Escrituras
Levítico 27
Notas de rodapé

Hide Footnotes

Tema

Capítulo 27

Explica-se como as propriedades são consagradas ao Senhor — Ordena-se que Israel pague dízimos de suas colheitas, do gado e dos rebanhos.

1 Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo:

2 Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando alguém fizer particular voto, segundo a tua avaliação serão as pessoas ao Senhor.

3 Se for a tua avaliação de um homem, da idade de vinte anos até a idade de sessenta, será a tua avaliação de cinquenta siclos de prata, segundo o siclo do santuário.

4 Porém, se for mulher, a tua avaliação será de trinta siclos.

5 E se for de cinco anos até vinte, a tua avaliação de um homem será vinte siclos, e da mulher dez siclos.

6 E se for de um mês até cinco anos, a tua avaliação de um homem será de cinco siclos de prata, e a tua avaliação pela mulher será de três siclos de prata.

7 E se for de sessenta anos e acima, pelo homem, a tua avaliação será de quinze siclos, e pela mulher, dez siclos.

8 Mas se for mais pobre do que a tua avaliação, então apresentar-se-á diante do sacerdote, para que o sacerdote o avalie; conforme o que houver na mão do que fez o voto, o avaliará o sacerdote.

9 E se for animal de que se oferece oferta ao Senhor, tudo quanto der dele ao Senhor será santo.

10 Não o mudará, nem o trocará bom por mau, ou mau por bom; se, porém, de alguma maneira trocar animal por animal, um e outro serão ambos santos.

11 E se for algum animal imundo, dos que não se oferecem em oferta ao Senhor, então apresentará o animal diante do sacerdote,

12 E o sacerdote o avaliará, seja bom ou seja mau; segundo a avaliação do sacerdote, assim será.

13 Porém se de alguma maneira o resgatar, então acrescentará o seu quinto além da tua avaliação.

14 E quando alguém santificar a sua casa para ser santa ao Senhor, o sacerdote a avaliará, seja boa ou seja má; como o sacerdote a avaliar, assim será.

15 Mas se o que santificou resgatar a sua casa, então acrescentará o quinto a mais do dinheiro da tua avaliação, e será sua.

16 Se também alguém santificar ao Senhor uma parte do campo da sua possessão, então a tua avaliação será segundo a sua semente: um aômer de semente de cevada será avaliado por cinquenta siclos de prata.

17 Se santificar o seu campo desde o ano do jubileu, conforme a tua avaliação ficará.

18 Mas se santificar o seu campo depois do ano do jubileu, então o sacerdote lhe contará o dinheiro conforme os anos restantes até o ano do jubileu, e isso se abaterá da tua avaliação.

19 E se aquele que santificou o campo de alguma maneira o resgatar, então acrescentará um quinto a mais do dinheiro da tua avaliação, e lhe ficará assegurado.

20 E se não resgatar o campo, ou se vender o campo a outro homem, nunca mais se resgatará.

21 Porém, sendo o campo liberado no ano do jubileu, será santo ao Senhor, como campo aconsagrado; a posse dele será do sacerdote.

22 E se santificar ao Senhor o campo que comprou, e não for dos campos da sua possessão,

23 Então o sacerdote lhe contará a soma da tua avaliação até o ano do jubileu; e no mesmo dia dará a tua avaliação como coisa santa ao Senhor.

24 No ano do jubileu o campo aretornará àquele de quem o comprou, àquele de quem era a possessão do campo.

25 E cada avaliação tua se fará conforme o asiclo do santuário; o siclo será de vinte geras.

26 Mas o que aprimeiro nascer de um animal, que deverá ser primogênito do Senhor, ninguém santificará; seja boi ou gado miúdo, do Senhor será.

27 Mas se for de um animal imundo, o resgatará, segundo a tua avaliação, e sobre ele acrescentará o seu quinto; e se não se resgatar, vender-se-á segundo a tua avaliação.

28 Todavia, nenhuma coisa consagrada, que alguém consagrar ao Senhor de tudo o que tem, de homem, ou de animal, ou do campo da sua possessão, se avenderá nem resgatará; toda coisa consagrada será uma coisa santíssima ao Senhor.

29 Toda coisa consagrada que for consagrada do homem, não será resgatada; certamente morrerá.

30 Também todas as adízimas do campo, da semente do campo, do fruto das árvores, são do Senhor; santas são ao Senhor.

31 Porém, se alguém das suas dízimas resgatar alguma coisa, acrescentará o seu quinto sobre ela.

32 No tocante a todas as dízimas de vacas e ovelhas, tudo o que apassar debaixo da vara, o dízimo será santo ao Senhor.

33 Não investigará se é bom ou mau, nem o trocará; mas, se de alguma maneira o trocar, um e outro será santo; não será resgatado.

34 Esses são os mandamentos que o Senhor ordenou a Moisés, para os filhos de Israel, no monte Sinai.