Missionário de tempo integral
    2. Organização e atividades missionárias
    Notas de rodapé
    Tema
    Teacher

    2

    Organização e atividades missionárias

    2.0

    Introdução

    O Senhor disse: “Organizeis e designeis a todo homem [e mulher] sua mordomia” (Doutrina e Convênios 104:11). Esta seção descreve a organização da missão e explica como você pode trabalhar e conviver melhor com um companheiro, participar das atividades da missão, planejar a agenda diária e servir ao próximo com o puro amor de Cristo (ver Morôni 7:44–47).

    Para maior clareza, esses padrões usam o termo líderes missionários jovens para se referir a missionários com designações de liderança, como companheiros seniores, líderes treinadoras de sísteres ou líderes de zona. Líderes da missão se refere a seu presidente de missão, que possui chaves do sacerdócio, e esposa.

    Esses padrões também usam os termos bispo, presidente da estaca, ala e estaca. Aplique as diretrizes relacionadas, quando apropriado, aos presidentes de ramo, presidentes de distrito, ramos e membros de distrito.

    2.1

    Liderança da missão

    Sua responsabilidade mais importante, a despeito de qualquer designação de liderança, é ser um missionário fiel e dedicado. O conselho do Senhor registrado em Doutrina e Convênios também se aplica a você: “A coisa de maior valor para ti será declarar arrependimento a [esta geração], a fim de trazeres almas a mim” (Doutrina e Convênios 15:6).

    2.1.1

    Líderes da missão: O presidente da missão e a esposa

    Seu presidente de missão e a esposa, que servem juntos como seus líderes da missão, são chamados por Deus e designados por imposição de mãos para liderar a missão. Juntos eles amam e servem você, ajudando-o a cumprir seu propósito como missionário e a mantê-lo seguro e feliz.

    Seus líderes da missão compartilham muitas responsabilidades pela missão. Eles trabalharão juntos para apoiá-lo e incentivá-lo, ouvir suas preocupações, responder a suas perguntas, avaliar seu progresso e aconselhá-lo. Uma vez que o presidente da missão possui certas chaves do sacerdócio, ele age como um juiz comum na missão. As transgressões sexuais e outros pecados sérios devem ser confessados a seu presidente de missão (ver Mosias 26:29–30). Seja totalmente honesto com ele. Ele vai ajudá-lo a se arrepender (ver Para o Vigor da Juventude, 2011, pp. 28–29).

    Você pode convidar a esposa do presidente, um missionário sênior ou seu companheiro de missão para estar presente em quaisquer entrevistas com o presidente da missão. Sua decisão de convidar alguém para acompanhá-lo não diminuirá o amor, a preocupação ou a admiração de seus líderes da missão por você.

    2.1.2

    Presidência da missão

    O presidente da missão preside a missão com as chaves do sacerdócio. Ele é um membro da presidência da missão com dois conselheiros.

    Os conselheiros na presidência da missão, assim como os conselheiros na presidência da estaca ou no bispado, ajudam a organizar o trabalho e dão assistência a ele. Os conselheiros na presidência da missão não cuidam de assuntos relativos à dignidade dos missionários.

    2.1.3

    Organização da liderança da missão

    Seu presidente de missão usa a revelação e as chaves do sacerdócio para organizar o trabalho. Ele faz a designação de missionários jovens como treinadores, companheiros seniores, líderes de distrito, líderes treinadoras de sísteres e assistentes. Os assistentes, os missionários do escritório e outros missionários não fazem as designações de liderança da missão nem de áreas onde você vai servir. No entanto, o presidente da missão pode se aconselhar com a esposa ou com os assistentes a respeito das designações missionárias.

    Os líderes da missão, os assistentes do presidente, os líderes de zona e as líderes treinadoras de sísteres são membros do conselho de liderança da missão. Esses líderes se aconselham sobre como cuidar das necessidades dos missionários e fazem planos para ajudar no progresso da missão e fazer com que o trabalho avance.

