Liahona
As mulheres e o poder dos convênios
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

As mulheres e o poder dos convênios

Podemos nos regozijar nos privilégios e no poder que temos por meio do sacerdócio.

Ilustrações: Amber Eldredge

O presidente Russell M. Nelson ensinou que os céus estão abertos tanto para as mulheres que são investidas com o poder de Deus que emana de seus convênios do sacerdócio quanto para os homens que portam o sacerdócio.

“Oro para que essa verdade fique registrada em seu coração, pois acredito que ela mudará sua vida”, disse ele. “Gostaria de deixar uma bênção sobre vocês, que compreendam o poder do sacerdócio com o qual vocês foram investidas e que ampliem esse poder ao exercerem fé no Senhor e em Seu poder.”

O presidente Nelson convidou as mulheres da Igreja “a estudar, em espírito de oração”, a respeito do poder do sacerdócio e “descobrir o que o Espírito Santo ensinará a” nós. Adoro ver que nosso profeta vivo convidou cada uma de nós a aprender a receber revelação e a “[obter, compreender e usar] o poder com o qual (…) [fomos] investidas”.1

Muitas vezes ao longo da minha vida, vi as bênçãos prometidas que advêm da obediência aos conselhos dos profetas. Esse convite não foi diferente. Ao pensar no convite do presidente Nelson, minha mente imediatamente se voltou para o templo — o lugar em que fui investida com o poder do sacerdócio — e a dádiva que esse poder tem sido no decorrer da minha vida. Levei anos para reconhecer como esse poder se manifesta em minha vida.

O poder do sacerdócio, assim como o dom do Espírito Santo, provém de nosso amoroso Pai Celestial e de nossa retidão pessoal. Ao cumprir nossos convênios com o Senhor, temos a oportunidade de receber revelações sobre nossa vida, família, escola e nosso emprego — tudo para o que buscarmos orientação. Não há nada que seja importante para nós que não o seja para o Senhor. E, quando convidamos o Espírito para estar conosco, podemos alcançar um entendimento maior do poder do sacerdócio por meio da orientação do Espírito Santo.

Quanto mais aprendo sobre o poder do sacerdócio por meio de estudo e experiência pessoal, mais compreendo a relevância dele para todas as facetas de nossa vida. O poder do sacerdócio nos ajuda a receber revelação para nossos desafios diários.

Em meus chamados, por eu estar servindo com a autoridade do sacerdócio que me foi conferida por quem possuía as chaves, houve inúmeras ocasiões em que me vieram à mente pensamentos ou palavras que eram exatamente aquilo que uma moça, uma irmã da Sociedade de Socorro ou uma criança da Primária precisava ouvir. Sei que essas palavras vieram por causa da autoridade do sacerdócio que recebi quando fui designada para aquele chamado.

No casamento, como em qualquer relacionamento, as pessoas passam por estágios e fases de aprendizado e crescimento. Aprendi que, quando me lembro quem é meu marido, quem sou e o que devemos fazer juntos como filhos de Deus, isso tem mudado meu coração. O fato de termos sido selados pela autoridade do sacerdócio nos capacitou e nos motivou a ambos nos tornarmos mais unidos. Quando o Salvador disse: “Se não sois um, não sois meus” (Doutrina e Convênios 38:27), não Se referia apenas ao contexto da Igreja. Também tinha em mente nosso relacionamento familiar.

E como mãe, lembro-me de me preocupar com uma filha adulta jovem que estava fazendo coisas que eu sabia que lhe trariam infelicidade. Concordamos em conversar sobre o problema que me preocupava e marcamos um horário para nos falarmos. Antes da hora marcada para o telefonema, meu sermão estava pronto. Eu sabia exatamente o que ia dizer. Orei para ter o Espírito comigo. O que saiu da minha boca desde o início da nossa conversa e durante toda a ligação foi completamente diferente do que eu tinha planejado. Mas era exatamente o que aquela filha precisava ouvir. Graças ao dom do Espírito Santo, nosso coração se enterneceu e foi identificada uma solução melhor. Essa é uma demonstração de como o poder do sacerdócio atua em nossa vida.

Com demasiada frequência, as mulheres se comparam umas com as outras. Mas nenhuma de nós se sente bem quando nos comparamos com outras pessoas. Cada mulher tem um conjunto exclusivo de habilidades e talentos, e todos eles são dons concedidos por Deus. Só porque você e eu não somos idênticas — ou nenhum grupo de mulheres é idêntico —, isso não nos torna menos ou mais importantes. Precisamos encontrar nossos dons e desenvolvê-los, lembrando Quem os concedeu a nós e depois usá-los para Seus propósitos. Ao compartilharmos nossos dons para abençoar as pessoas, estamos vivenciando o poder do sacerdócio em nossa vida.

Tive o privilégio de conhecer muitas mulheres extraordinárias que demonstram fé e poder por meio de suas ações. As mulheres oferecem seus talentos e suas habilidades de maneiras incríveis e diversas. Fazem uma enorme diferença na vida de todos os que as rodeiam — na família, no trabalho, na Igreja, na escola ou onde quer que elas estejam.

Uma das coisas que aprendi sobre o sacerdócio é que nos saímos melhor quando as pessoas trabalham umas com as outras de modo interdependente. Foi assim que o Senhor planejou; esse é o padrão divino. Não precisamos competir porque todos esses dons, talentos e essas habilidades são necessários — tanto os dos homens quanto os das mulheres. O Senhor está nos conduzindo gentilmente por esse caminho para que todos entendamos melhor como trabalhar juntos e como valorizar as contribuições uns dos outros. Essa é realmente a melhor maneira de realizar Seu trabalho.

As mulheres não precisam esperar que alguém lhes diga o que fazer com seus dons, talentos e seu poder. Temos a capacidade de receber revelação por nós mesmas. Não devemos esperar para apenas receber a ação. Precisamos ter a coragem de agir de acordo com a revelação que recebemos. Buscar inspiração e responder a essa orientação espiritual é evidência de que estamos recorrendo ao poder do sacerdócio que nos foi prometido quando guardamos nossos convênios com Deus.

Conforme ensinou o presidente Nelson: “O que poderia ser mais emocionante do que trabalhar com o Espírito para compreender o poder de Deus — o poder do sacerdócio?” Ele prometeu: “À medida que sua compreensão aumentar e ao exercerem fé no Senhor e em Seu poder do sacerdócio, sua capacidade de fazer uso do tesouro espiritual que o Senhor disponibilizou aumentará”.2 E sei que as promessas de nosso profeta vivo são garantidas.