2000–2009
Você Sabe Quem Você É?
anterior próximo

Você Sabe Quem Você É?

Saber quem você é torna-o espiritualmente forte, íntegro e inabalável em seus deveres para com o sacerdócio.

Lembro-me do entusiasmo que senti por pertencer ao Sacerdócio Aarônico quando fui ordenado diácono. Fiquei ansioso por poder cumprir com minhas designações do sacerdócio. Quando pertencia à Primária, ficava observando os diáconos de minha ala com muito cuidado, sonhando com o dia em que teria 12 anos de idade, receberia o sacerdócio e poderia distribuir o sacramento. O dia finalmente chegara e, pouco depois de ser ordenado por meu pai, que era o bispo da ala, senti-me pronto, porém nervoso, para assumir meus deveres como novo diácono.

Naquele momento passara a pertencer a um quórum do Sacerdócio Aarônico. Os membros do meu quórum tornaram-se meus melhores amigos. Essa amizade e a irmandade do quórum continuaram a crescer durante minha juventude enquanto aprendíamos e servíamos juntos em nossos deveres do sacerdócio. Éramos todos bons amigos e passamos momentos alegres e agradáveis em nossas atividades de quórum.

Certo domingo, depois da reunião sacramental, o primeiro conselheiro de nosso bispado chamou-me para conversarmos. Essa entrevista do sacerdócio não planejada tornou-se uma bênção em minha vida, ao pensar a respeito da pergunta que ele me fez durante nossa conversa rápida, porém significativa. O Irmão Bateman olhou-me nos olhos e perguntou: “Dean, você sabe quem você é?” O silêncio era total, então ele fez um lembrete rápido e firme: “Você é o filho de Reid Burgess”.

O significado e a importância dessa pergunta têm ardido em meu coração há muito tempo e com freqüência meditei a respeito dela durante minha adolescência. A pergunta desse bom irmão — “Você sabe quem você é?” — ofereceu-me uma orientação inspirada ao longo da vida e fez com que eu assumisse o compromisso de honrar e respeitar minha família e o sacerdócio.

Esta noite faço a cada um de vocês, rapazes do Sacerdócio Aarônico, exatamente a mesma pergunta que me foi feita quando jovem: “Você sabe quem você é?”

Saber quem você é torna-o espiritualmente forte, íntegro e inabalável em seus deveres para com o sacerdócio. Proporciona confiança, fé e determinação para tomar as decisões corretas. Dá-lhe a coragem de defender o que sabe ser certo. Você percebe que é um privilégio ser portador do sacerdócio de Deus e ter a autoridade para agir no nome Dele.

Amon, um grande missionário do Livro de Mórmon, foi um servo fiel e valoroso do rei Lamôni. Ele preservou milagrosamente os rebanhos do rei Lamôni e fez tudo o que pôde para servir ao rei. Ao ouvir sobre os grandes atos de Amon, Lamôni questionou quem era ele realmente.

Amon declarou:

“Eis que sou um homem e sou teu servo; portanto tudo quanto desejares, sendo justo, eu o farei.

Ora, quando o rei ouviu estas palavras tornou a maravilhar-se, porque percebeu que Amon podia discernir-lhe os pensamentos; não obstante, o rei Lamôni abriu a boca e perguntou-lhe: Quem és tu? És tu aquele Grande Espírito que conhece todas as coisas?

Amon respondeu-lhe e disse: Não sou.”

Amon explicou, então, quem era ao dizer: “Eu sou um homem; (…) criado segundo a imagem de Deus; e seu Santo Espírito chamou-me para ensinar (…) este povo” (Alma 18:17–19, 34). Amon sabia quem ele era e qual era sua verdadeira missão.

Descobrir quem somos é uma das maiores indagações da vida. Como pais e líderes, fazemos um esforço sincero e honesto para ajudar aqueles a quem amamos a entender e saber a resposta a essa pergunta simples, porém profunda: “Quem sou eu?”

Pergunto a vocês, rapazes do Sacerdócio Aarônico: “Como é que recebem o conhecimento e o testemunho de quem são?”

