2000–2009
Âncoras de Testemunho
anterior próximo

Âncoras de Testemunho

Fortaleçam sua fé seguindo esse padrão de oração, estudo e obediência aos mandamentos.

Quando morei na Ásia, vi muitos lagos cobertos de belos lírios d’água floridos. Eles acrescentam uma beleza serena e uma doce fragrância a lagos que, sem eles, seriam lamacentos e estagnados. Suas folhas flutuam na superfície e um talo longo e firme ancora sua posição no lago. O contínuo crescimento do talo garante a estabilidade da flor, mesmo quando chuvas torrenciais elevam o nível do lago.

Minhas queridas jovens irmãs, vocês se parecem muito com aquela bela flor. Sua juventude, pureza e beleza acrescentam muitas boas qualidades a nossa vida e à de sua família. Vocês vivem num mundo desafiador e poluído por tentações e provações, mas seu testemunho de Jesus Cristo pode ser sua âncora. A fé no Senhor Jesus Cristo fortalecerá seu testemunho e vai ajudá-lo a crescer, e vocês conseguirão erguer-se acima dos males do mundo e manter seu estado de retidão.

Uma âncora é definida como “algo que proporciona estabilidade ou confiança numa situação incerta”.1 Seu testemunho vai ser sua âncora e vai lhes dar confiança para permanecerem “firmes e inamovíveis”2 no cumprimento dos mandamentos do Senhor neste mundo incerto.

Neste exato momento, seu testemunho está crescendo, como o talo do lírio d’água. Sua fé vai ajudar seu testemunho a crescer e manter-se forte, mesmo quando enfrentarem os desafios e tentações de um mundo poluído com drogas, imoralidade, pornografia e falta de modéstia.

“A fé é um dom de Deus, mas precisa ser nutrida para continuar forte. (…) Podemos nutrir o dom da fé orando ao Pai Celestial em nome de Jesus Cristo. (…) Podemos fortalecer nossa fé guardando os mandamentos. (…) Podemos também desenvolver a fé estudando as escrituras e as palavras dos profetas modernos.”3

Conheço algumas moças que tiveram dúvidas sobre o recato no vestir. Para encontrar respostas elas seguiram este exato padrão: oraram ao Pai Celestial, estudaram as escrituras e as palavras de nossos profetas modernos e foram obedientes no cumprimento dos padrões de recato. Ao receberem respostas para suas dúvidas, sua fé aumentou e o testemunho foi fortalecido. Gostaria de convidar cada uma de vocês a seguirem esse padrão.

Primeiro: orar a nosso Pai Celestial. Peçam-Lhe ajuda para encontrar respostas para suas dúvidas.

Nosso profeta, o Presidente Thomas S. Monson, disse o seguinte em sua primeira entrevista coletiva:

“Às vezes, as melhores respostas que os jovens podem obter para as questões da vida são encontradas ao se ajoelharem e invocarem nosso Pai Celestial.

Se eles se lembrarem de que o Senhor está ciente deles e que responderá a suas orações, conseguirão enfrentar todo desafio que tiverem.”4 A oração vai fortalecer sua fé e ancorar seu testemunho.

Além da oração, estudem as escrituras referentes à fé. Alma 32:27, é um ótimo lugar para começar a aprender o processo de como aumentar a fé: “Se despertardes e exercitardes vossas faculdades, pondo à prova minhas palavras, e exercerdes uma partícula de fé, sim, mesmo que não tenhais mais que o desejo de acreditar, deixai que esse desejo opere em vós, até acreditardes de tal forma que possais dar lugar a uma porção de minhas palavras”.

Vocês estão dispostas a colocar as palavras de Alma à prova para aumentar sua fé? Conseguem exercer ainda que seja uma partícula de fé? Têm o desejo de acreditar?

Ao aprenderem com as escrituras, sei que o Senhor vai abençoá-las com Seu Espírito e, como as moças que ouvimos hoje, sua compreensão se tornará clara. As escrituras vão aumentar sua fé e ancorar seu testemunho.

O estudo das palavras de nossos profetas modernos também aumentará sua fé. “Podemos sempre confiar nos profetas vivos. Os ensinamentos deles refletem a vontade do Senhor”5 e vão ajudar a ancorar seu testemunho.

O Presidente Spencer W. Kimball, um de nossos profetas modernos, aconselhou os jovens a fincar estacas para ajudá-los a serem “firmes e inamovíveis”, quando ensinou: “Nossos jovens devem desde cedo fincar suas estacas (…). Essas estacas são de dois tipos: ‘Isto eu farei’ e ‘Isto eu não farei’. (…) Desde bem cedo, os jovens devem começar a seguir um plano. (…) Quando tal plano está traçado e o objetivo já está determinado, é mais fácil resistir às muitas tentações e dizer ‘não’ ao primeiro cigarro, ‘não’ à primeira bebida alcoólica, (…) ‘não’ às primeiras tentativas inconvenientes que se transformariam em práticas imorais”.6

Temos uma grande ferramenta para ajudar-nos a fincar essas estacas. É o livreto Para o Vigor da Juventude, nele vocês encontrarão as palavras de nossos profetas modernos. As “estacas” a que o Presidente Kimball se referiu estão contidas nele: as “coisas que farei” e as “coisas que não farei”.

Não é suficiente, contudo, apenas ler as palavras dos profetas. Vocês precisam seguir o último passo do nosso padrão e “[cumprir] estes padrões e [viver] de acordo com as verdades das escrituras”.7 Essa é a parte desafiadora, mas por meio do planejamento prévio do que farão e do que não farão e pelo cumprimento desse plano, vocês vão conseguir!

