2015
O Presidente Monson Exorta-nos a Ter Coragem
anterior seguinte

Mensagem da Primeira Presidência

O Presidente Monson Exorta-nos a Ter Coragem

Courage

Ilustração: iStock/Thinkstock

Quase não se passa uma hora do dia, observou o Presidente Thomas S. Monson, sem que tenhamos de fazer algum tipo de escolha.

Para fazermos escolhas sábias, aconselhou ele, precisamos de coragem, “a coragem de dizer ‘não’ e a coragem de dizer ‘sim’. As decisões determinam, de fato, o destino”.1

Nas passagens a seguir, o Presidente Monson lembra aos santos dos últimos dias que eles necessitam de coragem para defender a verdade e a retidão, para defender suas crenças e para fazer frente a um mundo que está rejeitando os valores e princípios eternos.

“Somos constantemente conclamados a ter coragem”, disse ele. “Sempre foi assim, e sempre será assim.”2

A Coragem Traz a Aprovação de Deus

“É claro que enfrentaremos temores, escárnio e oposição. Tenhamos a coragem de contrariar o senso comum, a coragem de defender nossos princípios. A coragem, e não o rebaixamento dos padrões, traz o sorriso da aprovação de Deus. A coragem se torna uma virtude viva e atraente quando é vista não apenas como a disposição de morrer bravamente, mas como a determinação de viver decentemente. Ao seguirmos adiante, esforçando-nos para viver da maneira que devemos, sem dúvida receberemos ajuda do Senhor e poderemos encontrar consolo em Suas palavras.”3

Suportar com Coragem

“O que significa perseverar? Amo esta definição: suportar com coragem. Talvez seja necessário ter coragem para crer. Poderá ser necessário tê-la, também, para obedecer. Sem dúvida, será exigido que perseverem até o dia em que deixarem esta existência mortal.”4

Ter Coragem de Defender a Verdade

“Tenham coragem de defender firmemente a verdade e a retidão. Como a tendência da sociedade atual é afastar-se dos valores e princípios que o Senhor nos deu, vocês quase certamente terão que defender as coisas em que acreditam. A menos que as raízes de seu testemunho estejam firmemente plantadas, será difícil para vocês suportarem o escárnio das pessoas que desafiam sua fé. Se estiver firmemente plantado, seu testemunho do evangelho, do Salvador e de nosso Pai Celestial vai influenciar tudo o que fizerem na vida.”5

Precisamos de Coragem Espiritual e Moral

“As mensagens exibidas na televisão, em filmes e em outros meios estão, com frequência, em oposição direta ao que queremos que nossos filhos sigam e adotem. É nossa responsabilidade não apenas ensiná-los a ser íntegros em espírito e doutrina, mas também a assim permanecer, a despeito das forças externas que venham a encontrar. Isso exigirá muito tempo e esforço de nossa parte — e para ajudarmos outras pessoas, nós mesmos precisamos da coragem espiritual e moral para resistir ao mal que vemos em toda parte.”6

Sempre Sejamos Corajosos

“Em nossa vida cotidiana, é quase inevitável que nossa fé seja questionada. Podemos, às vezes, estar cercados de pessoas e, ainda assim, ser a minoria ou até ficar sozinhos em relação ao que é aceitável e o que não é. (…)

Que sempre sejamos corajosos e estejamos preparados para defender nossa crença. E, se for preciso ficar sozinho nesse processo, que o façamos com coragem, fortalecidos pelo conhecimento de que, na realidade, nunca estamos sozinhos quando nos colocamos ao lado de nosso Pai Celestial.”7

Notas

  1. Thomas S. Monson, “Os Três Rs da Escolha”, A Liahona, novembro de 2010, p. 67.

  2. Thomas S. Monson, “Convite à Coragem”, A Liahona, maio de 2004, p. 54.

  3. Thomas S. Monson, “Esforça-te, e Tem Bom Ânimo”, A Liahona, maio de 2014, p. 66.

  4. Thomas S. Monson, “Crer, Obedecer e Perseverar”, A Liahona, maio de 2012, p. 126.

  5. Thomas S. Monson, “Tenham Coragem”, A Liahona, maio de 2009, p. 123.

  6. Thomas S. Monson, “Três Metas para Guiá-las”, A Liahona, novembro de 2007, p. 118.

  7. Thomas S. Monson, “Ouse Ficar Sozinho”, A Liahona, novembro de 2011, p. 60.