2010–2019
O fruto
Notas de rodapé
Tema

O fruto

Mantenham os olhos e o coração centralizados no Salvador Jesus Cristo e na eterna alegria que advém Dele.

Sei o que vocês estão pensando! Só mais um orador até ouvirmos o presidente Nelson. Espero mantê-los atentos por alguns minutos enquanto estamos na expectativa de ouvir nosso amado profeta. Escolhi um assunto bem atrativo: o fruto.

Fruits and Vegetables

Com as cores, as texturas e a doçura das frutas vermelhas, das bananas, melancias, mangas, ou de frutas mais exóticas como a romã ou o kino, as frutas têm sido consideradas há muito tempo uma estimada iguaria.

Durante Seu ministério terreno, o Salvador comparou o bom fruto com as coisas de valor eterno. Ele afirmou: “Por seus frutos os conhecereis”.1 “Assim, toda árvore boa produz bons frutos”.2 Ele nos incentivou a “[ajuntar] fruto para a vida eterna”.3

Em um vívido sonho que todos nós conhecemos no Livro de Mórmon, o profeta Leí se viu em “um deserto escuro e triste”. Havia água suja, uma névoa de escuridão, caminhos desconhecidos e caminhos proibidos, mas também uma barra de ferro4 por todo o caminho estreito e apertado que levava à bela árvore com “fruto (…) para fazer uma pessoa feliz”. Ao relatar o sonho, Leí disse: “E aconteceu que (…) comi de seu fruto; e (…) era o mais doce de todos os que já havia provado. (…) Ele encheu-me a alma de imensa alegria”. E esse fruto era “mais desejável que qualquer outro fruto”.5

Lehi's Dream

O significado da árvore e do fruto

O que essa árvore com seu fruto desejável simbolizava? Representa o “amor de Deus”6 e proclama o maravilhoso plano de redenção de nosso Pai Celestial. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”7

Esse fruto desejável simboliza as maravilhosas bênçãos da incomparável Expiação do Salvador. Não apenas viveremos após nossa mortalidade, mas, por meio de nossa fé em Jesus Cristo, nosso arrependimento e nossa obediência aos mandamentos, poderemos ser perdoados de nossos pecados e um dia nos apresentaremos limpos e puros diante de nosso Pai e Seu Filho.

Comer do fruto da árvore também simboliza que aceitamos as ordenanças e os convênios do evangelho restaurado ao sermos batizados, recebermos o dom do Espírito Santo e entrarmos na casa do Senhor para sermos investidos de poder do alto. Por meio da graça de Jesus Cristo e da fidelidade aos convênios, podemos receber a imensurável promessa de vivermos com nossa digna família pela eternidade.8

Não me admira o anjo descrever o fruto como “a maior alegria para a alma”.9 E é!

O desafio de se manter verdadeiro

Como todos nós já aprendemos, mesmo depois de saborear o precioso fruto do evangelho restaurado, permanecer fiel e firme no Senhor Jesus Cristo não é uma tarefa fácil. Como foi dito muitas vezes nesta conferência, continuamos a enfrentar distrações e decepções, confusão e comoção, provocações e tentações que nos instigam a afastar nosso coração do Salvador e das alegrias e belezas que experimentamos ao segui-Lo.

Devido a essa adversidade, o sonho de Leí inclui um aviso! Do outro lado do rio, está o espaçoso edifício com pessoas de todas as idades apontando o dedo, caçoando e ridicularizando os fiéis seguidores de Jesus Cristo.

As pessoas no edifício estavam ridicularizando aquelas que guardavam os mandamentos e estavam rindo delas na esperança de desacreditar e zombar de sua fé em Jesus Cristo e em Seu evangelho. E, devido aos ataques verbais de dúvida e desdém lançados em direção aos crentes, alguns dos que provaram do fruto começaram a se envergonhar do evangelho que haviam aceitado. Os falsos encantos deste mundo os seduziram, eles se afastaram da árvore e do fruto e, nas palavras da escritura, “desviaram-se por caminhos proibidos e perderam-se”.10

Em nosso mundo hoje, a equipe de construção do adversário faz hora extra, ampliando rapidamente o grande e espaçoso edifício. A expansão se espalhou através do rio, na esperança de envolver nosso lar enquanto os zombadores pranteiam dia e noite nos megafones da internet.11

O presidente Nelson explicou: “O adversário está quadruplicando seus esforços para destruir testemunhos e impedir o trabalho do Senhor”.12 Lembremo-nos das palavras de Leí: “Não lhes demos atenção”.13

Apesar de não precisarmos temer, não devemos baixar a guarda. Às vezes, coisas pequenas podem derrubar nosso equilíbrio espiritual. Por favor, não deixem que dúvidas, insultos de outras pessoas, amigos sem fé ou erros infelizes e decepções os distanciem da doçura, da pureza e das bênçãos advindas do precioso fruto da árvore que satisfazem a alma. Mantenham os olhos e o coração centralizados no Salvador Jesus Cristo e na eterna alegria que advém Dele.

A fé de Jason Hall

Em junho, minha esposa, Kathy, e eu estivemos no funeral de Jason Hall. Quando faleceu, ele tinha 48 anos e servia como presidente do quórum de élderes.