A fé é um princípio de ação. Deixem-me contar-lhes sobre algumas jovens que estudaram as palavras dos profetas em Para o Vigor da Juventude e depois agiram. Elas fizeram um plano, decidiram o que fariam e o que não fariam, e depois seguiram esse plano.

Uma das diretrizes de Para o Vigor da Juventude declara: “Vocês podem, por meio de seu vestuário e aparência, demonstrar ao Senhor que sabem quão precioso é seu corpo. Vocês podem demonstrar que são discípulos de Jesus Cristo”.8

Depois de estudar essas palavras, uma jovem se deu conta de que talvez algumas de suas roupas não fossem inteiramente recatadas. Por meio de oração e estudo das escrituras, ela se lembrou que era uma discípula de Jesus Cristo e que, como Sua representante, precisava fazer algumas mudanças. Ela não queria ter nada em seu vestuário que fosse uma tentação, por isso examinou seu guarda-roupa e suas gavetas e jogou fora tudo que não era recatado. Ela disse: “O mais sensato seria eu nem sequer provar na loja uma roupa que eu soubesse que não deveria usar. Por que ser tentada?” Essa firme resolução mostrou ao Senhor que ela respeitava seu corpo, e ela fincou uma profunda estaca para o recato.

Outra moça da classe reconheceu que sua escolha de roupas estava afetando o modo como a irmã caçula estava vestindo-se. Um trecho de Para o Vigor da Juventude declara: “Seu vestuário e aparência enviam aos outros mensagens a seu respeito, influenciando o seu modo de agir, assim como o dos outros”.9 Ela decidiu fazer algumas mudanças no modo de se vestir, percebendo que tinha a responsabilidade de dar um bom exemplo para a irmã mais nova. Ela fincou mais profundamente a estaca e influenciou o modo de vestir da irmã.

O padrão de “Diversão e Mídia” nos ensina a escolher “apenas diversões e meios de comunicação que possam edificá-los. A boa diversão os ajudará a ter bons pensamentos e a fazer escolhas acertadas”.10 Conheço uma jovem que estava ouvindo um CD com a irmã, quando se deram conta de que a letra da música não era edificante e que não as ajudava a ter bons pensamentos. Elas trocaram um olhar e souberam pelo Espírito que não deviam estar ouvindo aquele tipo de música. A irmã mais velha pegou um martelo e juntas elas quebraram o CD. Elas já haviam fincado anteriormente as estacas referentes à música. Sabiam o que deveriam e o que não deveriam ouvir e foram capazes de viver seu plano seguindo os sussurros do Espírito. Aquele pequeno ato as fortaleceu e deu-lhes confiança para obedecer em situações mais difíceis.

Outra moça decidiu que uma das estacas de sua vida era santificar o dia do Senhor, não importando qual fosse a situação em que estivesse. Certo ano, depois de ser batizada e tornar-se membro da Igreja com toda a família, a ala foi dividida. A família dela ficou na ala recém-formada, na qual ela era a única moça. Os pais não gostaram da mudança e pararam de ir à Igreja, mas ela quis seguir as diretrizes de Para o Vigor da Juventude referentes à “Observância do dia do Senhor”. Ela decidiu ir à Igreja na nova ala sempre que pudesse, muito embora isso significasse assistir sozinha a todas as reuniões.

Aos domingos lia as escrituras e se esforçava para cumprir as metas do Progresso Pessoal. Sua decisão de ser “firme e inamovível” na santificação do dia do Senhor incentivou a mãe e a irmã mais nova a voltarem a freqüentar a Igreja. A mãe testificou que o firme exemplo da filha ao viver o evangelho e as boas qualidades dela ajudaram-nas a voltar à atividade.

“Você demonstra sua fé por meio das ações — pela maneira como vive.”11 A vida daquelas moças expressava sua fé. Observem que a fé e a vida exemplar delas resultaram em “boas obras”. Irmãs abençoaram irmãs e uma filha ajudou a mãe a voltar à atividade na Igreja.

Pode ser que algumas de vocês sintam que não conseguem erguer-se acima do ambiente poluído em que vivem, que sua situação é difícil demais, que suas provações são demasiadamente árduas, que suas tentações são grandes demais. Lembrem-se, porém, da promessa de Alma: “Aqueles que confiarem em Deus serão auxiliados em suas tribulações e em suas dificuldades e em suas aflições; e serão elevados no último dia”.12 Lembrem-se que o talo do lírio d’água cresce na adversidade e, assim como o talo eleva o lírio d’água, sua fé vai dar-lhes forças e elevá-las.

Minhas queridas jovens irmãs, o seu testemunho de Jesus Cristo é sua âncora. Fortaleçam sua fé seguindo esse padrão de oração, estudo e obediência aos mandamentos. Finquem estacas decidindo hoje o que farão e o que não farão, e depois coloquem em prática o seu plano de ação.

Testifico que o Senhor ama cada uma de vocês e que Ele vai abençoá-las em seu empenho de ser “firmes e inamovíveis”. O evangelho de Jesus Cristo é verdadeiro, e seu conhecimento e testemunho de Jesus Cristo vão mantê-las bem ancoradas, e vocês conseguirão manter sua posição defendendo a verdade e a retidão. Presto humildemente meu testemunho disso, em nome de Jesus Cristo. Amém.