6: Como posso desenvolver atributos cristãos?
    Notas de rodapé
    Theme

    “6: Como posso desenvolver atributos cristãos?” Pregar Meu Evangelho: Guia para o Serviço Missionário, 2018, pp. 121–134

    “6 Atributos cristãos”, Pregar Meu Evangelho, pp. 121–134

    6

    Como posso desenvolver atributos cristãos?

    Christ calling Peter and Andrew

    Pense nisto

    • Como posso desenvolver atributos que me tornarão mais eficaz e vigoroso como ministro do evangelho de Jesus Cristo?

    • Como o desenvolvimento de atributos cristãos me ajudará a cumprir meu propósito como missionário?

    • Quais são os atributos que mais preciso desenvolver?

    No início de Seu ministério mortal, Jesus Cristo caminhou pelas praias do mar da Galileia e chamou dois pescadores, Pedro e André. Ele disse: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens” (Mateus 4:19; ver também Marcos 1:17). O Senhor também chamou você para o trabalho Dele e o convida a segui-Lo. O convite para seguir a Cristo é um convite para seguir Seu exemplo e se tornar semelhante a Ele, o que só pode acontecer por meio da Expiação de Jesus Cristo (ver Mosias 3:19).

    Alguns capítulos do manual Pregar Meu Evangelho enfocam o que você precisa fazer como missionário — como você deve estudar, ensinar e administrar seu tempo com sabedoria. Mas tão vital quanto as coisas que você faz é quem você é e quem você está se tornando. Isso faz parte do que significa perseverar até o fim ao aumentar sua fé em Cristo, arrepender-se continuamente de seus pecados ao confiar em Cristo, renovar seus convênios com o Pai e com o Filho ao partilhar do sacramento regularmente e seguir a inspiração do Espírito Santo em todas as coisas.

    O evangelho restaurado permite que você se torne semelhante ao Pai Celestial e a Jesus Cristo. O Salvador mostrou o caminho. Ele deu o exemplo perfeito e ordenou que nos tornemos como Ele é (ver 3 Néfi 27:27). Aprenda com Ele e procure fazer com que os atributos Dele se tornem parte de sua vida. Por meio do poder de Sua Expiação, você pode alcançar essa meta e conduzir outras pessoas a fazer o mesmo.

    As escrituras descrevem atributos cristãos que são essenciais que você desenvolva como missionário e durante toda a vida. Estude as passagens das escrituras deste capítulo e procure outros exemplos de atributos cristãos ao estudar outras passagens.

    Os atributos cristãos são dádivas de Deus. Nós os recebemos quando usamos nosso arbítrio em retidão. Peça ao Pai Celestial que o abençoe com esses atributos. Você não pode desenvolvê-los sem a ajuda Dele. Com o desejo de agradar a Deus, reconheça as fraquezas que você possui e tenha a disposição e a vontade de melhorar.

    Estudo das escrituras

    O que estas escrituras dizem a respeito de seguir o exemplo de Jesus Cristo?

    Qual a relação entre os primeiros princípios do evangelho e os atributos cristãos?

    Ideias para estudar este capítulo

    Há muitas maneiras de estudar este capítulo. Coloque em prática uma das seguintes ideias:

    • Ao completar a “Atividade para desenvolvimento de atributos cristãos” no final do capítulo, identifique o atributo que você mais precisa ou deseja desenvolver. Estude a seção a respeito desse atributo e estabeleça metas para desenvolvê-lo.

    • Leia todo o capítulo sem estudar as escrituras e decida qual atributo você deseja estudar mais plenamente. Depois, estude as escrituras-chave relacionadas ao atributo. Procure outras escrituras que ensinem sobre o atributo e que não estejam listadas no capítulo. Escreva em seu diário de estudo ideias para desenvolver o atributo.

    • Identifique um atributo que deseja estudar. Siga o padrão da seção “Desenvolver atributos cristãos” encontrada próxima ao final do capítulo.

    Fé em Jesus Cristo

    Gentle Healer

    © 1989 Conceptions Unlimited Investments, Inc. Reprodução proibida.

    Se você tem fé em Cristo, você acredita que Ele é o Filho de Deus, o Unigênito do Pai na carne. Você O aceita como seu Salvador e Redentor e segue Seus ensinamentos. Você acredita que seus pecados podem ser perdoados por meio de Sua Expiação. A fé em Cristo significa que você confia Nele e tem certeza de que Ele o ama.