    2.1.4

    Responsabilidades de liderança dos jovens missionários

    Os líderes missionários jovens, assim como todos os missionários, seguem o conselho de Jesus Cristo de “[servir a Deus] de todo o coração, poder, mente e força”, e “[lembrar-se] da fé, da virtude, do conhecimento, da temperança, da paciência, da bondade fraternal, da piedade, da caridade, da humildade, da diligência” (Doutrina e Convênios 4:2, 6). As designações de liderança não indicam reconhecimento especial ou avanço nem refletem o valor de um missionário.

    Os líderes missionários jovens têm a responsabilidade de:

    • Encontrar, ensinar, batizar e integrar pessoas.

    • Ser um exemplo dos padrões missionários de comportamento (ver seção 3.0).

    • Treinar outros missionários e liderar as divisões com as duplas (ver seção 2.3.1).

    • Compartilhar as informações e as orientações do conselho de liderança da missão com os missionários sob sua liderança.

    • Amar os outros missionários e fazer amizade com eles. Ajudar os missionários a reconhecer o valor dos esforços que eles fazem.

    • Ouvir as preocupações de outros missionários. Dar apoio e conselho.

    • Corrigir com bondade, e em particular, outros missionários quando necessário, mostrando então um “amor maior” (ver Doutrina e Convênios 121:41–43).

    • Trabalhar com os líderes e membros locais da Igreja.

    Como todos os missionários, os élderes e as sísteres com designações de liderança devem praticar a liderança cristã. Se a conduta de qualquer missionário, inclusive dos líderes missionários jovens, parecer inconsistente com os mandamentos e os padrões missionários, converse sobre o assunto com o missionário. Se o problema não for resolvido, converse sobre suas preocupações com seus líderes missionários jovens ou com o presidente da missão — nunca com outros missionários, membros ou amigos.

    Para mais informações sobre as designações específicas e as responsabilidades dos líderes missionários jovens (treinadores, companheiros sêniores, líderes de distrito, líderes treinadoras de sísteres, líderes de zona e os assistentes do presidente), ver seção 7.1, “Responsabilidades de liderança dos missionários jovens”.

    2.1.5

    Responsabilidades pessoais

    “Magnificar [seu] ofício para o Senhor” (Jacó 1:19), tornar-se espiritualmente autossuficiente e “[agir] por si mesmo” (2 Néfi 2:16), confiando no Senhor e seguindo o Espírito. Quando tiver perguntas ou preocupações:

    • Coloque em prática o ensinamento “deves estudá-lo bem em tua mente; depois me deves perguntar se está certo” (Doutrina e Convênios 9:8).

    • Busque orientação por meio da revelação pessoal, da oração e do estudo das escrituras (especialmente o Livro de Mórmon), de Pregar Meu Evangelho, dos ensinamentos dos profetas vivos e destes padrões.

    Se precisar de mais ajuda depois de colocar em prática esses princípios, converse com seu companheiro ou com os líderes missionários jovens. Geralmente, eles podem ajudá-lo a encontrar as respostas para suas perguntas e solucionar suas preocupações. Se isso não acontecer, procure seus líderes da missão, seus pais ou os líderes do sacerdócio de sua ala de origem. Não entre em contato com a sede da Igreja. Se o fizer, você será encaminhado de volta para o presidente da missão.

    Converse com seu presidente da missão sobre assuntos de dignidade. Converse com qualquer um de seus líderes da missão sobre preocupações urgentes a respeito de segurança, inclusive estupro ou abuso; converse também sobre outros problemas que não puderem ser solucionados com os missionários.

    Pode ser que em alguns momentos da missão você sinta dificuldades em se concentrar no trabalho devido a desafios recentes, a assuntos pessoais ou familiares e até mesmo por experiências passadas. Isso é compreensível. Não hesite em falar sobre seus problemas com seu companheiro, com seus líderes missionários jovens ou com qualquer líder da missão para pedir ajuda.

