2000–2009
Aonde Mandares Irei
anterior seguinte

Aonde Mandares Irei

Eu O amo. Quero fazer tudo o que puder para servir como Ele deseja que eu sirva.

Queridos irmãos e irmãs, é com grande humildade e profundo respeito que ocupo este lugar sagrado. Quando eu era menino e morava em Raymond, Alberta, Canadá, adorava quando cantávamos “Aonde Mandares Irei” (ver Hinos, n° 167). Toda vez que cantávamos esse hino numa reunião sacramental ou na Escola Dominical, essas palavras intensificavam em meu coração e minha alma o compromisso de sempre ir aonde o Senhor quisesse me mandar, de dizer o que Ele achasse melhor eu dizer; “Tal como mandares, serei”, querido Deus. Parece oportuno reafirmar esse compromisso hoje.

Sou grato pelo voto de apoio de ontem, e junto com vocês apóio o Presidente Gordon B. Hinckley e seus conselheiros, Presidente Monson e Presidente Faust, bem como o Presidente Packer e todos os Doze como profetas, videntes e reveladores. Presto testemunho de que eles realmente são profetas, videntes e reveladores.

Eu amo o Senhor. Amo esta Igreja. Amo os santos fiéis do mundo todo, pessoas maravilhosas que fazem tudo o que podem para honrar seus compromissos e viver sua religião. Presto testemunho de que Deus vive e que Jesus Cristo, Seu Filho, é nosso Salvador e Redentor. Eu O amo. Quero fazer tudo o que puder para servir como Ele deseja que eu sirva. Digo essas palavras e presto meu testemunho da veracidade dessas coisas em nome de Jesus Cristo. Amém.