Histórias das Escrituras
Capítulo 41: Dificuldades em Kirtland: 1837–1838
anterior próximo

Capítulo 41

Dificuldades em Kirtland

1837–1838

Os santos em Kirtland, Ohio, estavam felizes. O Senhor abençoara-os.

Alguns élderes saíram de Kirtland e foram ensinar o evangelho em outras regiões. Muitas pessoas deram ouvidos aos élderes e filiaram-se à Igreja.

Então começaram as dificuldades em Kirtland. Joseph Smith e outros líderes da Igreja fundaram um banco onde muitos santos depositaram seu dinheiro.

Alguns santos queriam enriquecer rapidamente. Um homem que trabalhava no banco não era honesto e roubou parte do dinheiro.

Joseph Smith designou outros homens para cuidar do dinheiro, mas o banco continuou a ter problemas. Logo foi preciso fechar o banco, pois todo o dinheiro desaparecera. Foi uma época difícil para muitos bancos nos Estados Unidos, e muitos outros também faliram.

Muitos santos ficaram zangados por não poderem reaver seu dinheiro. Alguns disseram que o fechamento do banco era culpa de Joseph Smith. Alguns dos melhores amigos de Joseph disseram coisas negativas sobre ele. Algumas pessoas até tentaram matá-lo.

Alguns líderes da Igreja também ficaram com raiva. Alguns não queriam mais ser membros da Igreja. Outros até se tornaram inimigos da Igreja.

Outros líderes da Igreja amavam Joseph e ajudaram-no. Brigham Young era um dos bons líderes. Disse aos santos que sabia que Joseph era um profeta de Deus. Algumas pessoas se aborreceram com Brigham Young devido ao seu apoio ao Profeta, e ele teve que ir embora de Kirtland para não sofrer agressões.

Os inimigos da Igreja provocaram muitos problemas em Kirtland. Roubaram bens dos santos e danificaram casas. Também feriram os santos e ameaçaram alguns de morte.

Alguns élderes da Igreja realizaram reuniões no Templo de Kirtland para criticar Joseph Smith e falar em substituí-lo por um novo líder. Tempos depois, algumas pessoas usaram pistolas e facas para invadir o templo. Dentro de pouco tempo, Kirtland não era mais um local seguro para Joseph, assim em janeiro de 1838 ele foi para o Missouri.

Em virtude das perseguições contínuas em Kirtland, os líderes da Igreja começaram a planejar a retirada dos santos. Em julho de 1838, mais de 500 membros da Igreja saíram de Kirtland. Em outubro, depois de uma longa jornada de quase 1.600 quilômetros, chegaram a Far West, Missouri. Joseph Smith e muitos outros membros da Igreja já estavam morando lá.