Histórias das Escrituras
Capítulo 40: Visões no Templo de Kirtland: Abril de 1836
anterior próximo

Capítulo 40

Visões no Templo de Kirtland

Abril de 1836

Uma semana depois da dedicação do Templo de Kirtland, os santos realizaram outra reunião lá. Os apóstolos abençoaram o sacramento, e Joseph Smith e seus conselheiros distribuíram-no aos presentes.

Em seguida, Joseph Smith e Oliver Cowdery foram sozinhos a certo local no templo, onde se ajoelharam e oraram. Depois da oração, tiveram uma visão maravilhosa. Viram o Senhor Jesus Cristo. Seus olhos brilhavam como fogo. Seu cabelo era branco como a neve e Seu rosto era mais radiante que o sol.

Jesus revelou muitas coisas maravilhosas a Joseph e Oliver. Disse que deveriam alegrar-se, pois seus pecados tinham sido perdoados. Ele estava satisfeito com o templo e afirmou que os santos que o tinham construído seriam felizes. Aceitou o templo como Sua santa casa. Jesus disse que iria ao templo com freqüência. Mas se os santos não mantivessem o templo sagrado, não o faria.

Depois Joseph e Oliver viram Moisés no templo. Moisés era um profeta que vivera muito tempo antes. Ele voltou à Terra para restaurar um poder especial do sacerdócio para Joseph e Oliver. Esse poder ajudaria os filhos de Israel de todas as partes da Terra a coligarem-se na Igreja. Esse poder também dá ao profeta a autoridade de mandar missionários para pregar o evangelho em todo o mundo.

Em seguida, Joseph e Oliver viram Elias. Elias restaurou para eles o poder especial do sacerdócio que fora concedido a Abraão. Abraão também era um profeta que vivera na época do Velho Testamento. Com esse poder, os santos poderiam ter as mesmas bênçãos especiais que Deus prometera a Abraão.

Então Joseph e Oliver viram Elias, o profeta, que também vivera na Antigüidade. Elias, o profeta, restaurou-lhes o poder especial do sacerdócio para ajudar as famílias justas. Esse poder permite que as famílias sejam seladas no templo para viverem juntas eternamente.