2000–2009
O Poder da Luz e Verdade
anterior próximo

O Poder da Luz e Verdade

Para prosperar nestes tempos, é preciso que a luz espiritual arda dentro de nós.

Quando eu era menino, descobri o incrível poder de uma pequena lanterna. Ao acendê-la, à noite, vi uma grande área iluminada em todo lugar para onde a apontasse. Meu entusiasmo aumentou quando a acendi dentro de um estábulo empoeirado. Um cone de luz se projetou pelo ar. Mas a descoberta mais interessante aconteceu quando comprimi a lanterna firmemente contra a palma da mão. A minha mão inteira brilhou na escuridão. A luz estava realmente dentro de mim! A observação das propriedades físicas da luz pode ser emocionante, mas a descoberta das propriedades da luz e verdade espirituais é ainda mais assombrosa e essencial.

Vivemos numa época maravilhosa, mas também em um tempo no qual a paz foi tirada da Terra.1 Para prosperar nestes tempos, é preciso que a luz espiritual arda dentro de nós. Como conseguir essa luz espiritual e fazer com que as verdades do evangelho de Jesus Cristo nos encham a alma? Gostaria de dar três sugestões: 1. Aprenda a doutrina verdadeira; 2. Adquira um puro testemunho; e 3. Viva o evangelho corajosamente.

Primeiro, aprenda a doutrina verdadeira. Alma descobriu que “a pregação da palavra exercia uma grande influência sobre o povo, levando-o a praticar o que era justo — sim, surtia um efeito mais poderoso sobre a mente do povo do que a espada ou qualquer outra coisa que lhe houvesse acontecido — Alma, portanto, pensou que seria aconselhável pôr à prova a virtude da palavra de Deus”.2 O Presidente Henry B. Eyring declarou: “A palavra de Deus é a doutrina ensinada por Jesus Cristo e por Seus profetas. Alma sabia que as palavras da doutrina tinham grande poder. Podem abrir a mente das pessoas para que vejam as coisas espirituais, invisíveis aos olhos naturais. Abrem também o coração para o amor de Deus e para o amor à verdade”.3

Em 1832, o Senhor revelou ao Profeta Joseph Smith uma doutrina verdadeira e vigorosa a respeito da luz espiritual: a Luz de Cristo:

“Luz essa que procede da presença de Deus para encher a imensidade do espaço —

A luz que está em todas as coisas, que dá vida a todas as coisas, que é a lei pela qual todas as coisas são governadas, sim, o poder de Deus, que se assenta em seu trono”.4

O Presidente Boyd K. Packer ressaltou essa verdade, dizendo: “A Luz de Cristo também é descrita nas escrituras como o ‘Espírito de Jesus Cristo’ (...)”. “O Espírito de Cristo pode iluminar inventores, cientistas, pintores, escultores, compositores, atores, arquitetos e autores para que produzam obras grandiosas, mesmo inspiradas, para a bênção e benefício de toda a humanidade.”5

A visão científica atual das propriedades da luz é realmente surpreendente. Hoje, os cientistas até descrevem a luz como “portadora”,6 ou “mensageira”,7 ou “mediadora”.8 Quão profundas são as doutrinas do Senhor!

Segundo, adquira um puro testemunho. Esse testemunho é a confirmação dada pelo Espírito Santo de que Deus é nosso Pai e Jesus é o Cristo.9 A luz e a verdade que vemos em todas as coisas nos impelem a adquirir conhecimento por meio do estudo e pela fé, a qual precede a confirmação pelo Espírito.10 Podemos aprender muito a respeito das obras e virtudes de Deus por meio de nossos sentidos. Mas um testemunho ainda mais intenso é revelado quando buscamos espiritualmente a verdade “com real intenção”.11 O Presidente Spencer W. Kimball disse: “Os tesouros do conhecimento tanto secular quanto espiritual são ocultos, mas apenas para aqueles que não pesquisaram e não se esforçaram devidamente para encontrá-los. (…) O conhecimento espiritual não é alcançado simplesmente pedindo; mesmo as orações não são suficientes. Ele requer persistência e dedicação de toda uma vida (…)”.12

