O Plano do Pai Celestial
anterior próximo

Testemunha Especial

O Plano do Pai Celestial

Você sabia que o Élder Scott é engenheiro nuclear e desenvolveu combustível para submarinos nucleares da Marinha dos Estados Unidos? Ele também gosta de pintar quadros. Ele ama o Senhor e nos ensina a respeito do plano do Pai Celestial.

Um dos momentos mais jubilosos de sua vida — quando estava cheio de expectativas, entusiasmo e gratidão — você não pode se lembrar. Essa experiência ocorreu na vida pré-mortal quando foi-lhe dito que, finalmente, chegara sua hora de deixar o mundo espiritual para viver na Terra com um corpo mortal.

O Senhor reservou-o para nascer quando a plenitude do evangelho estivesse na Terra. Você chegou quando a Sua Igreja e a autoridade do sacerdócio para realizar as ordenanças sagradas do templo já haviam sido restauradas. Sonhou em nascer num lar onde pais iriam amá-lo, nutri-lo, fortalecê-lo e ensinar-lhe verdades. Sabia que no devido tempo teria a oportunidade de formar sua própria família eterna como marido ou esposa, pai ou mãe. Ah, como você deve ter exultado diante dessa perspectiva.

Adão e Eva formaram a primeira família. Deus declarou: “Portanto o homem deixará seu pai e sua mãe e apegar-se-á a sua mulher”. (Moisés 3:24) Eles tiveram filhos que também constituíram família. “E Adão e Eva, sua mulher, não cessaram de clamar a Deus.” (Moisés 5:16) O modelo da família, essencial para o plano de felicidade do Pai, foi estabelecido e nossa necessidade de “clamar a Deus” incessantemente foi ressaltada. Você está justamente vivendo este plano.

No decorrer de sua vida na Terra, seja diligente ao cumprir os propósitos fundamentais desta vida por meio da família ideal . Mesmo que ainda não tenha atingido esse ideal, faça tudo o que estiver a seu alcance, por meio da obediência e fé no Senhor, para constantemente aproximar-se o máximo Dele.

Coloque o que for mais importante em primeiro lugar. Empenhe-se ao máximo aqui na Terra para ter uma família ideal . Para ajudá-lo nisso, pondere e aplique os princípios contidos na proclamação da família. Testifico que o Senhor vive. Ele o ama. Se você viver em retidão e buscar honestamente Seu auxílio, Ele o guiará e fortalecerá para que conheça a Sua vontade e consiga fazê-la.

De um discurso proferido na conferência geral de abril de 2001.