2017
Respeitar as Mulheres — Seja Qual For a Idade
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Vozes da Igreja

Respeitar as Mulheres — Seja Qual For a Idade

Latter-day Saint Voices

Ilustração: Joshua Dennis

Fui chamado para dar aulas para o Sacerdócio Aarônico do meu ramo, e num domingo o tema era o respeito pelas mulheres. Durante a aula, dissemos que devemos respeitar todas as mulheres, desde a infância até a idade adulta, conforme declara o manual do Sacerdócio Aarônico.

Gabriel (o nome foi mudado), um dos rapazes da classe, disse que, para ele, uma mulher era uma pessoa do sexo feminino com idade suficiente para ser sua mãe e que as mais jovens do que ele deveriam respeitá-lo por ele ser homem. Ninguém da classe concordou com ele, o que lhe pareceu difícil de acreditar.

Continuamos discutindo maneiras de mostrar respeito pelas mulheres, e contei a eles que algo que eu fazia era dar meu lugar no ônibus quando uma mulher subia, mesmo que isso significasse ter que ficar de 30 a 40 minutos em pé até chegar a meu destino. Disse-lhes que os homens devem levantar-se e permitir que as mulheres ocupem os assentos. Gabriel ainda estava incomodado com a aula.

Dois dias depois, subi num ônibus e sentei-me na parte da frente. Todos os assentos estavam ocupados quando um homem e sua jovem filha subiram e foram para o fundo do ônibus. Logo depois, uma mulher idosa entrou no ônibus, e me levantei e lhe ofereci meu assento.

Um homem que estava atrás de mim bateu no meu ombro, apontou para o fundo do ônibus e disse que um rapaz ali havia pedido que ele me chamasse. Fui até a parte de trás do ônibus ver quem era o rapaz. Todos ali estavam sorrindo porque o rapaz havia acabado de ceder o lugar para o homem e sua filha de 4 anos que tinham subido antes. Era Gabriel, o rapaz da minha classe do sacerdócio, que tinha ficado incomodado com o tópico do respeito pelas mulheres.

Ele me disse: “Eu estava observando você para ver se ficaria de pé para a mulher que entrou no ônibus. Fiquei tocado quando vi você fazer isso, lembrei-me de nossa aula do domingo e tive que ficar de pé para a menininha e o pai dela”.

Fiquei imensamente feliz ao ver que nossos rapazes colocam em prática o que aprendem na Igreja. Ele costumava achar que o respeito era reservado apenas para as mulheres mais velhas, mas, depois de nossa aula do domingo, decidiu mostrar respeito para uma menina de 4 anos.

Também fiquei feliz por minha escolha de colocar em prática o que ensinei, ajudando-o a aprender a mostrar respeito pelas mulheres de todas as idades. Perguntei-me quais teriam sido os sentimentos dele se eu não tivesse me levantado para a mulher no ônibus. Uma escritura me veio à mente: “Se sabeis essas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes” (João 13:17).