Conferência Geral
    “Roubará o Homem a Deus?”
    Notas de rodapé
    Theme

    “Roubará o Homem a Deus?”

    Quando vocês e eu pagamos dízimos honestos e fiéis ao Senhor, Ele abrirá as janelas do céu.

    Eu gostaria de abordar a lei do dízimo. No livro de Malaquias, o Senhor perguntou:

    “Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.

    Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.

    Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.”1

    O dízimo é um mandamento tão importante que, quando o Senhor apareceu no continente americano após Sua Ressurreição, repetiu exatamente as mesmas palavras.2 E o Senhor disse em nossos dias: “Os que assim tiverem pagado o dízimo pagarão a décima parte de toda a sua renda anual”.3

    No livro de Levítico, o Senhor afirmou três vezes que as ofertas do dízimo “(…) santas são ao Senhor”.4

    O Senhor declarou: “Provai-me então [ou fazei um teste] com isto (…) se eu não vos abrir as janelas do céu”.5 Muitos de nós põem o Senhor à prova, mas outros não.

    Por exemplo, no caso de dez maçãs. Todas estas dez maçãs pertencem, na verdade, ao Senhor, mas Ele nos pede que Lhe devolvamos somente uma décima parte, ou seja, uma só maçã.

    Será que oferecemos apenas um pedacinho dessa maçã e ficamos com 90 por cento? Estamos dispostos a oferecer ao Senhor uma parcela tão pequena?

    Será que nos envergonhamos? Ou será que tentamos esconder a parte retirada da maçã e então oferecê-la ao Senhor?

    Queremos que nossas ofertas ao Senhor sejam integrais e puras. O Senhor disse: “Eis que o Senhor requer o coração e uma mente solícita; e os que são solícitos e obedientes comerão do bem da terra de Sião nestes últimos dias.”6

    Há alguns anos, fui incumbido de reorganizar a Estaca Carey Idaho. O avião aterrissou em Twin Falls, e o Presidente Roy Hubert, que servira tão bem em seu chamado, encontrou-me ali e me levou para sua casa. No caminho, perguntei-lhe: “Há alguma coisa que eu possa fazer por você e pelos santos daqui?”

    Ele disse: “Bem, estamos atravessando uma seca terrível já há alguns anos. Mas este ano, ela piorou ao extremo, e muitos fazendeiros abandonaram a cidade para procurar trabalho em outro lugar”.

    Fiquei muito perturbado com a idéia de que os membros fiéis que tanto amam o Senhor e a Igreja estivessem perdendo suas fazendas desse modo.

    Um jovem bispo, R. Spence Ellsworth, foi chamado para ser o novo presidente da estaca. Na sessão geral de domingo, as conseqüências da seca não me saíam do pensamento. Em meu discurso, tive uma forte impressão e fui inspirado a pedir-lhes que fizessem o seguinte:

    1. Pagassem o dízimo honestamente, fossem jovens ou velhos;

    2. Com humildade, orassem regularmente, sozinhos e em família;

    3. Estudassem as escrituras com devoção, tanto individualmente quanto em família, todos os dias;

    4. Com gratidão, santificassem o Dia do Senhor;

    5. Fossem ao templo com freqüência, para ali render graças e adorar;

    6. Apoiassem e seguissem de boa-vontade seus novos líderes;

    7. Fizessem um jejum em conjunto na estaca, incluindo todos os moradores das comunidades afetadas que quisessem participar.

    Nos dias que se seguiram à conferência da estaca, os membros fizeram o plantio com toda fé, apesar de não haver previsão de chuva.

    Na quarta-feira, sob a orientação do Presidente Ellsworth, toda a estaca jejuou. Naquela mesma semana, muitos membros, líderes e seus cônjuges foram ao Templo de Boise Idaho, e ofereceram orações de gratidão. Enquanto esses santos fiéis estavam no templo, começou a chover em toda extensão da comunidade, apesar de a meteorologia não prever chuvas para aquelas semanas. No sábado seguinte, começou outra boa chuva, que durou alguns dias. Isso aconteceu no fim do mês de abril. Além disso nevou o suficiente nas montanhas para que houvesse a umidade necessária. Nas comunidades de Dietrich e Richfield, o reservatório, que antes estava abaixo de 30 por cento, depois do jejum coletivo ficou quase cheio. Em Carey, o nível do reservatório subiu de mais ou menos 44 por cento para mais de 100 por cento. Durante todo o restante da estação de crescimento das plantas, à medida que a fé dos membros da Estaca Carey aumentou e eles fizeram mais jejuns, pagaram o dízimo honestamente e passaram a ir com mais freqüência ao templo, o Senhor ouviu e atendeu suas orações: Naquele ano as geadas demoraram a chegar, portanto os agricultores conseguiram colher os cereais, beterrabas, alfafa e outros produtos. Daquele dia em diante, todos os anos, passaram a orar dando graças ao Senhor e, “por causa (…) de suas ternas misericórdias”7, Ele continuou a abençoá-los.

    No livro de Crônicas o Senhor disse: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”.8

    O pagamento honesto e integral do dízimo leva-nos ao templo. Creio que o dízimo é uma das prioridades proféticas do Presidente Hinckley.

    Na semana passada, durante a Reunião Geral das Moças, o Presidente Hinckley disse: “Embora o dízimo seja pago com dinheiro, o mais importante é que ele seja pago com fé”.9

    Em outra ocasião, ele disse: “Não se trata tanto de uma questão de dinheiro, mas sim de uma questão de fé. (…) Eu os exorto (…) cada um de vocês, a tomar a palavra do Senhor

    literalmente quanto a essa importante questão”.10

    É uma questão de compromisso. A Terra pertence ao Senhor, e isso inclui nossa própria vida. O Senhor permite-nos usar tudo o que há na Terra e pede apenas que devolvamos um décimo. O dízimo é um gesto de gratidão, obediência, de ação de graças, uma prova de nossa boa-vontade e dedicação. Pagando o dízimo de boa-vontade desenvolvemos um coração honesto e puro. O pagamento do dízimo aumenta nosso amor pelo Senhor.

    O Senhor disse: “[Hoje] é um dia de sacrifício e um dia para o dízimo de meu povo”.11

    Irmãos e irmãs, demonstremos nossa fé. Demonstremos nossa disposição de obedecer. Prometo-lhes em nome de Jesus Cristo que, quando vocês e eu pagamos dízimos honestos e fiéis ao Senhor, Ele abrirá as janelas do céu.

    Sei que o Pai Celestial vive. Portanto, Ele nos abençoará. Jesus Cristo é nosso Salvador, Joseph viu o Pai Celestial e Seu Filho Amado, Jesus Cristo. Esta é a Sua Igreja. O Presidente Gordon B. Hinckley é um oráculo vivo de Deus. Ele nos pede para irmos freqüentemente ao templo. Esta é minha humilde oração, em nome de Jesus Cristo. Amém.