Levem em consideração as três perguntas a seguir e os princípios essenciais para entenderem sua verdadeira identidade.

Primeira: você sabe que é filho de Deus?

Você é literalmente filho de Deus, “gerado espiritualmente na vida pré-mortal. Como filho Dele, você pode ter certeza de ter em si um potencial divino e eterno e que Ele o ajudará em seus esforços sinceros de atingir esse potencial” (Sempre Fiéis:Tópicos do Evangelho, [2004], p. 52).

O conhecimento de que o Pai Celestial nos ama e que somos filhos Dele dá-nos força, consolo e esperança para vivermos esta vida mortal. Na Primeira Epístola de João, lemos:

“Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai, que fôssemos chamados filhos de Deus. Por isso o mundo não nos conhece; porque não o conhece a ele.

Amados, agora somos filhos de Deus” (I João 3:1–2).

Vocês são importantes para um Pai Celestial amoroso! Rapazes, orem sempre! Suas orações tanto pela manhã quanto à noite vão ajudá-los a saber que são filhos de Deus.

Segunda: você sabe quem é você no plano de Deus?

Alma chamou-o de “o grande plano de felicidade” (Alma 42:8), um plano que Deus preparou para você e para cada um de nós. Seguir esse plano tornará possível a cada um de nós desfrutar a felicidade agora e retornar à presença Dele após a nossa morte. O Pai Celestial enviou Seu Filho Amado, Jesus Cristo, para “soltar as ligaduras da morte” (Alma 7:12) e expiar nossos pecados e os pecados do mundo. Permitir que o Salvador expiasse nossos pecados é a maior demonstração do amor de nosso Pai Celestial a cada um de nós. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). Conhecer, crer e compreender a missão do Salvador ajuda-nos a saber quem somos.

Como parte do plano do Pai Celestial, você foi enviado a um lar celestial e a uma família. Os convênios que fizer no plano de Deus, como pessoa e como parte de uma família, vão ligá-lo para sempre a sua família e à família de Deus para toda a eternidade. Honre e respeite o nome que leva consigo. Viva os padrões e os mandamentos de Deus. Deixe que outros saibam quem você é pela maneira como vive os padrões, conforme encontrados no livreto Para o Vigor da Juventude. Estude, pondere e viva esses padrões divinos. Eles foram feitos para você!

Terceira: você sabe quem você é como membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias?

Você foi batizado e recebeu o Espírito Santo. Você é membro da Igreja restaurada de Jesus Cristo. Esta é a Sua Igreja e Ele deu-nos um profeta de Deus para nos ensinar, liderar, guiar e para dirigir Sua obra aqui na Terra. Testifico que o Presidente Thomas S. Monson é nosso profeta nesses “tempos trabalhosos” (II Timóteo 3:1). Escute-o. Ele e outros profetas modernos vão ensiná-lo a saber quem você é e como pode tornar-se semelhante ao Salvador.

Você é membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e foi ordenado a ser portador do sacerdócio de Deus. O Presidente Monson disse: “Foi-nos confiado o sacerdócio para agirmos em nome de Deus. Temos uma responsabilidade sagrada. Espera-se muito de nós” (“O Sacerdócio Real”, A Liahona, novembro de 2007, p. 59).

Você pertence a um quórum do sacerdócio com outros rapazes, onde pode sentir a irmandade e a amizade de outros portadores do sacerdócio. O quórum serve de proteção contra as influências mundanas. Você pode servir aos outros e participar nas ordenanças do sacerdócio. Em seu quórum, você também aprende os princípios do evangelho de Jesus Cristo que o ajudam a entender quem você é. Rapazes, honrem o sacerdócio de Deus.

Testifico que saber quem você é e cumprir suas promessas e convênios com o Senhor vai trazer-lhe felicidade na vida.

Que sejamos capazes de saber e entender quem realmente somos! Que o Espírito que sentimos esta noite “[testifique] com o nosso espírito que somos filhos de Deus” (Romanos 8:16). Em nome de Jesus Cristo. Amém.