Nosso testemunho é fortalecido quando reverentemente observamos o grande universo que Deus criou para nós. O Senhor declarou a Enoque: “Todas as coisas são criadas e feitas para prestar testemunho de mim (…)”.13 Alma prestou testemunho semelhante para Corior, o anticristo: “Todas as coisas mostram que existe um Deus; sim, até mesmo a Terra e tudo que existe sobre a sua face, sim, e seu movimento, sim, e também todos os planetas que se movem em sua ordem regular testemunham que existe um Criador Supremo”.14

A luta que Enos teve perante o Senhor demonstra o poder do testemunho do pai dele. Enos disse: “As palavras que freqüentemente ouvira de meu pai sobre a vida eterna e a alegria dos santos penetraram-me profundamente o coração”.15 O Élder M. Russell Ballard disse: “Uma clara declaração da verdade tem uma grande influência na vida das pessoas. É isso que muda o coração”.16

Minha mulher e eu assistimos a uma reunião sacramental perto de Recife, no Brasil. Um menino, com seus nove ou dez anos de idade, vestindo um terno azul novo, num dia muito quente, foi até o púlpito e de modo muito descontraído olhou para a congregação. Ele disse: “Nossa família está estudando a respeito do arbítrio moral”. Então, ele leu: “Portanto os homens são livres segundo a carne (…). E são livres para escolher a liberdade e a vida eterna por meio do grande Mediador de todos os homens, ou para escolherem o cativeiro e a morte, de acordo com o cativeiro e o poder do diabo (…).”17 O menino disse então: “Alguns de meus amigos mais velhos estão escolhendo fumar e usar drogas, mas todos nós teremos que aceitar as conseqüências de nossos atos”. Ele encerrou prestando seu testemunho: “Sei que isso é verdade”. Esse testemunho prestado por alguém tão jovem foi muito vigoroso e tocou-nos profundamente o coração.

Terceiro, viva corajosamente de acordo com a luz e testemunho que recebemos. Foi-nos prometido que “aquele que recebe luz e persevera em Deus recebe mais luz; e essa luz se torna mais e mais brilhante, até o dia perfeito”.18 É preciso muito esforço e sacrifício para se viver o evangelho corajosamente. Durante alguns anos, para os santos que moram perto de Manaus, no Brasil, a adoração no templo significava uma viagem de dois dias em um barco lotado, pelo rio Amazonas, seguida de dois dias em um ônibus, no calor dos trópicos, até o Templo de Recife. Eles ali chegavam cansados e exaustos, tomavam banho, vestiam-se adequadamente e logo começavam sua adoração no templo. Após vários dias de serviço ao Senhor, faziam a longa e difícil viagem de volta para casa. As palavras “Porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor (…)”19 eram magnificamente expressas pelos sacrifícios que faziam.

Para ter paz nesta época maravilhosa, porém desafiadora, precisamos aprender a doutrina verdadeira, adquirir um puro testemunho e viver as verdades do evangelho corajosamente. Se vivermos em harmonia com a luz e a verdade ensinadas por Jesus Cristo e por Seus profetas, veremos mais claramente nosso destino eterno. Presto testemunho disso, em nome de Jesus Cristo. Amém.

  1. Ver D&C 1:35.

  2. Alma 31:5.

  3. “O Poder da Doutrina”, A Liahona, julho de 1999, p. 85.

  4. D&C 88:12–13.

  5. “A Luz de Cristo”, A Liahona, abril de 2005, pp. 8, 10.

  6. Ver 2 Néfi 33:1; ver também Joseph Fielding Smith, Doutrinas de Salvação, comp. Bruce R. McConkie, 3 volumes (1954–1956), volume 1, p. 55.

  7. Ver D&C 45:9.

  8. Ver 2 Néfi 2:27–28.

  9. Ver M. Russell Ballard, “Testemunho Puro”, A Liahona, novembro de 2004, pp. 40–41.

  10. Ver D&C 9:7–8.

  11. Morôni 10:4.

  12. The Teachings of Spencer W. Kimball, ed. Edward L. Kimball (1982), pp. 389–390.

  13. Moisés 6:63.

  14. Alma 30:44.

  15. Enos 1:3.

  16. A Liahona, novembro de 2004, pp. 41–42.

  17. 2 Néfi 2:27.

  18. D&C 50:24.

  19. Josué 24:15.