8 a 14 de julho. Atos 6–9: “Senhor, que queres que eu faça?”
    Notas de rodapé

    “8 a 14 de julho. Atos 6–9: ‘Senhor, que queres que eu faça?’”,Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar: Novo Testamento 2019

    “8 a 14 de julho. Atos 6–9”, Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar: 2019

    Paulo na estrada para Damasco

    May We So Live [Desse Modo Vivamos], de Sam Lawlor

    8 a 14 de julho

    Atos 6–9

    “Senhor, que queres que eu faça?”

    Comece lendo Êxodo 6–9. As ideias de estudo neste esboço podem ajudá-lo a identificar princípios importantes nesses capítulos embora você possa encontrar outros em seu próprio estudo.

    Registre suas impressões

    Se havia alguém que não aparentava ter a menor chance de se converter, esse provavelmente era Saulo — um fariseu com a fama de perseguir os cristãos. Portanto, quando o Senhor orientou um discípulo chamado Ananias a procurar Saulo e oferecer a ele uma bênção, a hesitação de Ananias se mostrou compreensível. “Senhor”, disse ele, “de muitos ouvi acerca deste homem, quantos males tem feito aos teus santos” (Atos 9:13). Mas o Senhor conhecia o coração de Saulo e o seu potencial, e tinha uma missão em mente para ele: “Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel” (Atos 9:15). Sendo assim Ananias obedeceu, e quando veio a encontrar seu antigo perseguidor, dirigiu-se a ele como “irmão Saulo” (Atos 9:17). Se Saulo foi capaz de mudar tão completamente e Ananias pôde recebê-lo tão abertamente, será que podemos assumir que determinadas pessoas nunca poderão mudar — inclusive nós mesmos?

    ícone de estudo pessoal

    Ideias para o estudo pessoal das escrituras

    Atos 6–8

    Meu coração precisa estar “reto diante de Deus”.

    Uma igreja em crescimento significava uma necessidade crescente de discípulos para servir no reino. De acordo com Atos 6:1–15, quais eram as qualidades que os Doze buscavam naqueles que poderiam servir com eles? Ao ler Atos 6–8, note como essas qualidades, com outras, foram evidenciadas em pessoas como Estêvão e Filipe. O que faltava a Simão, e o que podemos aprender sobre ele em seu desejo de mudar?

    Existe algo que o inspire a mudar para garantir que seu coração esteja “reto diante de Deus”? (Atos 8:21–22.) De que maneira essa mudança pode abençoá-lo à medida que servir a Deus?

    Atos 6–7

    Resistir ao Espírito Santo pode nos levar a rejeitar o Salvador e Seus profetas.

    Os líderes judeus, embora fossem encarregados de preparar o povo para a vinda do Messias, rejeitaram Jesus e se empenharam em Sua Crucificação, por conta do seu orgulho e busca pelo poder. Como aconteceu isso? Estêvão declarou a eles: “Vós sempre resistis ao Espírito Santo” (Atos 7:51). Em sua opinião, o que significa resistir ao Espírito Santo? Por que resistir ao Espírito Santo pode nos levar a rejeitar o Salvador e Seus profetas?

    Ao ler Atos 6–7, procure por outras mensagens que Estêvão ensinou aos judeus. Quais foram as atitudes que ele condenou? Você identifica atitudes semelhantes a essas em sua vida? O que as palavras de Estêvão ensinam a você sobre as consequências de se resistir ao Espírito Santo? Como você pode se tornar mais sensível e receptivo aos influxos do Espírito Santo em sua vida?

    Ver também o vídeo “O Martírio de Estêvão” (LDS.org).

    Atos 7:54–60

    Além de Estêvão, quem mais foi martirizado por causa de seu testemunho de Jesus Cristo?

    Estêvão é o primeiro mártir cristão conhecido após a Ressurreição de Jesus. (Mártir: alguém que é morto em virtude de suas crenças.) Muitos outros santos ao longo da história também foram mortos por não negarem sua fé em Jesus Cristo. Alguns deles são mencionados em 2 Crônicas 24:20–21; Marcos 6:17–29; Atos 12:1–2; Apocalipse 6:9–11; Mosias 17:20; Alma 14:8–11; Helamã 13:24–26; Doutrina e Convênios 109:47–49; 135:1–7 e Abraão 1:11. É crença geral que todos os apóstolos, com exceção de João, morreram como mártires após a Ressurreição do Salvador.

