Podemos agir melhor e ser melhores
    Notas de rodapé

    Podemos agir melhor e ser melhores

    Concentrem-se no arrependimento diário tão essencial à sua vida para que vocês consigam exercer o sacerdócio com mais poder do que nunca.

    Meus queridos irmãos, é inspirador olhar para esta vasta congregação do exército de portadores do sacerdócio do Senhor. Vocês são uma poderosa força para o bem! Nós os amamos. Oramos por vocês. Somos profundamente gratos a todos vocês.

    Recentemente tenho pensado na instrução do Senhor dada por meio do profeta Joseph Smith: “Não pregues coisa alguma a esta geração, a não ser arrependimento”.1 Essa declaração é frequentemente repetida nas escrituras.2 Ela nos leva a pensar em uma pergunta óbvia: “Todas as pessoas precisam se arrepender?” A resposta é sim.

    Muitas pessoas consideram o arrependimento uma punição — algo que deve ser evitado, exceto em circunstâncias muito sérias. Entretanto, esse sentimento de punição é engendrado por Satanás. Ele tenta impedir que confiemos em Jesus Cristo,3 que está de braços abertos,4 esperando e desejando nos curar, perdoar, limpar, fortalecer, purificar e santificar.

    A palavra arrependimento no Novo Testamento Grego é metanoeo. O prefixo meta significa “mudar”. O sufixo noeo está relacionado às palavras gregas que significam “mente”, “conhecimento”, “espírito” e “respiração”.5

    Assim, quando Jesus pede que você e eu nos arrependamos,6 Ele está nos convidando a mudar nossa mente, nosso conhecimento, nosso espírito — e até mesmo o modo como respiramos. Ele nos pede que mudemos a maneira como amamos, pensamos, servimos, gastamos nosso tempo, tratamos nossa esposa, ensinamos nossos filhos e até mesmo como cuidamos de nosso corpo.

    Nada é mais libertador, mais enobrecedor ou mais crucial para nosso progresso individual do que um enfoque constante, diário no arrependimento. O arrependimento não é um evento, mas um processo. Ele é a chave para a felicidade e a paz de consciência. Quando acompanhado da fé, o arrependimento permite que tenhamos acesso ao poder da Expiação de Jesus Cristo.7

    Quer vocês estejam trilhando diligentemente o caminho do convênio, quer tenham se desviado ou saído dele ou até mesmo nem consigam enxergá-lo de onde estão agora, rogo-lhes que se arrependam. Conheçam o poder fortalecedor do arrependimento diário — o poder de agir melhor e de ser melhor a cada dia.

    Quando decidimos nos arrepender, decidimos mudar! Permitimos que o Salvador nos transforme em uma versão melhor de nós mesmos. Escolhemos crescer espiritualmente e receber alegria — a alegria da redenção advinda Dele.8 Quando decidimos nos arrepender, decidimos nos tornar mais como Jesus Cristo!9

    Irmãos, precisamos agir melhor e ser melhores porque estamos numa batalha. A batalha contra o pecado é real. O adversário está quadruplicando seus esforços para destruir testemunhos e impedir o trabalho do Senhor. Ele está equipando seus servos com armas poderosas para nos impedir de participar da alegria e do amor do Senhor.10

    O arrependimento é a chave para escaparmos dos sofrimentos causados pelas armadilhas do adversário. O Senhor não espera que sejamos perfeitos neste período de nosso progresso eterno. Entretanto, ele espera que nos tornemos cada vez mais puros. O arrependimento diário é o caminho para a pureza, e a pureza traz poder. A pureza pessoal pode fazer de nós ferramentas poderosas nas mãos de Deus. Nosso arrependimento — nossa pureza — nos dará poder para ajudar na coligação de Israel.

    O Senhor ensinou ao profeta Joseph Smith “que os direitos do sacerdócio são inseparavelmente ligados com os poderes do céu e que os poderes do céu não podem ser controlados nem exercidos a não ser de acordo com os princípios da retidão”.11

    Sabemos o que vai nos permitir ter mais acesso aos poderes do céu. Sabemos também o que vai prejudicar nosso progresso — aquilo que precisamos parar de fazer para que tenhamos mais acesso aos poderes do céu. Irmãos, busquem em espírito de oração saber o que está refreando seu arrependimento. Identifiquem o que os impede de se arrependerem. E então mudem! Arrependam-se! Todos nós precisamos agir melhor e ser melhores do que éramos antes.12

    Existem maneiras específicas pelas quais podemos ser melhores. Uma delas é a maneira como cuidamos de nosso corpo. Fico admirado com o milagre que é o corpo humano. É uma criação magnífica, essencial para nosso progresso gradual em direção a nosso máximo potencial divino. Não podemos progredir sem ele. Ao nos conceder o dom de termos um corpo, Deus nos permite dar um passo essencial para nos tornarmos mais semelhantes a Ele.

