bullying

Quatro Maneiras de Parar o Bullying

O bullying acontece com mais frequência do que imaginamos.

Golf

Quando Shuho, um jogador de golfe que ambicionava tornar-se profissional, entrou para sua equipe de golfe da universidade, não previa o bullying e o preconceito que sofreria por causa de sua nacionalidade. Foi-se tornando cada vez mais estressante estar na companhia da equipe. Por fim, deixou a universidade, estando emocional e psicologicamente traumatizado. Felizmente para Shuho, alguns novos amigos não só o ajudaram a reerguer-se, mas também o levaram para a Igreja.

O bullying pode acontecer para qualquer um, em qualquer lugar. Aqui estão algumas ideias sobre o que fazer quando se deparar com ele.

  1. Diga Alguma Coisa. Se vir alguém sofrendo bullying, ou se você mesmo estiver sendo maltratado pelos colegas, não ignore nem finja que não está acontecendo. Diga ao agressor que pare, de modo claro e calmo.

  2. Conte a Alguém. Pode não parecer legal. Talvez não pareça corajoso. Mas se você contar a alguém, especialmente alguém que tenha a capacidade de ajudar, isso vai ajudar você ou a pessoa que está sendo maltratada pelos colegas, e também, em muitos casos, o próprio agressor.

  3. Procure Ajuda. Se você for vítima de um agressor, cerque-se de amigos. É mais difícil intimidar um grupo do que uma única pessoa. Se você souber de alguém que está sendo maltratado pelos colegas, faça amizade com essa pessoa e defenda-a.

  4. Confie no Salvador. Você tem valor. A pessoa que você vê sendo maltratada pelos colegas tem valor. Até mesmo o agressor tem valor. Cristo conhece melhor do que ninguém como é ser açoitado e cuspido. Ele é seu maior recurso para a aquisição de um senso de valor próprio.