    Atos 8:26–39

    O Espírito Santo vai me ajudar a guiar outras pessoas a Jesus Cristo.

    O que você aprendeu sobre como compartilhar o evangelho a partir do relato em Atos 8:26–39? Como o Espírito Santo ajudou Filipe? De que maneira o processo de compartilhar o evangelho nos torna guias? (Ver Atos 8:31.)

    Atos 9:1–31

    Quando me submeto à vontade do Senhor, posso me tornar um instrumento nas mãos Dele.

    A conversão de Saulo se tornou imediata; ele “logo” deixou de aprisionar cristãos e passou a pregar sobre Cristo nas sinagogas (Atos 9:20). Ao ler esse relato, pense porque ele estava tão desejoso de mudar. (Para ler o próprio relato de Saulo sobre sua conversão, ver Atos 22:1–16 e 26:9–18. Observe que, na época desses relatos, o nome de Saulo foi mudado para Paulo.)

    Embora seja verdade que a experiência de Saulo não tenha sido usual — para a maioria das pessoas a conversão é um processo muito mais longo —, existe alguma coisa que você pode aprender com Saulo sobre conversão? O que você aprendeu com a maneira pela qual Ananias e os outros discípulos reagiram à conversão de Saulo? O que você pode fazer para aplicar essas lições em sua própria vida? Você pode começar rogando em oração, como Saulo fez: “Senhor, que queres que eu faça?” Ou então você pode anotar essa pergunta em uma página do seu diário e registrar as impressões recebidas ao longo do tempo.

    Ver também Dieter F. Uchtdorf, “À espera, na estrada para Damasco”, A Liahona, maio de 2011, p. 70 (vídeo, LDS.org).

    ícone de estudo familiar

    Ideias para o estudo das escrituras em família e para a noite familiar

    Ao ler as escrituras em família, o Espírito pode ajudá-lo a saber quais princípios devem ser enfatizados e debatidos a fim de satisfazer as necessidades de sua família. Eis algumas sugestões:

    Atos 6:8–7:60

    Compare os relatos de Estêvão em Atos 6:8 e Atos 7:51–60 com as narrativas do Salvador em Lucas 23:1–46. Como Estêvão seguiu o exemplo do Salvador?

    Atos 7:51–60

    Como o Espírito Santo abençoou Estêvão quando ele estava sendo perseguido? Quando foi que recebemos o fortalecimento através do Espírito Santo em momentos difíceis?

    Atos 9:5

    Sua família sabe o que significa “recalcitrar contra os aguilhões”? Um aguilhão é uma lança pontuda usada para conduzir animais. Frequentemente os animais reagiam quando eram picados, o que fazia com que a lança picasse mais profundamente o couro dos animais. De que maneiras essa analogia se aplica a nós?

    Pedro traz Tabita de volta à vida.

    Tabitha Arise [Tabita Revive], de Sandy Freckleton Gagon

    Atos 9:32–43

    Convide os membros da família a desenharem gravuras das histórias em Atos 9:32–43. O que eles puderam aprender sobre o verdadeiro discipulado com Eneias, Tabita e as viúvas de Jope? Como alguém “[cheio] de boas obras” pode ajudar as pessoas a crerem no Senhor? (Ver Atos 9:36, 42; “Capítulo 60: Pedro devolve a vida a Tabita”, Histórias do Novo Testamento, pp. 156–157, ou o vídeo correspondente em LDS.org.)

    Para mais ideias para ensinar crianças, ver o esboço desta semana em Vem, e Segue-Me — Estudo Pessoal e Familiar.

    Aperfeiçoar o estudo pessoal

    Aplique as escrituras à sua vida. Durante a leitura, pense em como as histórias e os ensinamentos das escrituras se aplicam à sua vida. Por exemplo, quando foi que você se sentiu “cheio do Espírito Santo” em tempos de provação ou perseguição? (Atos 7:55.)

    Estevão é apedrejado

    Estevão Vê Jesus à Direita de Deus, de Walter Rane