Estas são as palavras de Jason sobre um acontecimento que mudou sua vida:

“[Aos 15 anos, sofri] um acidente ao mergulhar. (…) [Quebrei] meu pescoço e fiquei paralisado do pescoço para baixo. Perdi controle total de minhas pernas e parcial de meus braços. Eu não podia mais andar, nem ficar de pé, (…) nem me alimentar sozinho. Eu mal podia respirar ou falar”.14

“‘Amado Pai [Celestial]’, implorei, ‘se eu puder ter apenas minhas mãos, sei que conseguirei. Por favor, Pai, por favor. (…)

Pode ficar com minhas pernas, Pai, mas [oro] para que eu consiga usar as mãos.’”15

Jason nunca recuperou o uso das mãos. Conseguem ouvir as vozes do espaçoso edifício? “Jason Hall, Deus não ouve suas orações! Se Deus é um Deus amoroso, por que Ele permite que você permaneça assim? Por que ter fé em Cristo?” Jason Hall ouviu essas vozes, mas não lhes deu atenção. Em vez disso, ele se banqueteou com o fruto da árvore. Sua fé em Jesus Cristo se tornou inabalável. Ele se formou na faculdade e se casou no templo com Kolette Coleman. Ele a descrevia como o amor da vida dele.16 Após 16 anos de casamento, aconteceu outro milagre, nasceu seu precioso filho, Coleman.

The Hall Family
The Hall Family

Como eles exerceram sua fé? Kolette explicou: “Confiamos no plano de Deus. E ele nos deu esperança. Sabíamos que um dia [no futuro] Jason será perfeito. (…) Sabíamos que Deus nos forneceu um Salvador, cujo sacrifício expiatório nos capacita a olhar adiante quando queremos desistir”.17

Young Men

No funeral de Jason, seu filho, Coleman, de 10 anos, disse que seu pai o ensinara que “o Pai Celestial tem um plano para nós, que a vida na Terra seria incrível e que poderíamos viver em família. (…) Mas (…) teríamos que passar por coisas difíceis e cometeríamos erros”.

Coleman continuou: “O Pai Celestial mandou Seu Filho, Jesus Cristo, à Terra. Sua tarefa era ser perfeito. Curar e amar as pessoas. E então sofrer por todos as nossas dores, aflições e pecados. Por fim, Ele morreu por nós”. Então Coleman acrescentou: “E por ter feito isso, Jesus sabe como me sinto neste momento.

Três dias depois de morrer, Jesus reviveu, com um corpo perfeito. Isso é importante para mim porque sei que (…) o corpo [de meu pai] se tornará perfeito e estaremos reunidos em família”.

The Hall Family

Coleman então concluiu: “Todas as noites, desde quando eu era bebê, meu pai me dizia: ‘O papai ama você, o Pai Celestial ama você e você é um bom garoto’”.18

A alegria vem por causa de Jesus Cristo

O presidente Russell M. Nelson descreveu a razão pela qual a família Hall sente alegria e esperança. Ele disse:

“A alegria que sentimos tem pouco a ver com as circunstâncias de nossa vida e tem tudo a ver com o enfoque de nossa vida.

Quando o enfoque de nossa vida é o plano de salvação criado por Deus (…) e em Jesus Cristo e Seu evangelho, podemos sentir alegria a despeito do que está acontecendo — ou não — em nossa vida. A alegria vem Dele e por causa Dele. Ele é a fonte de toda alegria. (…)

Se olharmos para o mundo (…), nunca vivenciaremos a alegria. (…) [A alegria] é a dádiva que advém de intencionalmente tentarmos viver em retidão conforme ensinado por Jesus Cristo”.19

Uma promessa à medida que vocês retornam

Se vocês têm vivido sem o fruto da árvore por algum tempo, saibam que o Salvador está sempre com seus braços estendidos para vocês. Ele amorosamente chama: “Arrependam-se e venham a mim”.20 Seu fruto é abundante e está sempre na estação. Não é possível comprá-lo com dinheiro, e ele não é negado a ninguém que o deseje honestamente.21

Se vocês desejam se voltar à árvore e provar do fruto outra vez, comecem orando a seu Pai Celestial. Acreditem em Jesus Cristo e no poder de Seu sacrifício expiatório. Prometo que, ao olharem para o Salvador “em cada pensamento”22, o fruto da árvore será de vocês novamente, delicioso ao paladar, uma alegria para a alma, “a maior de todas as dádivas de Deus”.23

Portugal: Pioneers of Lisbon

Há três semanas, vi a alegria do fruto do Salvador em sua plenitude quando Kathy e eu participamos da dedicação do Templo de Lisboa Portugal. Os frutos do evangelho restaurado foram abertos a Portugal em 1975 à medida que a liberdade religiosa se tornou disponível. Muitos nobres santos que foram os primeiros a provar do fruto quando não havia congregações, nem capelas, nem templos a menos de 1.600 quilômetros se regozijaram conosco pelo precioso fruto da árvore que agora se encontra em uma casa do Senhor em Lisboa, Portugal. Honro e reverencio esses santos dos últimos dias que mantêm seu coração fixo no Salvador.

O Salvador disse: “Quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer”.24

Falando aos membros da Igreja em todo o mundo nesta manhã, o presidente Nelson disse: “Meus queridos irmãos e irmãs, vocês são exemplos vivos dos frutos que advêm de se seguir os ensinamentos de Jesus Cristo”. Então, ele acrescentou: “Obrigado! Amo vocês!”25

Nós o amamos, presidente Nelson.

Sou uma testemunha ocular do poder de revelação que repousa sobre nosso querido presidente. Ele é um profeta de Deus. Assim como Leí na antiguidade, o presidente Russell M. Nelson chama todos nós e toda a família de Deus para vir e comer do fruto da árvore. Que tenhamos humildade e força para seguir seu conselho.

Testifico humildemente que Jesus Cristo é o Filho de Deus. Seu amor, Seu poder e Sua graça trazem todas as coisas de valor duradouro. Presto testemunho disso em nome de Jesus Cristo. Amém.