    A fé conduz à ação, que inclui o arrependimento, a obediência e o serviço dedicado. Se você tem fé em Jesus Cristo, você confia suficientemente no Senhor a ponto de seguir Seus mandamentos mesmo que não entenda plenamente as razões para fazê-lo. Você cumpre o que o Senhor deseja que você cumpra. Você ajuda a fazer o bem em sua própria vida e na vida de outras pessoas. Você é capaz de fazer milagres de acordo com a vontade do Senhor. Sua fé se manifestará por meio de sua diligência e de seu trabalho.

    A fé é um princípio de poder. Deus age pelo poder, mas Seu poder geralmente é exercido como consequência da fé (ver Morôni 10:7). Ele age de acordo com a fé que Seus filhos possuem. A dúvida e o medo são o oposto da fé.

    Sua fé aumentará por meio do estudo diligente, da oração, do serviço dedicado e da obediência aos sussurros do Espírito Santo e aos mandamentos.

    Sua fé em Jesus Cristo cresce à medida que você passa a conhecê-Lo melhor e a conhecer melhor Seus ensinamentos. Ao estudar e pesquisar as escrituras, você aprenderá sobre Seus caminhos, Seu amor por todas as pessoas e Seus mandamentos.

    A fé inclui a confiança na missão e no poder do Espírito Santo. Por meio da fé, você receberá respostas a suas orações e inspiração pessoal para guiá-lo no trabalho do Senhor.

    Estudo das escrituras

    O que é fé?

    Como se obtém a fé e o que se pode fazer por meio dela?

    Que bênçãos recebemos por meio da fé?

    Esperança

    A esperança é a firme confiança de que o Senhor cumprirá as promessas que nos fez. Ela se manifesta na confiança, no otimismo, no entusiasmo e na paciente perseverança. Significa crer e esperar que alguma coisa acontecerá. Se você tem esperança, você trabalha em meio a provações e a dificuldades com a confiança e a certeza de que todas as coisas contribuirão para seu bem. A esperança nos ajuda a vencer o desânimo. As escrituras frequentemente descrevem a esperança em Jesus Cristo como a certeza de que você herdará a vida eterna no reino celestial.

    O presidente James E. Faust ensinou:

    “A esperança é a âncora de nossa alma. (…)

    A esperança é a confiança nas promessas de Deus, a fé que temos de que, se agirmos hoje, as bênçãos desejadas serão obtidas no futuro. (…)

    A fonte infalível de nossa esperança é sermos filhos e filhas de Deus e que Seu Filho, o Senhor Jesus Cristo, nos salvou da morte” (“Esperança, uma âncora para a alma”, A Liahona, janeiro de 2000, pp. 70–72).

    Estudo das escrituras

    O que é esperança e em que devemos ter esperança?

    Caridade e amor

    O My Father

    © 2001 Simon Dewey. Reprodução proibida.

    Um homem perguntou certa vez a Jesus: “Qual é o grande mandamento na lei?” Jesus respondeu: “Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mateus 22:36–39).

    A caridade é o “puro amor de Cristo” (Morôni 7:47). Inclui o amor eterno de Deus por todos os Seus filhos. Precisamos procurar desenvolver esse tipo de amor. Quando você está cheio de caridade, você obedece aos mandamentos de Deus e faz tudo o que pode para servir as outras pessoas e ajudá-las a receber o evangelho restaurado.

    A caridade é uma dádiva de Deus. O profeta Mórmon disse que devemos “[rogar] ao Pai, com toda a energia de [nosso] coração, [para que sejamos] cheios desse amor” (Morôni 7:48). Ao seguir esse conselho e se esforçar para fazer obras de retidão, seu amor por todas as pessoas aumentará, especialmente por aquelas com quem você estiver trabalhando. Você sentirá uma preocupação sincera pelo bem-estar e pela felicidade eterna das pessoas. Você as verá como filhos de Deus, com o potencial de se tornarem semelhantes a nosso Pai Celestial, e trabalhará para o bem delas. Evitará sentimentos negativos como raiva, inveja, desejo pecaminoso ou cobiça. Evitará julgar ou criticar as pessoas ou dizer coisas negativas a respeito delas. Procurará compreendê-las e entender o ponto de vista delas. Será paciente com elas e procurará ajudá-las quando estiverem tendo dificuldades ou se sentirem desanimadas. A caridade, assim como a fé, conduz à ação. Você desenvolverá caridade ao procurar oportunidades para servir às pessoas e ao doar de si mesmo.

