Liahona
O que Morôni ensinou a Joseph Smith?
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Vem, e Segue-Me: Doutrina e Convênios

O que Morôni ensinou a Joseph Smith?

Doutrina e Convênios 2; Joseph Smith—História 1:27–65

11 a 17 de janeiro

He Called Me by Name, de Michael Malm

Em 21 de setembro de 1823, Joseph Smith orou, pedindo perdão por seus pecados e também para saber qual era sua situação perante Deus. Ao fazer sua oração, uma luz encheu o quarto, e ele viu um anjo pairando no ar.

O anjo chamou Joseph pelo nome e se apresentou como Morôni. Ele disse a Joseph que seus pecados tinham sido perdoados e que Deus tinha um trabalho para ele.

  • Morôni disse a Joseph que seu nome “seria considerado bom e mau entre todas as nações, tribos e línguas” (Joseph Smith—História 1:33).

  • Joseph ficou sabendo a respeito de placas de ouro que estavam enterradas numa colina perto dali e que continham “a plenitude do evangelho eterno” (Joseph Smith—História 1:34). Morôni também falou sobre o Urim e Tumim que Deus tinha preparado para Joseph traduzir as placas (ver Joseph Smith—História 1:35).

  • Citou ainda várias profecias que estavam para ser cumpridas acerca do estabelecimento desta última dispensação e das bênçãos que isso traria para o mundo.

  • Morôni apareceu a Joseph três vezes naquela noite e uma vez na manhã seguinte. Transmitiu a mesma mensagem, mas acrescentou algumas informações e instruções a Joseph em cada visita (ver Joseph Smith—História 1:44–46, 49).