Restauração e história da Igreja
Prefácio

“Prefácio”, Santos: A História da Igreja de Jesus Cristo nos Últimos Dias, Volume 1, O Estandarte da Verdade, 1815–1846, 2018

“Prefácio”, Santos, Volume 1

Prefácio

Histórias verídicas bem narradas podem inspirar, advertir, entreter e instruir. Brigham Young compreendia o poder de uma boa história quando aconselhou os historiadores da Igreja a fazer mais do que simplesmente registrar secamente os fatos do passado. “Escrevam no estilo narrativa”, aconselhou ele, e “escrevam somente cerca de dez por cento”.1

O que se segue é uma história narrativa que visa a proporcionar aos leitores um entendimento fundamental da história da Igreja. Todas as cenas, personagens e linhas de diálogo se baseiam em fontes históricas, que são citadas no fim do livro. Os que desejarem ler essas fontes, entender melhor os tópicos relacionados e descobrir ainda mais histórias podem encontrar links para recursos adicionais online em history.LDS.org.

Este livro é o primeiro de uma história de quatro volumes de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Juntos, os livros contam a história da Restauração do evangelho de Jesus Cristo, desde os primeiros dias da Igreja até o presente. Foram escritos num estilo agradável, que é acessível aos santos do mundo inteiro.

A Igreja publicou duas histórias em vários volumes anteriormente. A primeira foi uma história documentária iniciada por Joseph Smith na década de 1830 e publicada a partir de 1842. A segunda foi escrita pelo historiador assistente da Igreja, B. H. Roberts, e publicada em 1930.2 O alcance mundial do evangelho restaurado desde aquela época e o mandamento do Senhor de continuamente escrever a história “para o bem da igreja e para as gerações vindouras”3 mostra que é hora de incluir mais santos dos últimos dias na história.

Ainda mais do que nas histórias anteriores, Santos apresenta a vida e a história de homens e mulheres comuns da Igreja. Também fornece novos detalhes e nova compreensão das pessoas e dos acontecimentos mais conhecidos da história da Igreja. Cada capítulo vai ajudar os leitores a entender e apreciar os santos que fizeram da Igreja o que ela é atualmente. Entrelaçadas, as histórias deles criam a rica tapeçaria que é a Restauração.

Santos não é escritura, mas, tal como elas, cada livro inclui a verdade divina e histórias de pessoas imperfeitas tentando se tornar santos por meio da Expiação de Jesus Cristo.4 A história deles — tal como a de todos os santos do passado e do presente — relembra aos leitores o quão misericordioso tem sido o Senhor com Seu povo ao se unirem no mundo inteiro para levar adiante a obra de Deus.