    Estudo das escrituras

    O que é caridade?

    Como Jesus demonstrou caridade?

    O que estes versículos ensinam sobre caridade?

    Virtude

    A virtude se origina em seus pensamentos e desejos mais profundos. É um padrão de pensamento e conduta fundamentado em elevados padrões morais. Como o Espírito Santo não habita em tabernáculos impuros, a virtude é um pré-requisito para que recebamos a orientação do Espírito. O que você escolhe pensar e fazer quando está sozinho e acredita que ninguém o está observando é uma medida muito importante de sua virtude.

    As pessoas virtuosas são espiritualmente limpas e puras. Elas se concentram em pensamentos dignos e inspiradores e colocam para fora da mente os pensamentos indignos que conduzem a ações impróprias. Elas obedecem aos mandamentos de Deus e seguem o conselho dos líderes da Igreja. Oram pedindo forças para resistir à tentação e fazem o que é certo. Arrependem-se rapidamente de seus pecados e erros. Vivem de modo a serem dignas de uma recomendação para o templo.

    Sua mente é como o palco de um teatro. Mas, no teatro de sua mente, somente um ator pode subir ao palco a cada vez. Se o palco estiver vazio, pensamentos tenebrosos e pecaminosos frequentemente sobem ao palco para tentá-lo. Mas esses pensamentos não terão poder se o palco de sua mente estiver ocupado por pensamentos virtuosos, como um hino ou versículo de escritura que você decorou para poder lembrar nos momentos de tentação. Se você controlar o palco de sua mente, poderá resistir com sucesso ao insistente apelo para que ceda à tentação e cometa pecado. Você pode se tornar puro e virtuoso.

    Estudo das escrituras

    O que significa ser virtuoso?

    Conhecimento

    O Senhor ordenou: “Procurai conhecimento, sim, pelo estudo e também pela fé” (Doutrina e Convênios 88:118). Ele também advertiu: “É impossível ao homem ser salvo em ignorância” (Doutrina e Convênios 131:6). Procure obter conhecimento, especialmente o conhecimento espiritual. Estude as escrituras todos os dias e também estude as palavras dos profetas vivos. Por meio do estudo e da oração, procure ajuda para suas dúvidas, seus desafios e suas oportunidades específicas. Dê atenção especial a passagens de escrituras que possa usar ao ensinar e ao responder perguntas sobre o evangelho restaurado.

    Pense em como pode aplicar os princípios do evangelho em sua vida. Ao estudar diligentemente, em espírito de oração e com pura intenção, o Espírito Santo vai iluminar sua mente, ensiná-lo e ajudá-lo a compreender o significado das escrituras e dos ensinamentos dos profetas vivos. Você também pode adquirir conhecimento observando e ouvindo outras pessoas, especialmente os líderes da Igreja. Assim como Néfi, você pode dizer: “Minha alma se deleita nas escrituras e meu coração nelas medita. (…) Eis que minha alma se deleita nas coisas do Senhor; e meu coração medita continuamente nas coisas que vi e ouvi” (2 Néfi 4:15–16).

    Estudo das escrituras

    Como o conhecimento nos ajuda a realizar o trabalho do Senhor?

    Como você pode adquirir conhecimento?

    Paciência

    A paciência é a capacidade de suportar atrasos, problemas, oposição ou sofrimento sem que você fique zangado, frustrado ou ansioso. É a capacidade de fazer a vontade de Deus e de aceitar o tempo Dele. Quando você é paciente, você suporta a pressão e é capaz de enfrentar a adversidade com calma e esperança. A paciência está relacionada à esperança e à fé — você precisa esperar que as bênçãos prometidas por Deus sejam cumpridas.

    Você precisa de paciência nas coisas que acontecem no seu dia a dia e no seu relacionamento com as pessoas, especialmente com seu companheiro. Precisa ser paciente com todas as pessoas, inclusive com você mesmo, ao se esforçar para vencer suas fraquezas e seus erros.

    Atividade: Estudo pessoal

    • Estude Mosias 28:1–9. Quais foram algumas coisas que os filhos de Mosias desejaram?

