Conferência Geral
O Brado de Hosana
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

O Brado de Hosana

Agora, meus queridos irmãos e irmãs, ao comemorarmos a Primeira Visão que Joseph Smith teve do Pai e do Filho, sentimos que seria adequado regozijar-nos juntos participando do Brado de Hosana.

Esse brado sagrado foi dado pela primeira vez nesta dispensação na dedicação do Templo de Kirtland, no dia 27 de março de 1836. Hoje em dia, ele é dado na dedicação de cada templo. É um tributo sagrado ao Pai e ao Filho, simbolizando a reação da multidão quando o Salvador entrou de modo triunfal em Jerusalém. Ele também reafirma o que o jovem Joseph vivenciou naquele dia no Bosque Sagrado, ou seja, que o Pai e o Filho são dois Seres glorificados a quem adoramos e louvamos.

Demonstrarei agora como é dado o Brado de Hosana. Ao fazê-lo, convido nossos colegas da mídia a tratar essa prática sagrada com dignidade e respeito.

Cada um deve participar pegando um lenço branco limpo, segurando-o por uma das pontas e acenando-o, enquanto dizemos em uníssono as palavras: “Hosana, hosana, hosana a Deus e ao Cordeiro”, repetidas três vezes e, em seguida, “Amém, amém e amém”. Se não tiverem um lenço branco, vocês podem simplesmente acenar.

Irmãos e irmãs, convido-os agora a ficarem de pé e a participarem do Brado de Hosana; em seguida, o “Hino de hosana” e o hino “Tal como um facho”1 serão cantados.

Ao sinal do regente, juntem-se a nós para cantar “Tal como um facho”.

Hosana, hosana, hosana a Deus e ao Cordeiro.

Hosana, hosana, hosana a Deus e ao Cordeiro.

Hosana, hosana, hosana a Deus e ao Cordeiro.

Amém, amém e amém.