Estudo Pessoal e Familiar
1º a 7 de fevereiro. Doutrina e Convênios 10–11: “Para que saias vencedor”
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

“1º a 7 de fevereiro. Doutrina e Convênios 10–11: ‘Para que saias vencedor’”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar: Doutrina e Convênios 2021

“1º a 7 de fevereiro. Doutrina e Convênios 10–11”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar, 2021

Réplica do manuscrito original do Livro de Mórmon.

1º a 7 de fevereiro

Doutrina e Convênios 10–11

“Para que saias vencedor”

Registrar impressões enquanto lemos as escrituras é como plantar sementes; mesmo as menores podem levar a uma revelação pessoal significativa.

Registre suas impressões

À medida que a tradução do Livro de Mórmon progredia, surgiu naturalmente a pergunta: “O que Joseph Smith e Oliver Cowdery deveriam fazer em relação às páginas traduzidas que tinham sido perdidas? O lógico seria voltar e retraduzir aquela parte, mas o Senhor pôde ver algo que eles não poderiam — homens iníquos estavam tramando fazer alterações naquelas páginas para lançar dúvidas sobre o trabalho inspirado de Joseph. Deus tinha um plano para frustrar o empenho de Satanás e compensar aquela perda. Esse plano foi preparado milhares de anos antes quando o profeta Néfi foi inspirado a fazer um segundo registro que cobria o mesmo período. Mais tarde, Mórmon foi inspirado a colocar esse registro no Livro de Mórmon “com um sábio propósito” conhecido pelo Senhor (ver Palavras de Mórmon 1:3–7).

“Minha sabedoria”, disse o Senhor a Joseph, “é maior do que a astúcia do diabo” (Doutrina e Convênios 10:43). Essa é uma mensagem tranquilizadora para os nossos dias, em que os esforços contínuos do adversário para enfraquecer nossa fé estão se intensificando. Assim como Joseph, também podemos ser fiéis e continuar na obra de Deus para a qual fomos chamados (versículo 3). Então veremos que Ele já preparou um meio para que “as portas do inferno não [prevaleçam] contra [nós]” (versículo 69).

Ver Santos, vol. 1, pp. 51–61.

Ideias para o estudo pessoal das escrituras

Doutrina e Convênios 10:1–33

Satanás procura destruir a obra de Deus.

Satanás prefere que esqueçamos que ele existe ou, pelo menos, que não consigamos reconhecer suas tentativas de nos influenciar (ver 2 Néfi 28:22–23). Mas as palavras do Senhor em Doutrina e Convênios 10 mostram que Satanás se opõe ativa e constantemente à obra de Deus. Ao ler os versículos 1–33, identifique como Satanás procurou destruir a obra de Deus na época de Joseph Smith (ver também os versículos 62–63). Que semelhanças você vê com os métodos de Satanás hoje em dia? Você poderia pedir ao Senhor que o ajude a ver como Satanás pode tentá-lo. O que você aprendeu na seção 10 que pode ajudá-lo a resistir aos esforços de Satanás de influenciá-lo?

Doutrina e Convênios 10:34–52

A “sabedoria [de Deus] é maior do que a astúcia do diabo”.

Mais de 2.400 anos antes, o Senhor preparou um meio de compensar a perda daquelas páginas do Livro de Mórmon (ver 1 Néfi 9). O que você aprendeu sobre o Senhor em Doutrina e Convênios 10:34–52? Que evidências da sabedoria e presciência do Senhor você já viu em sua vida?

O registro que Deus preparou para substituir o manuscrito perdido hoje constitui o trecho de 1 Néfi até Ômni. Em sua opinião, de que maneira as histórias e os ensinamentos nesse registro “lançam maior luz sobre [o] evangelho”? (Doutrina e Convênios 10:45.)

Mormon Abridging the Plates, de Tom Lovell

Doutrina e Convênios 11

Se eu perguntar a Deus, receberei uma resposta.