    • Qual foi o conselho do Senhor para aqueles missionários? (Ver Alma 17:10–11 e 26:27.)

    • Quais foram alguns dos resultados da paciência e diligência deles? (Ver Alma 26.)

    • Escreva suas respostas em seu diário de estudo.

    Estudo das escrituras

    Por que a paciência é importante? Como a paciência se relaciona com a fé?

    Humildade

    The Greatest of All

    A humildade é a disposição de nos submeter à vontade do Senhor e dar a Ele a honra por tudo que for realizado. Isso inclui gratidão por Suas bênçãos e o reconhecimento de que você necessita constantemente de Sua ajuda divina. A humildade não é um sinal de fraqueza; é um sinal de força espiritual. Quando você confia humildemente no Senhor e reconhece Seu poder e Sua misericórdia, você tem a certeza de que os mandamentos Dele são para o seu bem. Você sente a confiança de que pode fazer tudo o que o Senhor exige de você se confiar Nele. Você também está disposto a confiar em Seus servos escolhidos e a seguir o conselho deles. A humildade o ajudará a se esforçar para ser obediente, trabalhar arduamente e servir sem egoísmo.

    O oposto da humildade é o orgulho, que é condenado nas escrituras. Ser orgulhoso significa colocar mais confiança em si mesmo do que em Deus ou em Seus servos. Também significa colocar as coisas do mundo acima das coisas de Deus. As pessoas orgulhosas tomam a honra para si mesmas em vez de dar a glória a Deus. O orgulho é competitivo; os orgulhosos procuram ter mais do que os outros e se acham melhores do que as outras pessoas. O orgulho geralmente resulta em raiva ou ódio e é uma grande pedra de tropeço.

    Estudo das escrituras

    O que significa ser humilde?

    Que bênçãos você recebe quando é humilde?

    Como você pode reconhecer o orgulho em si mesmo?

    Diligência

    A diligência é o empenho constante, consistente, sincero e vigoroso em fazer o trabalho do Senhor. O Senhor espera que você trabalhe diligentemente, ou seja, persistentemente e com muito esforço e cuidado. Um missionário diligente trabalha de modo eficaz e eficiente. A diligência no trabalho missionário é uma expressão de seu amor pelo Senhor e pelo trabalho Dele. Quando você é diligente, tem alegria e satisfação no trabalho.

    Faça muitas coisas boas de sua própria vontade (ver Doutrina e Convênios 58:27). Não espere que seus líderes lhe digam o que fazer. Prossiga até ter feito tudo o que pode, mesmo que esteja cansado. Concentre-se nas coisas mais importantes e não desperdice tempo. Ore pedindo orientação e forças. Planeje regularmente de modo eficaz. Evite todas as coisas que distraiam seus pensamentos e ações.

    Estudo das escrituras

    O que significa ser diligente?

    Por que o Senhor espera que você seja diligente?

    De que modo a diligência se relaciona com o arbítrio?

    Obediência

    Como missionário, é esperado que você cumpra os mandamentos de boa vontade, obedeça às regras da missão e siga o conselho de seus líderes. A obediência é a primeira lei do céu. É um ato de fé. Às vezes, será exigido que você faça coisas que não compreende plenamente. Ao obedecer, sua fé, seu conhecimento, sua sabedoria, seu testemunho, sua proteção e sua liberdade aumentarão. Esforce-se por ser obediente ao Senhor, ao profeta vivo e ao seu presidente de missão.

    Estudo das escrituras

    O que significa ser obediente?

    O que você aprende a respeito da obediência nestas escrituras?

    Por que os jovens guerreiros do exército de Helamã obedeciam com exatidão? Como eles foram abençoados?

    Desenvolver atributos cristãos

    À medida que você estudar e procurar desenvolver os atributos descritos neste capítulo e outros atributos encontrados nas escrituras, o seguinte padrão pode ser útil:

    • Identifique o atributo que deseja desenvolver.

    • Escreva uma definição e descrição do atributo.

    • Escreva perguntas para serem respondidas à medida que você estuda.

    • Faça uma lista das passagens das escrituras que ensinam a respeito do atributo e as estude cuidadosamente.

    • Escreva seus sentimentos e suas impressões.

    • Estabeleça metas e faça planos para aplicar o atributo em sua vida.

    • Ore para que o Senhor o ajude a desenvolver o atributo.