    Lembre-se do convite do Salvador: “Buscai-me em cada pensamento; não duvideis, não temais. Vede as feridas que me perfuraram o lado e também as marcas dos cravos em minhas mãos e pés; sede fiéis, guardai meus mandamentos e herdareis o reino do céu. Amém” (Doutrina e Convênios 6:36–37).

    2.2

    Companheiros

    O Senhor chama missionários para pregar Seu evangelho em duplas. “Que vão de dois em dois e assim preguem pelo caminho em todas as congregações, batizando com água e impondo as mãos quando saírem da água” (Doutrina e Convênios 52:10). Você vai trabalhar com vários companheiros durante a missão. Os companheiros:

    • Trabalham em união e juntos testificam de Jesus Cristo.

    • Cuidam do bem-estar espiritual, emocional e físico um do outro.

    • Se esforçam para manter um ao outro em segurança.

    • São responsáveis por ajudar um ao outro a obedecer aos padrões missionários.

    2.2.1

    Apoiar um ao outro

    Os companheiros devem ajudar um ao outro a aprender, crescer e desenvolver os atributos cristãos (ver Doutrina e Convênios 4 e “Como posso desenvolver atributos cristãos?” em Pregar Meu Evangelho, 2018, capítulo 6). Você será abençoado por toda a vida se aprender a ser paciente, a amar, se praticar o perdão e aceitar as diferenças de personalidade das pessoas.

    Como companheiros:

    • Amem, respeitem e fortaleçam um ao outro.

    • Estudem juntos todos os dias e orem várias vezes ao longo do dia.

    • Sejam humildes e reconheçam os pontos fortes um do outro.

    • Tratem um ao outro como gostariam de ser tratados.

    • Evitem críticas e discórdia.

    • Evitem falar negativamente sobre o companheiro para outros missionários, para os membros da Igreja ou para familiares e amigos em casa.

    Se você observar qualquer situação ou comportamento inadequado, fale sobre o assunto com seu companheiro. Se o problema não for solucionado, ou se seu companheiro tiver um comportamento abusivo, tenha coragem e demonstre amor por ele, e peça a ajuda do presidente da missão (ver seção 3.9.2).

    2.2.2

    Permanecer juntos

    Você ficará protegido dos perigos físicos, das falsas acusações e da solidão se permanecer sempre próximo a seu companheiro. Obedeça a esse padrão missionário em todos os momentos e em todos os lugares. Nunca fique sozinho.

    • Você deve ser capaz de ver e ouvir seu companheiro a todo momento, a não ser que esteja no banheiro, em uma entrevista com um líder da missão ou fazendo uma entrevista batismal (ver seção 2.3.6).

    • Vocês devem dormir no mesmo quarto, mas não na mesma cama.

    • Enquanto estiverem fazendo tarefas pessoais em casa, usem o bom senso para se proteger e seguir os padrões missionários de comportamento (ver seção 3.0).

    • Não crie oportunidades para ficar sozinho. Por exemplo, não fique acordado por mais tempo nem acorde mais cedo do que ele.

    • Se você e seu companheiro se separarem, entre imediatamente em contato com o presidente da missão.

    2.2.3

    Trabalhar em sua área

    Siga em frente e trabalhe com todo o afinco (ver Jacó 5:72), e concentre seus esforços em sua área de ensino designada. Trabalhe com foco nas áreas onde é mais provável que você ajude as pessoas a fazer e cumprir convênios. Por exemplo, dê prioridade às áreas próximas à capela ou a uma vizinhança onde moram os membros que apoiam seu trabalho. Lembre-se da promessa do Senhor: “E quem vos receber, lá estarei também” (Doutrina e Convênios 84:88).

    Você pode deixar sua área designada para fazer divisão com as duplas (ver seção 2.3.1) ou durante as transferências (ver seção 2.3.2). Se for necessário sair de sua área por outra razão, peça permissão a seu líder de distrito para sair da área dentro dos limites do distrito, ou do líder de zona, se precisar sair dos limites do distrito. Você precisa da permissão do presidente da missão, ou de uma pessoa designada por ele, para sair de sua zona.