    Satanás sabe disso. Ele se irrita com o fato de que sua apostasia pré-mortal o impede permanentemente de receber esse privilégio, deixando-o em constante estado de inveja e ressentimento. Assim, muitas, se não a maioria, das tentações que ele coloca em nosso caminho nos levam a maltratar nosso corpo e o corpo de outras pessoas. Por ser miserável em virtude de não ter um corpo, Satanás quer que sejamos miseráveis por causa de nosso corpo.13

    Seu corpo é seu templo pessoal, criado para abrigar seu espírito eterno.14 Cuidar de seu templo é importante. Agora, eu lhes pergunto, irmãos: Vocês se preocupam em se vestir e cuidar de seu corpo para satisfazer os apelos do mundo mais do que para agradar a Deus? Sua resposta a essa pergunta envia uma mensagem clara para Ele sobre como você considera esse presente extraordinário que Ele lhes deu. Com essa reverência a nosso corpo, irmãos, acredito que podemos agir melhor e ser melhores.

    Outra maneira de agirmos melhor e sermos melhores é honrando as mulheres de nossa vida, começando com nossa esposa e nossas filhas, nossa mãe e nossas irmãs.15

    Há alguns meses, recebi uma carta comovente de uma querida irmã. Ela escreveu: “[Minhas filhas e eu] sentimos que estamos em uma competição cruel pela atenção dividida de nosso marido e de nossos filhos com os programas esportivos diários, videogames, informações sobre o mercado de ações e os infindáveis comentários de todos os jogos esportivos [imagináveis] aos quais assistem. Parece que estamos perdendo nosso lugar na primeira fileira da arquibancada com nosso marido e com nossos filhos por causa do lugar permanente deles na primeira fileira da arquibancada com [os esportes e os jogos]”.16

    Irmãos, seu dever primordial como portador do sacerdócio é amar e cuidar de sua esposa. Tornem-se um com ela. Sejam companheiros dela. Ajudem-na a querer ser sua esposa. Nenhuma outra atividade na vida deve ter prioridade sobre a edificação de um relacionamento eterno com ela. Nada na televisão, no celular ou no computador é mais importante do que o bem-estar dela. Façam uma análise de como vocês têm dispendido seu tempo e onde estão gastando suas energias. Isso mostrará onde está seu coração. Orem para que seu coração esteja em sintonia com o coração de sua esposa. Procurem fazê-la feliz. Busquem seu conselho e a ouçam. Os conselhos dela vão melhorar suas ações.

    Se vocês precisam se arrepender por causa da maneira como têm tratado as mulheres à sua volta, façam-no agora. E lembrem-se de que é sua responsabilidade ajudar as mulheres de sua vida a receber as bênçãos advindas da obediência à lei da castidade estabelecida pelo Senhor. Jamais sejam responsáveis por impedir que uma mulher receba as bênçãos do templo.

    Irmãos, todos nós precisamos nos arrepender. Temos que nos levantar do sofá, deixar de lado o controle remoto e sair de nossa inércia espiritual. É hora de vestir nossa armadura completa de Deus para que participemos do trabalho mais importante na Terra. É hora de “[lançar nossa foice] e [ceifar] com todo o [nosso] poder, mente e força”.17 As forças do mal jamais foram tão avassaladoras como são hoje. Como servos do Senhor, não podemos ficar adormecidos enquanto a batalha se intensifica.

    Sua família precisa de sua liderança e de seu amor. Os membros de seu quórum e de sua ala ou ramo precisam de sua força. E todos aqueles que o conhecem precisam saber como aparenta e como age um verdadeiro discípulo do Senhor.

    Meus queridos irmãos, vocês foram escolhidos por nosso Pai para vir à Terra nesta época tão importante devido a seu valor espiritual na vida pré-mortal. Vocês estão entre os homens mais distintos e valorosos que já vieram à Terra. Satanás sabe quem vocês são e quem vocês eram na vida pré-mortal, e ele compreende o trabalho que precisa ser feito antes da vinda do Salvador. Após milhares de anos praticando maldades, o adversário tem experiência e é incorrigível.

    Felizmente, o sacerdócio que possuímos é muito mais forte do que os artifícios do adversário. Rogo que sejam os homens e os rapazes que o Senhor precisa que sejam. Concentrem-se no arrependimento diário tão essencial à sua vida para que vocês consigam exercer o sacerdócio com mais poder do que nunca. Essa é a única maneira de manter a si mesmo e a sua família salvos espiritualmente nos dias difíceis que se aproximam.

    O Senhor precisa de homens altruístas que colocam o bem-estar das outras pessoas à frente do seu. Ele precisa de homens que intencionalmente se esforçam para ouvir a voz do Espírito com clareza. Ele precisa de homens do convênio que cumprem seus convênios com integridade. Ele precisa de homens determinados a se manterem sexualmente puros — homens dignos que possam ser chamados a qualquer momento para dar bênçãos com o coração puro, a mente limpa e as mãos dispostas a servir. O Senhor precisa de homens dispostos a se arrepender — homens com entusiasmo para servir e fazer parte do exército de portadores do sacerdócio do Senhor.

    Eu os abençoo para que se tornem esse tipo de homem. Eu os abençoo com a coragem de se arrependerem diariamente e aprenderem a exercer o poder pleno do sacerdócio. Eu os abençoo para que transmitam o amor do Salvador à sua esposa, a seus filhos e a todos os que o conhecem. Eu os abençoo para que ajam melhor e para que sejam melhores. Eu os abençoo para que ao se esforçarem por fazer essas coisas, vocês vejam milagres acontecer em sua vida.

    Estamos empenhados na obra do Deus Todo-Poderoso. Jesus é o Cristo. Somos Seus servos. Presto testemunho disso em nome de Jesus Cristo. Amém.