Primária
22 a 28 de fevereiro. Doutrina e Convênios 18–19: “O valor das almas é grande”
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

“22 a 28 de fevereiro. Doutrina e Convênios 18–19: ‘O valor das almas é grande’”, Vem, e Segue-Me — Primária: Doutrina e Convênios 2021

“22 a 28 de fevereiro. Doutrina e Convênios 18–19”, Vem, e Segue-Me — Primária, 2021

Martin Harris Farm, de Al Rounds

22 a 28 de fevereiro

Doutrina e Convênios 18–19

“O valor das almas é grande”

Peça ajuda ao Pai Celestial para encontrar princípios em Doutrina e Convênios 18–19 que sejam especialmente significativos para as crianças.

Registre suas impressões

Convidar todos a participar

Leia Doutrina e Convênios 18:2 e explique à classe que o Espírito ajudou Oliver Cowdery a saber que as escrituras são verdadeiras. Conte uma experiência às crianças em que o Espírito testificou a você que as escrituras são verdadeiras. Peça-lhes que contem experiências de quando sentiram que as escrituras são verdadeiras.

Ensinar a doutrina: Crianças menores

Doutrina e Convênios 18:10–12

Cada um de nós tem grande valor para Deus.

Quando as crianças sabem que o Pai Celestial as ama — e ama todos os Seus filhos —, elas têm mais confiança e são mais compreensivas em relação às outras pessoas.

Atividades sugeridas

  • Ajude as crianças a repetir com você Doutrina e Convênios 18:10 várias vezes. Explique a elas que a palavra “almas” refere-se a todos os filhos de Deus. Repita o versículo 10 com as crianças, desta vez substituindo “almas” pelo nome das crianças (ver também a página de atividades desta semana).

  • Ajude as crianças a pensar em coisas que as pessoas consideram de valor. Depois, faça com que cada criança se olhe em um espelho, uma de cada vez, e diga a cada uma delas que elas são filhas de Deus e têm grande valor. Testifique à classe que, para o Pai Celestial, elas são mais valiosas que todas as coisas que elas citaram.

Doutrina e Convênios 18:13–16.

Compartilhar o evangelho traz grande alegria.

Como você pode inspirar as crianças a convidar outros a virem a Cristo e sentir grande alegria?

Atividades sugeridas

  • Converse com as crianças sobre algo que lhe traz alegria. Peça que as crianças comentem sobre algo que traz alegria a elas. Leia Doutrina e Convênios 18:13, 16. O que deixa o Senhor feliz? O que Ele diz que nos trará alegria?

  • Cantem juntos um hino sobre o trabalho missionário, como “Um missionário já eu quero ser” (Músicas para Crianças, p. 90), e ajude as crianças a pensar em como elas podem compartilhar o evangelho, inclusive em casa. Fale sobre uma ocasião em que você compartilhou o evangelho e deixe que as crianças contem suas experiências.

Doutrina e Convênios 19:18–19, 23–24

Jesus Cristo obedeceu ao Pai Celestial mesmo quando foi difícil.

A disposição do Salvador de “beber a amarga taça e [não] recuar” (versículo 18) é um exemplo para todos nós de obediência à vontade do Pai Celestial. Pense em como você vai inspirar as crianças a seguir o exemplo de Jesus.

Atividades sugeridas

  • Mostre uma gravura de Jesus Cristo sofrendo no Getsêmani (ver o esboço da semana em Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar). Peça às crianças que digam o que sabem sobre o que está acontecendo na gravura. Resuma com suas próprias palavras o que o Salvador disse em Doutrina e Convênios 19:18–19 sobre Seu sofrimento. Enfatize que sofrer por nossos pecados foi a coisa mais difícil que alguém já fez, mas, por causa do amor de Jesus por Seu Pai e por nós, Ele obedeceu à vontade de Deus. Como podemos obedecer ao Pai Celestial?

  • Ajude as crianças a pensar em gestos simples para acompanhar as frases em Doutrina e Convênios 19:23. Leia o versículo várias vezes enquanto as crianças fazem os gestos. Ajude-as a pensar em maneiras de aprender de Cristo e ouvir Suas palavras.

Ensinar a doutrina: Crianças maiores

Doutrina e Convênios 18:10–12

Cada um de nós tem grande valor para Deus.