    Se for preciso sair de sua área designada devido a uma emergência, como um desastre natural, um ataque ou para receber atendimento médico emergencial, procure primeiro se colocar em segurança ou receber a assistência médica e em seguida entre em contato com o presidente da missão ou com os líderes missionários jovens assim que possível.

    2.2.4

    Trabalhar com pessoas fora de sua área

    Durante a missão, é provável que você encontre pessoas que moram fora de sua área designada. Se elas estiverem interessadas em aprender sobre o evangelho de Jesus Cristo, você pode:

    • Compartilhar uma mensagem com elas.

    • Comunicar-se com elas por meio das mídias sociais aprovadas (ver seção 7.5.6).

    • Encaminhe essas pessoas para os missionários que trabalham onde elas moram e passe as informações delas para os missionários designados (ver seção 2.3.4).

    • Com a permissão do presidente da missão, use a tecnologia (ver seção 7.5.4) para trabalhar com os missionários onde essas pessoas moram a fim de que sejam ensinadas e recebam apoio. Você também pode convidar sua família e seus amigos para ajudar a ensiná-los, com permissão (ver seção 3.9.5).

    Ao trabalhar com outros missionários ou membros tanto de dentro como de fora da sua área ou missão:

    • Aconselhem-se mutuamente para saber como ajudar melhor a pessoa interessada a se aproximar do Pai Celestial e de Jesus Cristo.

    • Respeite o tempo dos membros e dos outros missionários.

    • Deixe que os missionários designados da área onde a pessoa mora assumam a responsabilidade pelo ensino o mais rápido possível.

    2.3

    Atividades do trabalho missionário

    Os missionários participam de várias atividades para cumprir o mandamento do Senhor de “[preparar] todas as coisas necessárias” (Doutrina e Convênios 88:119) e realizar Sua obra. Essas atividades incluem participar de divisões com as duplas e transferências, trabalhar com os membros, procurar referências, ensinar, participar de conselhos e reuniões e servir. Os élderes também realizam entrevistas batismais como parte de suas atividades missionárias.

    2.3.1

    Divisões com outras duplas

    Em uma divisão com a dupla, um líder missionário jovem — como uma líder treinadora de sísteres ou um assistente do presidente — trabalha com outro missionário ou missionária. Durante a divisão, o líder vai ensinar, treinar e aprender com o missionário. O líder vai seguir o conselho do Senhor que se encontra em Doutrina e Convênios de fortalecer o outro missionário “em todas as [suas] conversas, em todas as [suas] orações, em todas as [suas] exortações, e em todos os [seus] feitos” (Doutrina e Convênios 108:7).

    Os líderes missionários jovens são responsáveis pelo planejamento das divisões com os missionários que eles lideram. As sísteres fazem divisão com outras sísteres e os élderes com outros élderes.

    Na maioria das missões, os líderes missionários jovens geralmente fazem divisão com as duplas uma vez a cada transferência.

    • Os líderes de distrito fazem divisões com cada élder de seu distrito.

    • Os líderes de zona fazem divisões com cada líder de distrito e, quando necessário, com outros élderes da zona.

    • As líderes treinadoras de sísteres fazem divisão com cada síster em sua zona ou zonas designadas.

    • Os assistentes do presidente fazem divisão com os líderes de zona ou outros élderes conforme orientados pelo presidente da missão.

    • As divisões com as duplas duram aproximadamente 24 horas. Em cada divisão, o líder missionário jovem deve:

      • Organizar as divisões com as duplas na área do líder missionário jovem. Às vezes, as divisões também podem ser feitas na área do missionário quando for adequado.

      • Planejar as divisões com as duplas com antecedência.

