Introdução
    Notas de rodapé

    Introdução

    Oprofeta Brigham Young ensinou o evangelho restaurado de Jesus Cristo de maneira básica e prática, dando inspiração e esperança aos santos que lutavam para fazer do deserto o seu lar. Embora se tenha passado mais de um século, suas palavras ainda são atuais e adequadas às nossas condições, enquanto continuamos a trabalhar para estabelecer o reino de Deus.

    O Presidente Young declarou que, como membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, possuímos a “doutrina da vida e da salvação para todas as pessoas sinceras de coração”. (DBY, p. 7) Ele prometeu que aqueles que aceitarem sinceramente o evangelho sentirão despertar “em seu íntimo o desejo de conhecer e compreender as coisas de Deus como nunca haviam sentido na vida” e assim começarão a “buscar conhecimento, ler e pesquisar; e quando se dirigirem ao Pai em nome de Jesus, Ele não os deixará sem um testemunho”. (DBY, p. 450)

    Este livro reflete o desejo da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos de que os membros tenham melhor compreensão da doutrina da Igreja e despertem dentro de si maior desejo de conhecer as coisas de Deus. O livro inspirará e motivará as pessoas, os quóruns do sacerdócio e as classes da Sociedade de Socorro a buscar conhecimento, ler, pesquisar e depois procurar o Pai Celestial em oração para receber um testemunho da veracidade destes ensinamentos.

    Cada capítulo contém duas seções: “Ensinamentos de Brigham Young” e “Sugestões para Estudo”. A primeira seção contém trechos dos sermões de Brigham Young para os primeiros santos. Há referências de todas as declarações e artigos; entretanto, as fontes citadas não são de fácil acesso para a maioria dos membros. As fontes originais não são indispensáveis para quem for usar este livro para ministrar aulas ou estudar as lições designadas. Os membros não precisam comprar outros materiais contendo referências ou comentários para estudar ou ensinar os capítulos deste livro. O texto apresentado em cada capítulo, acompanhado de escrituras, é suficiente para o ensino e a aprendizagem. Os membros devem orar ao ler e estudar os ensinamentos do Presidente Young para adquirir maior compreensão dos princípios do evangelho. Desse modo, perceberão como tais princípios se aplicam à sua vida diária. Ao orar e estudar fervorosa e diligentemente as lições deste livro, os santos dos últimos dias entenderão melhor os princípios do evangelho e darão mais valor aos ensinamentos inspirados desse grande profeta.

    Na segunda seção de cada capítulo, há uma série de perguntas para incentivar a reflexão, a aplicação pessoal dos princípios ensinados e o debate a respeito dos ensinamentos do Presidente Young. Os membros devem consultar suas palavras e relê-las cuidadosamente ao debater os princípios ensinados em cada aula. O estudo diligente desses ensinamentos, em espírito de oração, será uma inspiração na vida dos membros para que levem mais a sério seu compromisso pessoal de seguir os ensinamentos do Salvador Jesus Cristo.

    Se as pessoas e as famílias seguirem fervorosamente os princípios contidos neste livro, serão inspiradas e abençoadas com maior dedicação e espiritualidade, assim como aconteceu aos santos pioneiros ao ouvirem esses ensinamentos diretamente dos lábios do “Leão do Senhor” (HC 7:434)—o profeta, vidente e revelador, o Presidente Brigham Young.

    Instruções para os professores

    Para ensinar estas lições, deve haver leitura prévia e cuidadosa, estudo e preparação em espírito de oração. Familiarize-se com os ensinamentos e planeje com antecedência várias maneiras de apresentar e ensinar estes princípios durante as aulas. As lições devem ajudar os membros da classe a perceberem como os princípios do evangelho se aplicam à vida diária. Incentive debates a respeito de como estes princípios podem influenciar nossos sentimentos com relação a nosso Pai Celestial, Jesus Cristo, nós mesmos, nossa família e nossos vizinhos. Tenha como objetivo levar os participantes a viverem de acordo com os princípios ensinados em cada aula.

    Envolva o maior número possível de pessoas na aula, convidando-os a ler em voz alta, a responder perguntas ou a contar experiências. Podem ser feitas designações para as aulas seguintes. No entanto, o instrutor deve ter a sensibilidade necessária e conhecer cada membro da classe, a fim de determinar sua preparação para participar das designações. Evite controvérsias durante a aula. Use as escrituras como fonte de apoio e para facilitar a compreensão. Humildemente procure o Espírito do Senhor para que os irmãos e irmãs de sua classe sejam abençoados conforme o Senhor prometeu: “Portanto aquele que prega e aquele que recebe se compreendem um ao outro e ambos são edificados e juntos se regozijam”. (D&C 50:22)