Honrar o Dia do Senhor
anterior próximo

Honrar o Dia do Senhor

Quando perguntamos a nós mesmos se estamos guardando o domingo, podemos às vezes responder: “Sim. Eu vou às reuniões da Igreja, passo o dia com a minha família, leio as escrituras, escrevo em meu diário e evito trabalhar”. Mas uma experiência em particular fez-me refletir profundamente e perguntar: “Será que isso é suficiente?”

Todas as semanas, viajo de Octavo, na Argentina, para Córdoba a fim de comprar mercadorias para a minha loja. Durante uma dessas viagens, aconteceu que para cada compra que eu fazia, acabava participando de algum sorteio. O maior prêmio era uma entrada para um jogo de basquete do melhor time de Córdoba.

Quando ganhei uma das entradas, fiquei muito contente, mas percebi que havia um problema: o jogo era no domingo; por isso não poderia ir. Mas logo descobri um modo de usar o prêmio. Eu tinha um tempo reservado para propaganda na rádio da cidade e poderia oferecer a entrada para o jogo, fazendo uma promoção da minha loja.

Na semana seguinte, fiz uma outra compra com o mesmo vendedor e curiosamente ganhei uma outra entrada para o mesmo jogo. Agora poderia usar duas entradas. Sabia que a idéia da promoção teria ainda mais sucesso.

Algumas horas depois de ganhar a segunda entrada, tive uma sensação estranha. Foi uma voz calma e suave, dizendo-me que eu não deveria fazer aquela promoção. Quando minha mulher perguntou por que eu estava desistindo da idéia, respondi-lhe que se não podíamos ir a um evento esportivo porque estaríamos quebrando o dia santificado, senti que não seria certo encorajar outras pessoas a fazer o mesmo por meio de uma promoção na rádio.

Essa experiência ajudou-me a entender que guardar o Dia do Senhor é mais do que apenas seguir uma lista do que devemos ou não fazer no domingo. Embora os profetas não tenham falado especificamente sobre a situação em que me encontrava, quando senti a inspiração do Espírito, eu soube que precisava guardar o Espírito do Dia do Senhor, ajudando outras pessoas a desfrutá- lo também.

Sou grato à minha mulher por ter-me apoiado nessa decisão e ao Pai Celestial, cujo Espírito ajudou-me a entender como santificar melhor o Seu dia.

David Oscar Sarmiento é membro do Ramo Octavo, Estaca Córdoba Argentina Sul.