Estudo Pessoal e Familiar
23 a 29 de agosto. Doutrina e Convênios 93: “Receber de Sua plenitude”
anterior próximo

“23 a 29 de agosto. Doutrina e Convênios 93: ‘Receber de Sua plenitude’”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar: Doutrina e Convênios 2021

“23 a 29 de agosto. Doutrina e Convênios 93”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar, 2021

I See the Son of Man Standing on the Right Hand of God [Estevão Vê o Filho do Homem À Mão direita de Deus], de Walter Rane

23 a 29 de agosto

Doutrina e Convênios 93

“Receber de Sua plenitude”

Doutrina e Convênios 93 ensina que “a verdade é o conhecimento das coisas como são, como foram e como serão” (versículo 24). Ao estudar esta seção, procure pela verdade e registre o que aprender. O que você está disposto a fazer para receber a verdade? (Ver os versículos 27–28.)

Registre suas impressões

“Quando subimos uma escada, somos obrigados a começar de baixo e subir degrau por degrau, até chegar ao alto; o mesmo acontece com os princípios do evangelho — devemos começar com o primeiro, e continuar subindo até que tenhamos aprendido todos os princípios de exaltação” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph Smith, 2007, p. 280).

Às vezes, essa escada da exaltação parece incrivelmente alta, mas nosso objetivo é alcançar o último degrau. Sejam quais forem as limitações que vemos em nós mesmos, o Pai Celestial e Seu Filho veem algo glorioso em nós, algo divino. Assim como Jesus Cristo “estava no princípio com o Pai”, “[nós] também” (Doutrina e Convênios 93:21, 23). Assim como Ele “continuou de graça em graça, até receber a plenitude”, nós também “[receberemos] graça por graça” (versículos 13, 20). O evangelho restaurado nos ensina sobre a verdadeira natureza de Deus, portanto, também nos ensina sobre nós mesmos e o que podemos nos tornar. Apesar do empenho do “ser maligno” (versículo 39) — e apesar de achar que talvez lhe falte algo —, você é literalmente filho de Deus com potencial para “no devido tempo, [receber] de sua plenitude” (versículo 19).

Ideias para o estudo pessoal das escrituras

Doutrina e Convênios 93

Nós adoramos a Deus, o Pai, e a Seu Filho, Jesus Cristo.

Ao falar sobre a revelação em Doutrina e Convênios 93, o Senhor explicou: “E dou-vos estas palavras, para compreenderdes e saberdes como adorar e saberdes o que adorais, para que venhais ao Pai em meu nome e, no devido tempo, recebais de sua plenitude” (versículo 19). Ao estudar essa revelação, marque as verdades que encontrar sobre os Seres que adoramos: Deus, o Pai, e Seu Filho, Jesus Cristo. O que você aprendeu acerca de “como adorá-Los”? E sobre “como [vir] ao Pai”?

O profeta Joseph Smith ensinou: “Se o homem não compreende o caráter de Deus, não compreende a si mesmo” (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph Smith, p. 43). Ao aprender sobre o Salvador, estudando Doutrina e Convênios 93, procure também aprender sobre si mesmo. Por exemplo, o que os versículos 3, 12, 21 e 26 ensinam sobre Ele? Que verdades semelhantes você encontrou sobre si mesmo nos versículos 20, 23 e 28–29? (Ver também 1 João 3:2; 3 Néfi 27:27; Dean M. Davies, “As bênçãos da adoração”, A Liahona, novembro de 2016, p. 93.)

Doutrina e Convênios 93:1–39

A glória de Deus é luz e verdade.

Talvez você tenha percebido que glória, luz e verdade aparecem várias vezes nessa revelação. Ao estudar especificamente os versículos 21–39, faça uma lista das verdades que você aprendeu sobre glória, luz e verdade. De que maneira essas verdades o motivam a buscar mais luz e verdade? Como essas verdades podem afetar o modo como você vive sua vida diária?

Recebemos luz e verdade quando guardamos os mandamentos de Deus.

Doutrina e Convênios 93:40–50

“Pôr em ordem tua própria casa.”

Aproximadamente no versículo 40, parece que Doutrina e Convênios 93 faz uma transição entre os ensinamentos sobre a glória de Deus e nosso potencial divino para instruções aos pais sobre como educar os filhos e colocar a casa em ordem. Como os ensinamentos do Senhor sobre luz, verdade e glória nos versículos 1–39 nos ajudam a entender e seguir os versículos 40–50?

Ver também David A. Bednar, “Mais diligentes e interessados em casa”, A Liahona, novembro de 2009, p. 17.

Ideias para o estudo das escrituras em família e para a noite familiar

Doutrina e Convênios 93:2.

De que modo Jesus Cristo tem sido uma “verdadeira luz” em nossa vida? De que maneira já vimos Sua luz em outras pessoas ao nosso redor?

Doutrina e Convênios 93:3–29.

Para ajudar sua família a conversar sobre o que aprenderam na seção 93 a respeito do Salvador e de si mesmos, vocês poderiam jogar um jogo de associação. Por exemplo, prepare um conjunto de cartões com versículos da seção 93 que ensinam verdades sobre o Salvador (ver os versículos 3, 12, 21 e 26) e outro que ensine alguma coisa parecida sobre si mesmos (ver os versículos 20, 23, 28–29). Cada pessoa, na sua vez, retira um cartão do conjunto de cartas, lê os versículos e tenta encontrar a verdade semelhante àquela que leu. Como essas verdades influenciam a maneira como vemos a Deus e a nós mesmos?

Doutrina e Convênios 93:12–13, 20.

O que significa para vocês “graça por graça” e “[continuar] de graça em graça”? (Versículos 12–13.) O que esses versículos sugerem sobre o modo como crescemos e aprendemos? Como o fato de saber isso influencia a maneira como tratamos os outros e a nós mesmos?

Doutrina e Convênios 93:24.

Leia a definição de verdade nesse versículo e peça às pessoas de sua família que citem alguma coisa da seção 93 que eles consideram ser uma verdade fundamental. Que outras definições de verdade encontramos em João 14:6; Jacó 4:13 ou em um hino sobre a verdade, como A verdade o que é? (Hinos, nº 171.)

Doutrina e Convênios 93:40.

Talvez, ao ler esse versículo, vocês possam cantar um hino que fale sobre aprender em casa, como “Faz-me andar só na luz” (Músicas para Crianças, p. 70). As crianças pequenas podem se divertir inventando ações para acompanhar as palavras. O que você sente que deveria fazer para trazer mais “luz e verdade” para a sua casa?

Doutrina e Convênios 93:41–50.

Façam um conselho de família para falar sobre as “coisas que não estão certas em [sua] casa”. O que podemos fazer para “pôr em ordem [nossa] casa”? (Versículos 43–44.)

Para mais ideias sobre como ensinar às crianças, ver o esboço desta semana em Vem, e Segue-Me — Primária.

Hino sugerido: “Sou um filho de Deus”, Músicas para Crianças, pp. 2–3.

Melhorar o aprendizado do evangelho

Ler mais de uma vez. Talvez seja bom ler Doutrina e Convênios 93 mais de uma vez durante a semana. Cada vez que você ler essa seção, talvez uma verdade diferente lhe chame a atenção ou o inspire de outra maneira. Ler várias vezes também vai lhe dar oportunidade de ponderar mais profundamente.

Light and Truth [Luz e Verdade], de Simon Dewey