Muitas pessoas têm sentimentos de baixa autoestima; outras são rudes com as pessoas diferentes delas. A poderosa mensagem de Doutrina e Convênios 18:10 pode mudar como vemos a nós mesmos e as pessoas ao nosso redor.

Atividades sugeridas

  • Peça a cada criança que escreva o nome em um pedaço de papel e distribua esses papéis entre as crianças. Peça-lhes que escrevam no papel que receberem algo de que elas gostam naquela pessoa. Incentive-as a serem gentis e educadas nos comentários. Depois, ajude as crianças a ler Doutrina e Convênios 18:10–12 e peça a elas que digam o que aprenderam sobre como Deus Se sente a nosso respeito. Explique-lhes que todos nós temos grande valor para Deus porque somos Seus filhos.

  • Mostre algo para as crianças que seja valioso para você. Como tratamos as coisas que são valiosas para nós? Peça a uma criança que leia Doutrina e Convênios 18:10. Como podemos mostrar às outras pessoas que “o valor [delas] é grande” à nossa vista?

    Worth of a Soul, de Liz Lemon Swindle

Doutrina e Convênios 19:16–19

Jesus Cristo sofreu por mim.

Como você pode criar um ambiente reverente em sua classe para que o Espírito Santo possa testificar às crianças que Jesus Cristo pagou o preço pelos pecados delas?

Atividades sugeridas

  • Conte a história de Jesus Cristo sofrendo por nossos pecados (ver “Capítulo 51: O sofrimento de Jesus no Jardim do Getsêmani”, Histórias do Novo Testamento, p. 129, ou o vídeo correspondente em ChurchofJesusChrist.org). Peça às crianças que contem a história novamente com suas próprias palavras e peça a elas que leiam como o Salvador descreveu a experiência em Doutrina e Convênios 19:16–19. O que aprendemos com Sua descrição?

  • Peça-lhes que fechem os olhos enquanto você lê Doutrina e Convênios 19:16–19 e pensem no que sentem a respeito do Salvador. Ajude as crianças a encontrar músicas em Hinos ou em Músicas para Crianças que as ajudem a expressar seus sentimentos sobre Jesus Cristo (ver o índice por assunto nesses livros). Peça às crianças que cantem os hinos que escolheram e prestem seu testemunho.

  • Ajude as crianças a memorizar Regras de Fé 1:3.

Doutrina e Convênios 19:26, 34–35, 38

As bênçãos de Deus são maiores do que os tesouros da Terra.

A impressão do Livro de Mórmon era cara e Joseph Smith não podia pagar por ela. O Senhor pediu a Martin Harris que “[desse] uma porção de [seus] bens”, sua fazenda próspera, para pagar a impressão (versículo 34). Recebemos bênçãos enormes graças aos sacrifícios de Martin e muitos outros.

Atividades sugeridas

  • Escreva no quadro perguntas como as seguintes para ajudar as crianças a entender Doutrina e Convênios 19:26, 34–35, 38: O que o Senhor pediu que Martin Harris fizesse? Por que Ele pediu que Martin fizesse isso? O que o Senhor prometeu a ele? Peça às crianças que formem duplas para descobrir as respostas nesses versículos. Pergunte como elas teriam se sentido se estivem no lugar de Martin Harris.

  • Mostre às crianças um exemplar do Livro de Mórmon e conte a elas sobre algo que você gosta muito nele. Convide-as a compartilhar o que sentem sobre o Livro de Mórmon. Fale brevemente sobre o sacrifício de Martin Harris para que o Livro de Mórmon pudesse ser impresso (Histórias de Doutrina e Convênios, p. 33). O que o Senhor disse a Martin em Doutrina e Convênios 19:38 que pode tê-lo ajudado a ser fiel e obediente? Ajude as crianças a pensar em algo que elas podem sacrificar para obedecer a Deus ou ajudar em Sua obra.

Incentivar o aprendizado no lar

Peça às crianças que pensem em alguém que poderia ser ajudado pelo que elas aprenderam em Doutrina e Convênios 18 ou 19 — por exemplo, que todos nós temos grande valor para Deus. Incentive-as a planejar como vão compartilhar com essa pessoa o que aprenderam.

Aperfeiçoar o ensino

Ajudar as crianças a aprender as escrituras. Algumas crianças têm dificuldades para ler as escrituras. Concentrar-se em um único versículo ou frase pode ajudá-las.