2016
As Bênçãos da Obediência

Mensagem da Primeira Presidência

As Bênçãos da Obediência

Tree of Life

Ilustração: Jim Madsen

“A maior de todas as lições da mortalidade”, ensinou o Presidente Thomas S. Monson, “é que quando Deus fala e o homem obedece, aquele homem sempre estará certo”.1

Também seremos abençoados. Conforme disse o Presidente Monson numa recente conferência geral: “Quando guardamos os mandamentos, nossa vida é mais feliz, mais cheia de realizações e menos complicada. Nossas dificuldades e nossos problemas são mais fáceis de suportar, e receberemos [as] bênçãos prometidas por [Deus]”.2

Nos seguintes trechos dos ensinamentos do Presidente Thomas S. Monson, como Presidente da Igreja, ele nos lembra de que a obediência aos mandamentos é o guia mais seguro para a felicidade e a paz.

Diretrizes para a Jornada

“Os mandamentos de Deus não foram dados para nos frustrarem ou para se tornarem obstáculos à nossa felicidade. É justamente o contrário. Aquele que nos criou e que nos ama perfeitamente sabe com exatidão como precisamos viver para obter a maior felicidade possível. Ele nos deixou diretrizes que, se forem seguidas, vão nos levar em segurança ao longo da jornada mortal, que às vezes é traiçoeira. Lembrem-se da letra deste hino conhecido: ‘Guarda os mandamentos! Seguro estarás e em paz, sim, em paz’ (ver “Guarda os Mandamentos”, Hinos, nº 194).”3

Força e Conhecimento

“A obediência é a marca registrada dos profetas, provendo-lhes forças e conhecimento ao longo das eras. É essencial que nós também estejamos cientes de que temos direito a essa fonte de forças e conhecimento. Ela está prontamente acessível a cada um de nós hoje em dia, se obedecermos aos mandamentos de Deus. (…)

O conhecimento que buscamos, as respostas pelas quais ansiamos e a força que desejamos hoje para enfrentar os desafios de um mundo complexo e inconstante podem ser nossos, se de boa vontade obedecermos aos mandamentos do Senhor.”4

Decidir Obedecer

“A tendência geral de nossa época é a permissividade. As revistas e os programas de televisão mostram os astros e as estrelas do cinema, os heróis dos esportes — pessoas que muitos jovens querem imitar — desprezando as leis de Deus e alardeando práticas pecaminosas, sem consequências aparentes. Não acreditem nisso! Haverá um momento em que teremos de prestar contas do que fizermos. Toda Cinderela tem sua meia-noite — se não for nesta vida, será na vida futura. O Dia do Julgamento chegará para todos. (…) Rogo-lhes que escolham obedecer.”5

Alegria e Paz

“Pode parecer-lhes, às vezes, que as pessoas do mundo estão-se divertindo mais do que vocês. Alguns de vocês talvez se sintam restringidos pelo código de conduta que seguimos na Igreja. Meus irmãos e irmãs, declaro a vocês, porém, que nada pode trazer mais alegria para nossa vida ou mais paz para nossa alma do que o Espírito que podemos sentir quando seguimos o Salvador e guardamos os mandamentos.”6

Andar em Retidão

“Testifico a vocês que as bênçãos que nos foram prometidas são imensuráveis. Embora se formem nuvens de tempestade, embora a chuva seja derramada sobre nós, nosso conhecimento do evangelho e nosso amor pelo Pai Celestial e por nosso Salvador vão consolar-nos e dar-nos alento e alegria ao coração, se andarmos em retidão e cumprirmos os mandamentos. Não haverá nada neste mundo que possa nos derrotar.”7

Seguir o Salvador

“Quem foi esse Homem de dores, experimentado nos trabalhos? Quem é o Rei da glória, o Senhor das hostes? Ele é nosso Mestre. É o nosso Salvador. Ele é o Filho de Deus. Ele é o autor de nossa salvação. Ele nos chama: ‘Segue-me’. Ele nos instrui: ‘Vai, e faze da mesma maneira’. Ele nos pede: ‘Guarda meus mandamentos’.

Vamos segui-Lo. Vamos imitar Seu exemplo. Vamos obedecer a Sua palavra. Ao fazê-lo, daremos a Ele a dádiva divina da gratidão.”8