      • Trabalhar com o missionário para estabelecer metas do que será realizado durante a divisão. Participar de todas as atividades do trabalho missionário, inclusive encontrar pessoas, ensinar, estudar com o companheiro, estudar o idioma (se aplicável), fazer o planejamento diário e a integração.

      • Treinar usando as escrituras e os princípios de Pregar Meu Evangelho.

      • Verificar e conversar sobre as pessoas com quem os missionários estão trabalhando ou ensinando.

      • Fazer comentários específicos para ajudar o missionário, inclusive sobre o que o missionário faz bem e como ele pode melhorar.

      • Estar aberto a ouvir os comentários do missionário sobre áreas de aperfeiçoamento.

      • Verificar e conversar sobre o que cada missionário aprendeu durante as divisões com as duplas.

      • Fazer um relatório das divisões nas cartas semanais ao presidente da missão.

    2.3.2

    Transferências

    O escritório da missão fará os arranjos de sua viagem durante a transferência para que você não fique sozinho. Em situações raras, devido a distancias e outras circunstâncias, seu presidente de missão pode decidir algo diferente disso. Nesses casos, seja especialmente cuidadoso, use o bom senso e siga o Espírito.

    Quando você for transferido:

    • Vá diretamente para sua nova área a fim de se encontrar com seu novo companheiro.

    • Não coma nem beba nada que você não tenha vigiado durante a viagem.

    • Quando for viajar, assegure-se de que seu telefone tenha bateria suficiente para o período do deslocamento. Se estiver viajando sozinho por mais de três horas, entre em contato periodicamente com o escritório da missão.

    Se seu companheiro foi transferido e você não, trabalhe com outros missionários, conforme designado por seus líderes missionários jovens, até a chegada do novo companheiro.

    2.3.3

    Oportunidades de ensinar com os membros

    Convide os membros a se juntarem a você de maneira normal e natural para encontrar, ensinar, batizar e integrar pessoas. Incentive e ajude os membros a fazer amizade com as pessoas que você está ensinando, convidando-as a participar das atividades familiares e da ala. Peça aos membros que compartilhem experiências pessoais inspiradoras e seu testemunho.

    Não se faz divisão missionária com os membros. No entanto, as mulheres (com idade mínima de 16 anos, mas siga as diretrizes com base nas leis locais) podem acompanhar e ensinar com outras duas ou mais sísteres. Os homens (com idade mínima de 16 anos, mas siga as diretrizes com base nas leis locais) podem acompanhar e ensinar com dois ou mais élderes. Os casais casados podem ensinar com as sísteres e com os élderes.

    2.3.4

    Referências

    Uma referência é quando alguém solicitou um contato dos missionários.

    Ao trabalhar com as referências:

    • Entre em contato com os missionários, os membros ou as pessoas que deram a referência se possível. Converse com eles sobre o tipo de ajuda que você pode oferecer.

    • Entre em contato com a pessoa da referência o mais rápido possível, geralmente nas primeiras 24 horas.

    • Ouça e descubra como ajudar essa pessoa.

    • Entregue os materiais solicitados.

    • Ensine de acordo com as necessidades e os interesses da pessoa.

    • Continue a trabalhar com os missionários, os membros ou as pessoas que passaram a referência (ver seção 2.2.4).

    Para mais informações sobre as referências, ver “Referências de membros, de missionários e da sede da Igreja” em “Como posso encontrar pessoas para ensinar?”, em Pregar Meu Evangelho, capítulo 9.

    2.3.5

    Reuniões e conselhos

    Os missionários se aconselham mutuamente ao dar e receber treinamento e quando planejam e coordenam o trabalho missionário. As reuniões e os conselhos devem convidar o Espírito do Senhor e devem ser um momento para receber revelação (ver Doutrina e Convênios 6:32). Além disso, as reuniões com os missionários são uma oportunidade para edificar uns aos outros e juntos se regozijar com seus labores (ver Doutrina e Convênios 43:8; 50:22).

