2010–2019
Capacidade espiritual
Notas de rodapé
Tema

Capacidade espiritual

Como discípulos fiéis de Jesus Cristo, vocês podem receber inspiração e revelação pessoal, consistentes com Seus mandamentos, que sejam adequadas a vocês.

Enquanto eu saía de um recente acampamento das Moças, uma doce jovem me entregou um bilhete. Nele, ela perguntou: “Como posso saber se Deus está tentando me dizer algo?” Amei essa pergunta. Nossa alma anseia por uma conexão com o lar celestial. Queremos nos sentir necessários e úteis. Mas, às vezes, temos dificuldade em distinguir entre nossos próprios pensamentos e as doces inspirações do Espírito. Os profetas antigos e modernos ensinaram que se algo o convida e incentiva a fazer o bem, isso vem de Cristo.1

O presidente Russell M. Nelson fez um simples, mas poderoso convite: “Meus amados irmãos e irmãs, imploro para que aumentem sua capacidade espiritual de receber revelações. (…) Escolham fazer o trabalho espiritual necessário para desfrutar o dom do Espírito Santo e ouvir a voz do Espírito com mais frequência e de modo mais claro”.2

Meu desejo nesta manhã é falar a vocês do fundo do coração sobre quatro maneiras de aumentarem sua capacidade de receber revelação.

1. Agir intencionalmente para criar tempo e espaço para ouvir a voz de Deus.

Ao usarem seu arbítrio para dedicar tempo todos os dias para se aproximarem da voz de Deus, especialmente no Livro de Mórmon, com o tempo, a voz Dele se tornará mais clara e conhecida para vocês.

Por outro lado, as distrações e o barulho que invadem tanto o mundo quanto nosso lar e nossa vida, podem dificultar nossa capacidade de ouvir Sua voz. Essas distrações podem nos ocupar tanto a mente e o coração que não deixaremos espaço para os influxos do Espírito Santo.

O profeta Joseph Smith ensinou que Deus Se revela com mais frequência “para indivíduos em particular, em seus aposentos; no deserto ou nos campos, e geralmente sem barulho ou tumulto”.3

Satanás deseja nos separar da voz de Deus nos distanciando desses lugares silenciosos. Se Deus fala com voz mansa e delicada, vocês e eu precisamos nos aproximar Dele para ouvi-Lo. Imaginem o que aconteceria se tivéssemos tanto empenho em estar conectados com o céu quanto temos em estar conectados ao Wi-Fi! Reservem um tempo e um local, e ouçam a voz de Deus diariamente. E cumpram esse sagrado compromisso com exatidão, pois muito depende disso!

2. Agir sem demora

Quando vocês recebem inspiração e depois agem com intenção, o Senhor pode usá-los. Quanto mais vocês agirem, mais familiar a voz do Espírito se tornará. E cada vez mais, vocês reconhecerão a orientação de Deus e saberão que Ele está “desejoso de revelar Sua mente e Sua vontade”.4 Se demorarem, vocês podem se esquecer da inspiração ou perder a oportunidade de, a serviço de Deus, ajudar alguém.

3. Receber sua designação do Senhor

A oração que o Pai Celestial parece ansioso para responder é nosso pedido para sermos guiados a alguém que precise de ajuda. O presidente Henry B. Eyring nos ensinou a buscar revelação perguntando a Deus quem nós podemos ajudar por Ele. “Se fizerem perguntas como essa, o Espírito Santo virá e vocês serão inspirados sobre coisas que podem fazer para as pessoas. Ao irem e fazerem essas coisas, estarão a serviço do Senhor, e quando estão a serviço do Senhor, vocês se qualificam para receber o dom do Espírito Santo.”5

Vocês podem orar e pedir ao Senhor uma designação. Assim, Ele pode usar suas habilidades comuns para realizar Seu trabalho extraordinário.

Fritz Lundgren

Meu avô, Fritz Hjalmar Lundgren, emigrou da Suécia aos 19 anos de idade. Chegou à América, sozinho, com uma maleta e seis anos de estudo formal. Incapaz de falar qualquer coisa em inglês, chegou ao Oregon e trabalhou lá como lenhador; e depois ele, minha avó e minha mãe se uniram à Igreja. Ele nunca presidiu uma ala, mas como fiel mestre familiar, trouxe mais de 50 famílias de volta à Igreja. Como ele fez isso?

Depois da morte do vovô, eu estava mexendo numa caixa com seus papéis e encontrei a carta de um homem que tinha voltado para a igreja devido ao amor de meu avô. A carta dizia: “O segredo do irmão Fritz, acredito, é que ele sempre está a serviço do Pai Celestial”.