Vários membros da família de Joseph Smith e amigos pediram a ele que perguntasse ao Senhor qual era Sua vontade em relação a eles. Joseph fazia isso com prazer, mas o Senhor também estava disposto a dar a eles revelação pessoal. Em Doutrina e Convênios 11, uma revelação que Joseph recebeu para seu irmão mais velho, Hyrum, o Senhor disse: “Dar-te-ei do meu Espírito, (…) e então saberás (…) todas as coisas (…) que desejares de mim” (Doutrina e Convênios 11:13–14).

O Senhor disse que Suas palavras serviam “a todos os que têm desejos bons e lançaram sua foice para ceifar” (versículo 27). Em Doutrina e Convênios 11, o que o Senhor está falando a você sobre revelação pessoal? E sobre participar da obra de Deus? Que outras mensagens o Senhor tem para você?

Doutrina e Convênios 11:15–26

Se eu procurar “obter a palavra [de Deus]”, receberei Seu Espírito e poder.

Mesmo antes de o Livro de Mórmon ter sido traduzido, Hyrum Smith estava ansioso para pregar o evangelho. Ao ler a resposta do Senhor para os desejos dele, pense no que significa “obter a palavra de Deus” (ver versículo 21). De que maneira obter a palavra de Deus o ajuda a servir na Igreja? Como isso traz o poder de Deus para sua vida?

Ideias para o estudo das escrituras em família e para a noite familiar

Doutrina e Convênios 10:5.

O que podemos aprender nesse versículo sobre o poder da oração? Como fazemos para “orar sempre”? (Para mais ideias, ver David A. Bednar, “Orar sempre”, A Liahona, novembro de 2008, p. 41.)

Doutrina e Convênios 10:38–46.

Para ajudar sua família a debater como o Senhor compensou a perda de algumas páginas traduzidas do Livro de Mórmon, talvez vocês queiram conversar sobre alguma coisa que foi perdida recentemente. Como se sentiram quando perceberam a perda desse objeto? Como se sentiram quando o encontraram? Embora as páginas do Livro de Mórmon nunca tenham sido recuperadas, de acordo com Doutrina e Convênios 10:38–46, como o Senhor compensou essa perda?

Doutrina e Convênios 10:55–70.

Peça às pessoas da família que encontrem ou marquem as frases que começam com “Eu sou”, “mostrarei”, “trarei”, “desvendar-lhes-ei” e “ajuntarei”. O que aprendemos com as frases que começam com “Eu sou” a respeito de quem é Jesus Cristo, quais são Seus atributos e o que Ele fez? O que aprendemos com as frases contendo os verbos no futuro mencionados anteriormente a respeito do que Ele fará? Incentive os familiares a falar sobre como essas coisas fortalecem a fé que eles têm em Jesus Cristo.

Doutrina e Convênios 11:12–14.

Ler esses versículos pode ajudar sua família a reconhecer quando o Espírito Santo está Se comunicando com eles. Você poderia apontar uma lanterna acesa para o chão e pedir que uma pessoa da família vá para o local da luz. O que significa seguir a orientação do Espírito Santo? Que experiências pessoais vocês poderiam compartilhar?

Doutrina e Convênios 11:15–30.

Pense na ideia de fazer uma lista das coisas que o Senhor disse a Hyrum Smith para que ele pudesse estar pronto para compartilhar o evangelho. O que podemos fazer em família?

Para mais ideias sobre como ensinar crianças, ver o esboço desta semana em Vem, e Segue-Me — Primária.

Hino sugerido: “Ler, ponderar e orar”, Músicas para Crianças, p. 66; ver “Ideias para aperfeiçoar seu estudo familiar das escrituras”.

Aperfeiçoar o ensino

Aplicar as escrituras à nossa própria vida. Depois de ler uma passagem de escritura, peça aos familiares que falem das diferentes maneiras pelas quais a passagem se aplica à vida deles. Por exemplo, você pode pedir que contem como o Espírito os influenciou da maneira descrita em Doutrina e Convênios 11:12–13.

Joseph and Hyrum Smith, de Ken Corbett