    • Avalie diariamente seu progresso no desenvolvimento de cada atributo.

    Atividade: Estudo pessoal

    Identifique um atributo deste capítulo ou das escrituras. Siga o padrão anterior para compreender melhor e planejar o desenvolvimento do atributo.

    Missionaries

    Olhe para a fotografia de uma plaqueta de missionário. De que modo sua plaqueta difere da que é usada por um funcionário de uma empresa? Observe que as duas partes mais visíveis são o seu nome e o nome do Salvador. Como você pode garantir que representa o Salvador como um de Seus discípulos? Por que é importante que as pessoas associem seu nome com o nome do Salvador de modo positivo? Escreva suas ideias em seu diário de estudo.

    Estudo das escrituras

    Quais são alguns atributos relacionados nas escrituras?

    Lembre-se disto

    • Você precisa ser um missionário semelhante a Cristo, não apenas fazer as coisas que um missionário faz.

    • Durante toda a vida, devemos aprender a ser como Cristo é.

    • Você segue o exemplo de Cristo — desenvolve os atributos Dele — uma ação e uma decisão de cada vez.

    • Mudar para se tornar semelhante a Cristo exige que você exerça fé, arrependa-se, cumpra os convênios, receba uma porção maior do Espírito Santo e persevere até o fim.

    Ideias para estudo e aplicação

    Estudo pessoal

    • Prepare um discurso de cinco minutos sobre um dos atributos abordados neste capítulo.

    • Usando o Guia para Estudo das Escrituras, procure saber de que maneiras o Salvador deu o exemplo dos atributos descritos neste capítulo. Escreva em seu diário de estudo o que aprendeu.

    • Periodicamente, complete a “Atividade para desenvolvimento de atributos cristãos”, que se encontra no final deste capítulo.

    • Identifique um atributo deste capítulo. Pergunte a si mesmo:

      • Como posso desenvolver esse atributo?

      • O que preciso mudar em meu coração, em minha mente e em minhas ações para desenvolver esse atributo?

      • De que modo o cumprimento dos convênios me ajuda a desenvolver esse atributo?

      • Como o desenvolvimento desse atributo me ajuda a me qualificar para o Santo Espírito e a me tornar mais poderoso como ministro do evangelho de Jesus Cristo?

    • Encontre exemplos de atributos cristãos na vida de homens e mulheres das escrituras. Escreva suas impressões em seu diário de estudo.

    Estudo com o companheiro

    • Estudem referências relacionadas a atributos cristãos no aplicativo Biblioteca do Evangelho ou em outros recursos aprovados.

    • Conversem sobre como cada atributo se relaciona entre si. Por exemplo:

      • Como a fé se relaciona com a diligência?

      • De que modo a humildade e o amor estão relacionados entre si?

      • Como o conhecimento fortalece a paciência?

    Conselhos de distrito, conferências de zona e conselhos de liderança da missão

    • Vários dias antes do conselho de distrito, da conferência de zona ou do conselho de liderança da missão, peça a cada missionário que escolha um dos atributos neste capítulo ou nas escrituras e prepare um discurso de cinco minutos sobre aquele atributo, incluindo escrituras que o ajudaram.

      Reserve um tempo na reunião para que alguns missionários apresentem seu discurso.

    • Separe os missionários em três grupos e dê a eles a seguinte designação:

      Grupo 1: Leia 1 Néfi 17:7–16 e responda às seguintes perguntas:

      • Como Néfi exerceu sua fé?

      • O que Néfi fez que era semelhante a Cristo?

      • Que promessas o Senhor fez a Néfi se ele fosse fiel e guardasse os mandamentos?

      • Como essa história se aplica ao trabalho missionário?

      Grupo 2: Leia Jacó 7:1–15 e responda às seguintes perguntas:

      • Por que a fé que Jacó possuía era forte o suficiente para resistir aos ataques de Serém?

      • Como Jacó exerceu fé ao conversar com Serém?

      • De que modo as ações de Jacó eram semelhantes às de Cristo?

      • O que posso fazer para desenvolver uma fé semelhante à de Jacó?

      Grupo 3: Leia Joseph Smith—História 1:8–18 e responda às seguintes perguntas:

      • De que maneira Joseph Smith exerceu fé em Jesus Cristo?

      • Como sua fé foi provada?

      • O que ele fez que era semelhante a Cristo?