Essa carta era do irmão Wayne Simonis. Meu avô o visitou e conheceu cada membro da família dele. Além disso, meu avô disse-lhes que eles eram necessários e os convidou para ir à igreja. No domingo, o irmão Simonis acordou com um dilema — ainda não havia terminado de recolocar o telhado e parecia que ia chover naquela semana. Ele decidiu que iria à igreja, cumprimentaria meu avô e depois voltaria para casa para terminar o telhado. Sua família poderia assistir à reunião sacramental sem ele.

Seu plano estava funcionando muito bem, até que, do telhado, ouviu alguém subindo a escada. Ele escreveu: “Quando olhei (…) de pé no alto da escada estava o irmão Fritz. Ele somente sorriu para mim. No início, fiquei envergonhado e me senti como um garotinho sendo pego ao matar aula. Depois (…) senti raiva. [Mas o irmão Fritz simplesmente] tirou o paletó e o pendurou na escada. Enquanto enrolava as mangas da camisa branca, virou para mim e disse: “Irmão Simonis, você tem outro martelo? Esse trabalho deve ser muito importante ou você não deixaria sua família, e se é importante, quero ajudá-lo’. Ao olhar nos olhos dele, vi somente bondade e o amor de Cristo. A raiva passou. (…) Guardei as ferramentas naquele domingo e segui meu bom amigo escada abaixo e de volta à capela”.

Vovô obteve sua designação do Senhor e sabia que deveria buscar as ovelhas perdidas. Assim como quando os quatro homens que carregaram o amigo paralítico até o telhado e o desceram para que fosse curado por Jesus Cristo,6 a designação de meu avô também o levou a um telhado. O Senhor envia revelações àqueles que buscam ajudar o próximo.

4. Acreditar e confiar

Recentemente, li nas escrituras sobre outro excelente missionário que obteve sua designação do Senhor. Aarão estava ensinando o rei dos lamanitas, que perguntou por que o irmão de Aarão, Amon, não tinha ido ensiná-lo também. “E Aarão disse ao rei: Eis que o Espírito do Senhor o chamou para outro lugar.”7

O Espírito falou ao meu coração: cada um de nós tem uma missão diferente a realizar e, algumas vezes, o Espírito pode nos chamar para “outro lugar”. Há muitas maneiras de edificar o reino de Deus como discípulos de Jesus Cristo que fazem e guardam convênios. Como discípulos fiéis Dele, vocês podem receber inspiração e revelação pessoal, consistentes com Seus mandamentos, que sejam adequadas a vocês. Vocês têm missões e papéis únicos a desempenhar na vida e lhes será dada orientação individual para realizá-los.

Néfi, o irmão de Jarede e Moisés tiveram que atravessar muitas águas — e cada um o fez de maneira diferente. Néfi lavrou “madeiras de modo esmerado”.8 O irmão de Jarede construiu barcos que eram “ajustados como um vaso”.9 E Moisés “[foi] pelo meio do mar em terra seca”.10

Cada um deles recebeu orientação personalizada, adequada a eles, e cada um confiou e agiu. O Senhor está atento aos que Lhe obedecem e, nas palavras de Néfi, vai “preparar [para nós] um caminho pelo qual suas ordens possam ser cumpridas”.11 Observem que Néfi disse: “um caminho”, não “o caminho”.

Nós perdemos ou recusamos designações pessoais do Senhor porque Ele preparou “um caminho” diferente do que esperávamos?

Meu avô foi levado a um lugar diferente — de terno, em um telhado, no Dia do Senhor. Confiem em Deus para guiá-los mesmo se o caminho parecer diferente do que esperavam ou diferente do de outras pessoas.

Os santos dos últimos dias são diferentes entre si, mas “todos são iguais perante Deus” — “negro e branco, escravo e livre, homem e mulher”, casado e solteiro, rico e pobre, jovem e velho, membro de longa data e recém-converso.12 Não importa quem vocês são ou os desafios que enfrentam, vocês são convidados à mesa do Senhor.13

À medida que buscar e fazer a vontade do Pai se tornar parte de sua vida diária, vocês, naturalmente, serão levados a mudar e se arrepender.

O novo programa da Igreja para crianças e jovens está fundamentado em aprendermos a buscar revelação, descobrirmos o que o Senhor quer que façamos e depois agirmos de acordo com Sua orientação. Cada um de nós, qualquer que seja a idade ou circunstância, pode se esforçar para buscar, receber e agir. Ao seguirem esse padrão eterno ordenado para nossos dias, vocês se aproximarão de Jesus Cristo — de Seu amor, de Sua luz, de Sua direção, de Sua paz e de Seu poder de cura e capacitação. E aumentarão sua capacidade espiritual de se tornarem um instrumento de uso diário nas mãos Dele para realizarem Sua grande obra. Em nome de Jesus Cristo. Amém.