    As reuniões organizadas pelas duplas de missionários, pelos líderes missionários jovens e os líderes da missão incluem o seguinte:

    • Sessões de planejamento diário e semanal

    • Reuniões do conselho do distrito

    • Conferências de zona

    • Reuniões do conselho de liderança da missão

    As reuniões organizadas pelos líderes locais incluem o seguinte:

    • Reuniões de coordenação missionária

    • Reuniões do conselho da ala

    2.3.6

    Entrevistas batismais

    Ao realizar uma entrevista batismal, os élderes devem:

    • Examinar o que o Senhor disse em Doutrina e Convênios 20:37.

    • Seguir a orientação do Espírito Santo.

    • Fazer as perguntas da entrevista batismal no capítulo 12 de Pregar Meu Evangelho.

    • Adaptar as perguntas para que sejam adequadas à idade e à maturidade da pessoa.

    • Informar o presidente do quórum de élderes ou o líder da missão da ala sobre a entrevista batismal.

    Se o candidato ao batismo desejar, ele ou ela pode convidar um dos pais, o cônjuge ou outro adulto para estar presente durante a entrevista batismal. Seja sensível aos sentimentos da pessoa em relação a ter o cônjuge ou um filho pequeno sendo entrevistado. Siga as diretrizes de Pregar Meu Evangelho para entrevistar e obter permissão para batizar o cônjuge ou crianças menores de idade (ver “Como realizar a entrevista” em “Como posso preparar as pessoas para o batismo e para a confirmação?”, em Pregar Meu Evangelho, capítulo 12).

    Os líderes de distrito fazem a entrevista batismal dos candidatos ensinados pelos missionários do distrito, inclusive os que foram ensinados pelos assistentes do presidente, líderes de zona e as líderes treinadoras de sísteres em seu distrito.

    Os líderes de zona fazem as entrevistas batismais dos candidatos ensinados pelos líderes de distrito em sua zona.

    Se os líderes de distrito ou de zona não estiverem disponíveis, o presidente da missão pode designar outro élder para realizar a entrevista.

    2.3.7

    Batismos

    Trabalhe com o presidente do quórum de élderes ou com o líder da missão da ala para organizar a reunião batismal (ver “A reunião batismal” em “Como posso preparar as pessoas para o batismo e para a confirmação?”, em Pregar Meu Evangelho, capítulo 12). Comece os preparativos para a reunião batismal assim que possível.

    2.4

    Agenda e atividades diárias

    Planeje sua agenda para cumprir seu propósito missionário e se concentrar nas necessidades das pessoas. Lembre-se da promessa do Senhor àqueles que são chamados a pregar o evangelho: “E, se trabalhardes todos os vossos dias clamando arrependimento a este povo e trouxerdes a mim mesmo que seja uma só alma, quão grande será vossa alegria com ela no reino de meu Pai!” (Doutrina e Convênios 18:15.)

    2.4.1

    Atividades diárias normais

    Inclua as seguintes atividades em sua agenda diária:

    • Estabelecer e examinar as metas pessoais, as metas com o companheiro e as metas da missão.

    • Planejar a programação do dia.

    • Preparar as lições.

    • Estudar as escrituras, Pregar Meu Evangelho, os ensinamentos dos profetas e apóstolos vivos e outros recursos aprovados (ver seção 2.4.4).

    • Examinar um tópico sobre saúde e segurança ou uma das medidas de proteção para o uso de tecnologia (ver seções 4.0–4.7).

    • Encontrar pessoas para ensinar.

    • Trabalhar com os líderes e membros locais da Igreja.

    • Servir ao próximo em atividades planejadas ou não.

    • Cuidar das necessidades pessoais, como alimentar-se e se preparar para o dia.

    2.4.2

    Exemplo de agenda diária

    A agenda diária de sua missão pode ser semelhante à programação a seguir. Os horários diários podem ser ajustados pelo presidente da missão para feriados, eventos especiais da missão e assim por diante.

    6h30

    Começar o dia.