      • O que podemos fazer para seguir o exemplo de Joseph Smith?

      Depois que os grupos terminarem, reúna os missionários e peça a eles que compartilhem o que conversaram.

    • Conte uma experiência em que você foi abençoado ou inspirado pela fé que outra pessoa possuía.

    • Peça aos missionários que vejam a “Atividade para desenvolvimento de atributos cristãos”. Dê a cada missionário uma folha de papel para que ele escreva suas próprias respostas.

      Quando terminarem de preencher a folha de atividade, peça-lhes que estabeleçam metas pessoais.

      Peça a alguns missionários que compartilhem o que aprenderam e sentiram ao preencherem a folha de atividade.

      Preste testemunho da importância de desenvolvermos atributos cristãos.

    Presidente de missão, esposa e conselheiros

    • Peça aos missionários que leiam um dos quatro evangelhos do Novo Testamento ou 3 Néfi 11–28. Peça-lhes que sublinhem o que o Salvador fez que eles também podem fazer.

    • Use o estabelecimento de metas e o planejamento para ensinar os missionários a respeito da diligência. Mostre como a diligência em concentrar os esforços nas pessoas é uma expressão de amor.

    • Durante as entrevistas ou conversas, peça aos missionários que falem sobre um atributo que eles estão procurando desenvolver.

    • Em uma conferência de zona ou em um conselho de liderança da missão, convide os missionários a falar que atributos cristãos eles admiram em seus companheiros.

    Atividade para desenvolvimento de atributos cristãos

    Leia cuidadosamente cada item a seguir. Decida quão verdadeira é a declaração no tocante à sua própria vida e escolha a opção mais adequada na tabela de respostas. Escreva sua resposta para cada item em seu diário de estudo. O crescimento espiritual é um processo gradual, e ninguém é perfeito, portanto você deve conseguir notas melhores em alguns itens do que em outros.

    Tabela de respostas

    1

    = nunca

    2

    = às vezes

    3

    = frequentemente

    4

    = quase sempre

    5

    = sempre

    1. ___ Creio em Cristo e O aceito como meu Salvador (2 Néfi 25:29).

    2. ___ Tenho a certeza de que Deus me ama (1 Néfi 11:17).

    3. ___ Confio o suficiente no Salvador para aceitar Sua vontade e fazer tudo o que Ele me pede (1 Néfi 3:7).

    4. ___ Acredito firmemente que, por meio da Expiação de Jesus Cristo, posso ser perdoado de todos os meus pecados (Enos 1:5–8).

    5. ___ Tenho fé em Cristo suficiente para receber respostas para minhas orações (Mosias 27:14).

    6. ___ Penso no Salvador durante o dia e me lembro do que Ele fez por mim (Doutrina e Convênios 20:77, 79).

    7. ___ Tenho a fé necessária para fazer com que coisas boas aconteçam em minha vida ou na vida de outras pessoas (Éter 12:12).

    8. ___ Sei pelo poder do Espírito Santo que o Livro de Mórmon é verdadeiro (Morôni 10:3–5).

    9. ___ Tenho suficiente fé em Cristo para realizar tudo o que Ele deseja que eu faça, até milagres se necessário (Morôni 7:33).

    Esperança

    1. ___ Um de meus maiores desejos é herdar a vida eterna no reino celestial de Deus (Morôni 7:41).

    2. ___ Tenho certeza de que terei uma missão bem-sucedida e feliz (Doutrina e Convênios 31:3–5).

    3. ___ Sinto paz e otimismo em relação ao futuro (Doutrina e Convênios 59:23).

    4. ___ Acredito firmemente que um dia vou morar com Deus e me tornar semelhante a Ele (Éter 12:4).

    Caridade e amor

    1. ___ Sinto um desejo sincero pelo bem-estar e pela felicidade das outras pessoas (Mosias 28:3).

    2. ___ Quando oro, peço para ter caridade — o puro amor de Cristo (Morôni 7:47–48).

    3. ___ Procuro compreender os sentimentos das pessoas e ver as coisas pelo ponto de vista delas (Judas 1:22).

    4. ___ Perdoo as pessoas que me ofenderam ou que me fizeram mal (Efésios 4:32).

    5. ___ Procuro ajudar as pessoas quando estão tendo dificuldades ou quando estão se sentindo desanimadas (Mosias 18:9).