    6h30–10h

    Orar.

    Exercitar-se (30 minutos).

    Tomar banho, tomar o desjejum e se preparar para o dia.

    Estudo pessoal (60 minutos).

    Planejar (30 minutos).

    10h–21h

    Encontrar pessoas, ensinar e servir ao próximo.*

    Atualizar os registros digitais ou impressos ao longo do dia.

    Examinar brevemente um tópico sobre saúde e segurança ou uma das medidas de proteção para o uso de tecnologia.

    Estudar com o companheiro e preparar as lições (30 minutos).

    Estudar os materiais adicionais para novos missionários e treinadores durante as primeiras 12 semanas no campo (30–60 minutos se aplicável).

    Estudar o idioma da missão (30–60 minutos se aplicável).

    Almoço e jantar (deve ter duração máxima de duas horas no total).

    21h

    Voltar para a casa, a não ser que esteja ensinando; neste caso, volte às 21h30.

    21h–21h30

    Escrever no diário, preparar-se para dormir e orar

    21h30–22h30

    Ir para a cama e dormir.

    *Suas atividades diárias devem se concentrar na interação com as pessoas. Distribua suas atividades de planejamento e de estudo ao longo do dia para não passar muito tempo em casa. Se a distância e o tempo permitirem, você pode sair e voltar para casa durante o dia para seguir o que foi planejado.

    A agenda aprovada para sua missão permitirá que você tenha tempo para trabalhar, descansar e ajustar o foco. Para seu bem-estar espiritual, emocional e físico, é importante obter descanso e nutrição adequados.

    2.4.3

    Estabelecer metas e planejar sessões

    Realize sessões de planejamento diária e semanalmente com seu companheiro. Avaliem as necessidades das pessoas a quem vocês estão ensinando e como trabalhar com os membros enquanto examinam seu progresso, estabelecem metas e planejam o dia e a semana (ver “Como estabelecer metas”, “Sessão de planejamento semanal”, em “Como posso usar o tempo com sabedoria?”, em Pregar Meu Evangelho, capítulo 6).

    2.4.4

    Sessões de estudo

    Use o tempo de estudo pessoal e com o companheiro para se concentrar nas escrituras (especialmente o Livro de Mórmon), em Pregar Meu Evangelho, nos ensinamentos dos profetas vivos (que se encontram na Biblioteca do Evangelho) e nestes padrões. Esses recursos aprovados podem fortalecer seu conhecimento e testemunho do evangelho restaurado de Jesus Cristo e ajudá-lo a se preparar para atender às necessidades das pessoas a quem você ensina.

    Se você foi designado a aprender um novo idioma, estude-o e o pratique todos os dias.

    Se você for um missionário novo, estude com seu treinador por mais 30 a 60 minutos diariamente durante as primeiras 12 semanas no campo missionário (ver “Para os novos missionários: Estudo adicional com o companheiro”, em “Introdução: Qual é a melhor forma de se usar o manual Pregar Meu Evangelho?”, em Pregar Meu Evangelho).

    2.4.5

    Refeições com outras pessoas

    Se aplicável, seu presidente da missão e o presidente da estaca local fornecerão diretrizes para a programação de refeições com as pessoas na missão. Quando os membros ou outros fornecerem as refeições:

    • Seja respeitoso com a situação pessoal e o tempo deles.

    • Seja grato pelo alimento que eles oferecem.

    • Peça permissão para ensinar uma lição de 15 a 20 minutos antes ou depois da refeição para fortalecer aqueles a quem você visita e para que você tenha a oportunidade de aumentar sua capacidade de ensinar pelo Espírito.

    Outro adulto de seu sexo deve estar presente quando você e seu companheiro fizerem uma refeição com alguém do sexo oposto.

    2.5

    Dia de preparação

    O presidente da missão estabelecerá um dia da semana como o dia de preparação. Esse dia permite que você tenha tempo para se refazer física, espiritual e emocionalmente à medida que “[serve] de [testemunha] de Deus em todos os momentos e em todas as coisas e em todos os lugares” (Mosias 18:9). Além disso, você e seu companheiro terão a oportunidade de estar com outros missionários do distrito para se divertirem juntos em atividades recreativas salutares (ver seção 3.6).

    Mas se lembre das advertências específicas do Senhor: “Não corras mais depressa nem trabalhes mais do que te permitam as tuas forças” (Doutrina e Convênios 10:4), e “recolhei-vos cedo, para que não vos canseis; levantai-vos cedo, para que vosso corpo e vossa mente sejam fortalecidos” (Doutrina e Convênios 88:124).

    2.5.1

    Atividades no dia de preparação

    As atividades no dia de preparação podem incluir (mas não estão limitadas) o seguinte:

    • Comunicar-se com a família, com o presidente da missão e com os amigos (ver seção 3.9)

    • Lavar as roupas

    • Cortar o cabelo e outros cuidados pessoais

    • Limpar a casa

    • Fazer compras

    • Descansar

    • Participar de atividades recreativas aprovadas (ver seção 3.6)

    2.5.2

    Exemplo de agenda do dia de preparação

    A agenda do dia de preparação pode ser semelhante à programação a seguir:

    6h30

    Começar o dia.

    6h30–8h

    Orar.

    Tomar banho, tomar o desjejum e se preparar para o dia.

    Planejar (30 minutos).

    Estudo pessoal (30 minutos).

    8h–18h

    Fazer as atividades do dia de preparação (ver seção 2.5.1).

    Observação: Todas as atividades do dia de preparação devem se encerrar às 18h.

    18h–21h

    Encontrar pessoas, ensinar e servir ao próximo.

    21h

    Voltar para casa. Se estiver ensinando, volte às 21h30.

    21h–21h30

    Escrever no diário, preparar-se para dormir e orar

    21h30–22h30

    Ir para a cama.

    2.6

    Atividades no Dia do Senhor

    Planeje atividades para o Dia do Senhor que o ajudem a cumprir seu propósito missionário de encontrar pessoas, ensinar, batizar e ajudar outros a aprender como se tornar mais semelhante ao Pai Celestial e a Jesus Cristo. Lembre-se dos ensinamentos do Senhor em Doutrina e Convênios 59:13–19 a respeito de Seu dia santificado e observe as palavras e as frases que mostram que a verdadeira adoração no Dia do Senhor inclui alegria, regozijo e o coração e o semblante alegres.

    As atividades no Dia do Senhor incluem ir à igreja, à conferência geral, às sessões gerais no domingo da conferência da estaca e outras reuniões, como o conselho de ala quando convidado. Inclui também participar do jejum mensal.

    O Senhor não pediu que em seus esforços missionários você fique sem comer, a não ser durante o jejum mensal regular, nem pediu que deixe de dormir para ser um missionário mais dedicado. Ocasionalmente, você pode jejuar por um motivo em especial, mas não o faça por mais de 24 horas a cada vez.

    2.7

    Serviço na comunidade

    Você pode aprender a ser um discípulo de Jesus Cristo ao servir como Ele serviu. Encontre oportunidades para servir seu companheiro, as pessoas que estiver ensinando, os membros e outros na comunidade. “E eis que vos digo estas coisas para que aprendais sabedoria; para que saibais que, quando estais a serviço de vosso próximo, estais somente a serviço de vosso Deus” (Mosias 2:17).

    Você deve servir com um sincero desejo de ajudar as pessoas, sem esperar retorno. Siga todas as regras para projetos de serviço (ver seção 7.2), especialmente as que falam que você não deve ensinar enquanto estiver servindo e não servir em situações em que fique sozinho com crianças. Se alguém mostrar interesse em sua mensagem, responda brevemente e marque um horário com a pessoa em um outro dia e local para compartilhar uma mensagem.

    Para mais informações, ver seção 7.2, “Diretrizes para o serviço na comunidade”.