    6. ___ Quando adequado, digo às pessoas que as amo e que me preocupo com elas (Lucas 7:12–15).

    7. ___ Busco oportunidades de servir a outras pessoas (Mosias 2:17).

    8. ___ Falo coisas positivas sobre outras pessoas (Doutrina e Convênios 42:27).

    9. ___ Sou bondoso e paciente com as pessoas, mesmo quando é difícil conviver com elas (Morôni 7:45).

    10. ___ Sinto alegria pelas realizações de outras pessoas (Alma 17:2–4).

    Virtude

    1. ___ Sou limpo e puro de coração (Salmos 24:3–4).

    2. ____ Não tenho o desejo de fazer o mal, mas, sim, de fazer o bem (Mosias 5:2).

    3. ___ Sou digno de confiança. Faço o que disse que faria (Alma 53:20).

    4. ___ Concentro-me em pensamentos dignos e inspiradores e elimino os pensamentos prejudiciais de minha mente (Doutrina e Convênios 121:45).

    5. ___ Arrependo-me de meus pecados e me esforço para vencer minhas fraquezas (Doutrina e Convênios 49:26–28).

    6. ___ Sinto a influência do Espírito Santo em minha vida (Doutrina e Convênios 11:12–13).

    Conhecimento

    1. ___ Sei que tenho uma boa compreensão da doutrina e dos princípios do evangelho (Éter 3:19–20).

    2. ___ Estudo as escrituras diariamente (João 5:39).

    3. ___ Procuro sinceramente entender a verdade e encontrar respostas para minhas dúvidas (Doutrina e Convênios 6:7).

    4. ___ Recebo conhecimento e orientação por meio do Espírito (1 Néfi 4:6).

    5. ___ Amo e valorizo as doutrinas e os princípios do evangelho (2 Néfi 4:15).

    Paciência

    1. ___ Espero pacientemente que as bênçãos e as promessas do Senhor sejam cumpridas (2 Néfi 10:17).

    2. ___ Sou capaz de esperar pelas coisas sem ficar frustrado ou irritado (Romanos 8:25).

    3. ___ Sou paciente e tranquilo em relação aos desafios de ser missionário (Alma 17:11).

    4. ___ Sou paciente com os erros e as fraquezas das pessoas (Romanos 15:1).

    5. ___ Tenho paciência comigo mesmo e confio no Senhor ao me esforçar para vencer minhas fraquezas (Éter 12:27).

    6. ___ Enfrento as adversidades e as aflições com calma e esperança (Alma 34:40–41).

    Humildade

    1. ___ Sou manso e humilde de coração (Mateus 11:29).

    2. ___ Confio na ajuda do Senhor (Alma 26:12).

    3. ___ Sou sinceramente grato pelas bênçãos que recebi do Senhor (Alma 7:23).

    4. ___ Minhas orações são honestas e sinceras (Enos 1:4).

    5. ___ Gosto de receber orientação de meus líderes e professores (2 Néfi 9:28).

    6. ___ Esforço-me para ser submisso à vontade do Senhor, seja ela qual for (Mosias 24:15).

    Diligência

    1. ___ Trabalho de maneira eficiente, mesmo quando não estou sob pressão ou supervisão (Doutrina e Convênios 58:26–27).

    2. ___ Concentro meus esforços nas coisas mais importantes (Mateus 23:23).

    3. ___ Faço uma oração pessoal pelo menos duas vezes por dia (Alma 34:18–27).

    4. ___ Concentro meus pensamentos em meu chamado como missionário (Doutrina e Convênios 4:2, 5).

    5. ___ Estabeleço metas e planejo regularmente (Doutrina e Convênios 88:119).

    6. ___ Trabalho arduamente até que a tarefa esteja terminada com sucesso (Doutrina e Convênios 10:4).

    7. ___ Tenho alegria e satisfação em meu trabalho (Alma 36:24–25).

    Obediência

    1. ___ Quando oro, peço forças para resistir à tentação e fazer o que é certo (3 Néfi 18:15).

    2. ___ Guardo os mandamentos exigidos para ser digno de uma recomendação para o templo (Doutrina e Convênios 97:8).

    3. ___ Estou disposto a obedecer às regras da missão e a seguir o conselho de meus líderes (Hebreus 13:17).

    4. ___ Esforço-me por viver de acordo com as leis e com os princípios do evangelho (Doutrina e Convênios 41:5).